DUAS NOVAS SÉRIES CONTAM CRIMES SOB AS PERSPECTIVAS DE SOBREVIVENTES E ASSASSINOS

Relatos em primeira pessoa revelam as faces de crimes chocantes

Cena de "Por um Triz"

Este mês, o Investigação Discovery estreia duas séries que reconstituem crimes aterrorizantes sob a perspectiva de seus protagonistas. A primeira delas é PALAVRAS DE UM ASSASSINO (Evil, I) e vai ao ar a partir das 22h de quarta-feira, 20; a segunda é POR UM TRIZ (Surviving Evil) e será exibida naquinta-feira, 21, às 22h30.

PALAVRAS DE UM ASSASSINO aplica as descobertas forenses para decifrar a mente de assassinos frios e contar os crimes que eles cometeram de acordo com suas próprias versões – para isso, são escolhidos narradores capazes de reproduzir a voz, a entonação e os vícios de linguagem compatíveis aos registros dos interrogatórios  e julgamentos.

As histórias de POR UM TRIZ são contadas por pessoas que tomaram atitudes heroicas no momento em que estavam prestes a perder a vida – homens e mulheres atacados por assassinos, submetidos aos caprichos de mentes doentias, mas que conseguiram escapar e contam pessoalmente às câmeras como o fizeram.  Além do depoimento das vítimas, reconstituições, entrevistas com especialistas e oficiais envolvidos nas investigações estruturam os dez episódios que compõem a primeira temporada.

Apresentada por Charisma Carpenter, a série começa com o relato pessoal da atriz, um depoimento impressionante sobre o dia em que ela e duas amigas foram brutalmente atacadas por um homem armado em uma praia de San Diego, em 1991. Carpenter não desistiu, mesmo depois de estar sob a mira do revólver. Suas  amigas sofreram ferimentos graves, ocasionados pelos disparos. O criminoso, um policial desonesto e fora de controle, foi condenado a mais de cinquenta anos de prisão pelo ataque, que revelou-se um delito de uma série de estupros e roubos.

Em seus relatos carregados pelo drama de quem esteve muito perto da morte, os sobreviventes dão lições de coragem e superação. "Temos o direito de não assumirmos o papel de vítimas para sempre, de seguirmos adiante com nossas vidas", afirma Carpenter.

Em PALAVRAS DE UM ASSASSINO, a mente de assassinos e suas perturbadoras versões dos crimes que cometeram são reveladas, graças a um extenso trabalho de pesquisa da produção. As dramatizações são narradas por pessoas com as mesmas características vocais dos criminosos e dão vida aos fatos com a ajuda de atores que reencenam os momentos cruciais em torno dos crimes. Os sentimentos, medos e a vontade de matar são contados em primeira pessoa em uma abordagem visceral dos fatos que muito difere da maneira como eles são apresentados à justiça. Depoimentos de especialistas, de oficiais envolvidos nas investigações e familiares arrematam a análise dos casos.

A cada semana, um novo crime é contado pela série. O primeiro dos doze que compõem a primeira temporada apresenta ao telespectador a figura de Arthur Shawcross, um assassino em série com o hábito de visitar as covas nas quais enterrava suas vítimas, dias depois de tirar-lhes as vidas. Quando os corpos de várias prostitutas são descobertos às margens do rio Genesee, a polícia admite estar diante de um assassino em série. O FBI traça perfil do agressor: um homem modesto, mas com ímpeto violento e capaz de se esconder em pleno dia. A investigação avança, outros corpos são encontrados e os investigadores descobrem que o criminoso costuma voltar à cena do crime. A polícia estrutura uma operação para surpreendê-lo na mata escura onde ele escondeu o corpo da última vítima. Os oficiais sabem que, se não o capturarem, outras mortes acontecerão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

DUPLA DÁ VIDA NOVA A CASAS ABANDONADAS NA SÉRIE “ALISON E DONOVAN: REFORMANDO COM ESTILO”

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO