Primeira produção nacional do Lifetime, Mulheres em Ação acompanha a dura rotina de mulheres policiais

 

 


Série estreia dia 1/9 e mostra o que pensam, como agem e de que maneira se impõem em um ambiente tradicionalmente masculino policiais femininas de diferentes escalões.

 

"É gratificante provar que a mulher serve para o patrulhamento, que a mulher se adequa às situações e consegue se sobressair". É o que pensa a cabo Rejane, uma das personagens de Mulheres em Ação, nova série brasileira que oLifetime estreia dia 1/9, segunda-feira, às 18h30.

 

Produzida pela Medialand, a série acompanhou durante quatro meses policiais femininas que trabalham na Polícia Militar, na Polícia Técnico-Científica e na Delegacia de Desaparecidos. Foram cinco equipes de produção simultâneas para registrar essas oficiais em diferentes momentos do trabalho, da investigação à prisão de criminosos, incluindo cenas de perseguição e troca de tiros com bandidos.

 

Ao acompanhar a rotina de policiais femininas, de diferentes escalões, a produção revela como elas pensam, agem e se impõem em um ambiente perigoso e tradicionalmente masculino. Cada episódio, de uma hora de duração, apresenta duas operações policiais em paralelo, em cidades como São Paulo, Porto Alegre (RS) e Santos (SP), entre outras.

 

"Todos nós temos curiosidade em saber mais sobre essas mulheres que se expõem a ameaças e a situações de perigo, e a nova produção do Lifetime irá revelar como elas são, em ação", afirma Krishna Mahon, diretora de Conteúdo Original doLifetime no Brasil. "Além disso, a série irá explorar uma grande riqueza de personagens, que certamente irá seduzir o público", completa.

 

Carla Albuquerque, diretora geral da série, confirma: "O programa nasceu da curiosidade do público em saber mais sobre as mulheres policias, e cada edição irá explorar vários aspectos sobre elas". Beto Ribeiro, roteirista e produtor executivo, completa: "Temos vários facetas das mulheres na polícia, desde aquela que está na rua, na Polícia Militar, entrando em confronto direto com os criminosos, até as peritas e delegadas que investigam crimes para encontrar seus autores. Mulheres são detalhistas, o que ajuda muito nas histórias".

 

A primeira temporada de Mulheres em Ação tem 15 episódios, que serão exibidos às segundas, quartas e sextas-feiras,sempre às 18h30, a partir de 1/9. Confira:


1/9
 - Segunda-feiraEpisódio 1: Uma policial militar – Gilmara de Oliveira – promete a uma vítima de assalto que vai recuperar seu automóvel roubado. E, em um patrulhamento em Itaquera, na região leste de São Paulo, a policial tenta resolver a situação de um casal em uma ocorrência de desavença entre marido e mulher.

 

3/9 - Quarta-feiraEpisódio 2: Em Porto Alegre, a polícia civil recebe uma ocorrência de homicídio, uma lesão corporal seguida de morte. Em Leme (SP), a polícia militar atende a algumas ocorrências. Uma de moto roubada, e outra de tentativa de assalto a um posto de gasolina. Os autores do roubo a moto são localizados e presos em flagrante. À noite, eles atendem a um chamado de apoio a uma ocorrência de tráfico de drogas.

 

5/9 - Sexta-feira, Episódio 3: No DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), a delegada Maria Helena atende a duas mães que têm filhos desaparecidos. Ela mostra como funciona a Delegacia de Pessoas Desaparecidas, as investigações, as procedências e o setor de arte forense, onde é feito o envelhecimento de fotos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

DUPLA DÁ VIDA NOVA A CASAS ABANDONADAS NA SÉRIE “ALISON E DONOVAN: REFORMANDO COM ESTILO”

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO