Rede Globo anuncia novidades na programação e em diferentes plataformas


A Rede Globo reuniu a imprensa nesta quarta-feira, dia 08, na sede paulista da empresa, para apresentar a grade de programação de 2009. No encontro, o diretor geral da TV Globo, Octavio Florisbal, destacou a consolidação da emissora na liderança absoluta do setor e o investimento anual de 100 milhões de dólares. E, apesar de reforçar o foco principal na TV aberta, o diretor anunciou uma grande aposta em novas plataformas de comunicação. A principal delas é a TV no celular. "No Japão, 150 milhões de pessoas assistem ao conteúdo exibido em telefones. Acredito que, em breve, teremos algo parecido aqui no Brasil", disse Florisbal, revelando planos também para o cenário internacional: "Em alguns anos, pretendemos estar entre as três maiores TVs abertas do mundo".

Octavio Florisbal abriu o evento anunciando as primeiras novidades na grade de programação. Ao lado de Luigi Barricelli, André Marques, Ana Furtado e Fiorela Mattheis, o diretor explicou que os quatro formam o time de apresentadores do novo 'Video Show', com estreia marcada para a próxima segunda-feira, dia 13. No palco, os atores conduziram a apresentação como mestres-de-cerimônias e apresentaram os executivos que participaram da coletiva de imprensa: o diretor geral de entretenimento, Manoel Martins; o diretor da Central Globo de Jornalismo, Carlos Henrique Schroder; o diretor geral de comercialização, Willy Haas, o diretor da Central Globo de Engenharia, Fernando Bittencourt; o diretor da Divisão de Negócios Internacionais, Ricardo Scalamandré; e o diretor da Central Globo de Programação, Roberto Buzzoni.

Responsável pelo conteúdo de entretenimento da Rede Globo, Manoel Martins enumerou alguns quesitos indispensáveis ao funcionamento da área: o trabalho em equipe e o investimento em talentos; a avaliação da melhor forma de composição de grade, a importância no planejamento das produções e a constante busca pela inovação. "Estamos sempre atrás de novas linguagens e formatos. Pensamos em programas novos, mas também em inovações de continuidade, na longevidade de programas consagrados. É a renovação nos dois extremos: no novo e no que já está no ar", explicou Manoel, que também elogiou as exibições de programas em temporadas: "Acredito neste formato. É de extrema motivação para novos talentos". Ao fim, convidou todos para assistir a um vídeo com as novidades dos programas, brincando com a frase: "Roda VT!".

Em seguida, Carlos Henrique Schroder revelou que o jornalismo da TV Globo busca uma aproximação ainda maior com o grande público em 2009, investindo em uma linguagem mais informal. O diretor explicou como funciona a estrutura da área. No Brasil, a CGJ conta com 640 equipes em 122 emissoras. "Dificilmente, o fato ocorre sem uma equipe nossa por perto", disse Schroder. No total, são quatro mil jornalistas em território nacional, que produzem o conteúdo de aproximadamente cinco horas, diariamente no ar. No exterior, a emissora tem 12 correspondentes fixos, além dos eventuais colaboradores. Schroder também citou que Japão, Portugal e África do Sul são novos postos de correspondentes da TV e reforçou a importância da internet. "É uma extensão do nosso conteúdo", concluiu. O vídeo do jornalismo apresentou novidades, como o novo cenário do 'Jornal Nacional', do 'Jornal da Globo' e diferentes quadros em programas da grade.

Diretor geral de comercialização, Willy Haas, estava voltando da convenção anual da área e não pôde estar presente, mas gravou um vídeo em que comemorou o resultado "fantástico do mercado publicitário em 2008". Ele frisou o atual quadro mundial e previu um crescimento para a TV Globo na média do Brasil para o segundo semestre do ano.

Já Fernando Bittencourt iniciou sua apresentação dizendo que a Globo é obcecada por tecnologia. E apresentou vídeos com incríveis efeitos produzidos graças a equipamentos de ponta. "Já estamos produzindo conteúdo em 3D", revelou. Os jornalistas presentes ao evento puderam conferir a novidade em uma sala da emissora, usando os óculos para assistir às imagens em terceira dimensão da transmissão do Carnaval carioca. Bittencourt lembrou que hoje 40% dos domicílios são cobertos por TV digital, pela Globo. Até 2010, na Copa do Mundo, ele acredita que chegue a 50% do país. O diretor de engenharia também apresentou um vídeo sobre a evolução das transmissões esportivas. E mostrou a grande novidade para este ano: a aquisição de uma unidade móvel digital, a maior da América Latina, com capacidade para até 30 câmeras. "A partir do final de 2009, todos os jogos serão exibidos em alta definição", garantiu Bittencourt. No entretenimento, ele anunciou o funcionamento de novas ilhas de edição não-lineares, um investimento na qualidade do áudio e estúdios modernizados. "Hoje, temos o maior estúdio para alta definição da América Latina", completou.

Diretor da Divisão de Negócios Internacionais, Ricardo Scalamandré, contou que produções da Globo já foram traduzidas para 43 diferentes idiomas e que a emissora é transmitida em 178 países – 93% do planeta. Entre as novidades, citou a estreia de um novo programa de serviço para os imigrantes que assistem a Globo Internacional, o 'Cidadão Global', e a venda de 'A Cor do Pecado' para a Coréia – o 100° país a exibir a novela, o recorde da TV Globo. Scalamandré também anunciou que acaba de fechar uma nova coprodução, agora com a TV Azteca, do México. A anterior é com a Telemundo, com quem divide a produção de 'O Clone', em língua espanhola. "Em 2010, então, teremos duas produções exibidas nos Estados Unidos e no mercado hispânico", ele ressaltou.

Quando o diretor Roberto Buzzoni entrou, os "mestres-de-cerimônia" interromperam a apresentação para fazer perguntas sobre a programação da TV Globo. Buzzoni explicou que o desenho da grade de uma televisão não tem matemática. "TV é emoção", disse. Ele refutou a afirmação de que a programação é rígida. "A grade tem uma espinha dorsal. Mas só nesse início de 2009, já mudamos várias vezes. Tivemos o 'Festival Nacional', o show do Elton John, o 'Festival da Bahia', etc.". Antes de apresentar o VT com as chamadas e novos filmes da grade, Buzzoni citou números impressionantes: "Produzimos 10 mil chamadas por ano. Só para a próxima novela, ('Caras & Bocas'), já foram 30".

O diretor geral Octavio Florisbal encerrou o encontro explicando que a interação de plataformas enriquece o conteúdo da TV aberta. E apontou a importância da TV digital, com protótipos que estão sendo desenvolvidos para a exibição de programas em táxis, ônibus e trens. Florisbal anunciou duas novas produções da Globo Filmes, a ampliação da Central de Atendimento ao Telespectador e reformas nas redações da Central Globo de Jornalismo. E fez questão de ressaltar o valor da integração e da parceria entre as afiliadas da empresa. "Acima de tudo, nós acreditamos no investimento em talentos! Isso é o principal", concluiu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Paramount Channel Programação Semanal 1º a 07 de abril