DIA INTERNACIONAL DA ANIMAÇÃO CHEGA A MAIS DE 200 CIDADES DO PAÍS


Celebrado em 28 de outubro, 12ª edição da mostra apresenta curtas-metragens de desenhos animados brasileiros e internacionais




O Dia Internacional da Animação (DIA), maior evento de cinema simultâneo do Brasil, chega a sua 12ª edição em mais de 200 cidades no Brasil e 40 países participantes. Ocorrido anualmente em 28 de outubro, a data é celebrada com sessões de curtas-metragens de desenhos animados nacionais e internacionais. Entre os países que participam simultaneamente, estão França, Portugal, Índia, Polônia, Rússia, Hungria, Israel, Egito, Suécia, Canadá e Estados Unidos.

O DIA tem objetivo de difundir o cinema de animação nacional e internacional em todas as regiões do país, proporcionar o contato do público com o trabalho de diretores brasileiros, estimular debates, revelar talentos, despertar o interesse do público e propiciar o intercâmbio entre filmes paulistas, nacionais e estrangeiros, fortalecendo os laços com os países integrantes da Associação Internacional do Filme de Animação (ASIFA) e divulgar os filmes brasileiros no exterior. O evento também gera a integração cultural em todas as regiões do país, mobilizando diversas comunidades e facilitando a inclusão e o acesso da população à cultura. "Uma das grandes forças do Dia Internacional da Animação é a exibição de filmes não só nos grandes centros, mas também em muitas cidades do interior do Brasil, fazendo parte do calendário cultural de vários municípios que não têm salas de cinema", ressalta Fabiano Florez, produtor nacional do evento.

No decorrer da semana, eventos paralelos, como mostras Infantil, Internacional e Paulista serão realizados de acordo com as especificidades de cada cidade participante. Em todo o Brasil, por exemplo, também serão apresentadas mostras com audiodescrição para pessoas com deficiência visual e portadores de Síndrome de Down e Autismo e dvds com janela de libras para pessoas com deficiência auditiva.

Gratuito e aberto ao público, o evento tem realização nacional da Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA) e no estado de São Paulo a realização e produção executiva da Origem Produções, patrocínio da Zilor e apoio do Programa de Ação Cultural (ProAC).

Neste ano, foram inscritos 180 curtas-metragens de animação de todo o país, sendo cinco selecionados para a Mostra Nacional e dez para compor a Mostra Infantil. Completando a Mostra Nacional e com o objetivo de resgatar a história do cinema de animação nacional, a coordenação de júri resgatou o filme "O Átomo Brincalhão", de 1964, produzido pelo diretor Roberto Miller, que abrirá o programa brasileiro. Devido ao grande número de filmes e da excelência dos títulos, o júri também propôs uma sessão extra de filmes brasileiros, chamada "Mostra Olhar Brasil de Animação". Desta forma, o DIA traz um panorama da animação brasileira, apresentando curtas de todos os cantos do país e com diferentes técnicas de animação pautado da diversidade de técnicas e linguagens. Entre as técnicas utilizadas pelos produtores, estão desenho sob película, 2D, 3D, Stop Motion, animação com objetos, Pixelation e desenho sobre papel.

Além dos objetivos de difusão da produção nacional do cinema de animação e formação de público, o projeto chama atenção pela rede formada por coordenadores locais voluntários, responsáveis pela inscrição de seus municípios. Para isso, basta se cadastrar por meio do site www.adca.org.br/dia."É uma mobilização incrível para aproximar diferentes comunidades da arte do cinema de animação e ampliar a descentralização da cultura", afirma Andressa Sirino, produtora cultural da Origem Produções.

Cada cidade participante pode organizar sua programação paralela para a semana que acontece o DIA, sempre com entrada franca. Dados específicos como datas, locais e horários também são comunicados nas semanas que antecedem o evento no portal do evento. No site, municípios também podem ter acesso aos materiais de divulgação para produzirem seus próprios cartazes, além de terem acesso à vinheta, animação sempre aguardada pelo público.

Produzidas pelo diretor Thomas Larson e animadores convidados, as vinhetas do Dia Internacional da Animação trazem, a cada ano, um novo conceito e técnica de animação. Este ano, a crise econômica e política do país foi o mote escolhido para a abertura e materiais recicláveis, como a sucata, deram vida à proposta da vinheta.
 

SOBRE O DIA

Em 28 de outubro de 1892, o francês Emile Reynaud realizou a primeira projeção pública de imagens animadas do mundo do seu teatro óptico no Museu Grevin, em Paris, exibindo o filme Pauvre Pierrot. Para celebrar a data, em 2002, a ASIFA (Associação Internacional do Filme de Animação) lançou o "Dia Internacional da Animação" contando com diferentes grupos internacionais filiados em mais de 30 países.

Confira programação:

Mostra Nacional

O Átomo Brincalhão  -  Dir.Roberto Miller

Ed  - Dir. Gabriel Garcia

Occupation: Animator - Dir. Bruna Berford

Castillo y el Armado - Dir. Pedro Harres

Los Rosales - Daniel Ferreira

Faroeste: Um autêntico Western - Dir. Wesley Rodrigues


Mostra Infantil

Miss e Grubs - Dir. Jonas Brandão e Camila Kamimura

Voa João - Dir. Humberto Avelar

Não seja Quadrado - Dir. Isaac Braz

Menina Bonita do Laço de Fita - Dir. Diego Lopes e Claudio Bitencourt

Kid Chup - Dir. Carolina Giannini Veirano e Guilherme Ghussn

Batalha de Máscaras - Dir. Iuri Araújo

Hugo, o monstro - Dir. Humberto Avelar

O Fim é o Começo - Dir. Agner Rebouças, Bruno Pere, Rodrigo Eba, OTA e Thiago Vaz

As Pintas de Junior - Dir. Humberto Avelar

Tênis da Hora - Dir. Thomas Larson


Mostra Olhar Brasil de Animação

O Extraordinário caso do senhor A - Dir. Jackson Abacatu

The Old Lady - Dir. Eve Ferretti

Sviaz - Diego Akel, Leo Ribeiro, Felipe Thiroux, Adriane Puresa, David Mussel, Anna Thereza Menezes, Alexandre Bersot, Jackson Abacatu e Ronaldo Oliveira

Kid Chup - Dir. Carolina Giannini Veirano e Guilherme Ghussn

Bem Me Quer - Dir. Levi Magalhães

Mobilis - Dir. Diego Akel

O Gaivota - Dir. Raoni Assis

Engole ou Cospervilha? - Dir. Marão, David Mussel, Pedro Eboli, Fernanda Valverde, Jonas Brandão, Giuliana Danza, Gabriel Bitar e Zé Alexandre

Antes que seja tarde - Dir. Alexandre Dubiela


Mostra Paulista

Sapo Martelo - Dir. Jonas Brandão

Kid Chup - Dir. Carolina Giannini Veirano e Guilherme Ghussn

O Fim é o Começo - Dir. Agner Rebouças, Bruno Pere, Rodrigo Eba, OTA e Thiago Vaz

Tênis da Hora - Dir. Thomas Larson

Jam - Piscar de olhos - Dir. Cesar Cabral

Rái Sossaith - Tostão - Dir. Thomas Larson

Miss e Grubs - Dir. Jonas Brandão e Camila Kamimura

Rái Sossaith - Caoduchampignon - Dir. Thomas Larson

Rainbow: A Story About Life - Dir. Eduardo Wahrahftig

Rái Sossaith – Vegano - Dir. Thomas Larson

Guida - Dir. Rosana Urbes


Mostra Internacional

Laznia – Dir. Tomek Ducki

Choir Tour – Dir. Edmunds Jansons

Glad – Dir. Petra Zlonoga

The Pigger Picture – Dir. Daisy Jacobs

Choreography for Copy Machine – Dir. Chel White

Wind – Dir. Robert Lobel

Symphonie N.42 – Dir. Reka Bucsi

Padre – Dir. Santiago Bou Grasso


Serviço:

12º Dia Internacional da Animação

Data: 28 de outubro de 2015

Horário: 19h30
Local: consultar município no site www.diadaanimacao.com.br
Entrada franca


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

TLC ESTREIA QUARTA TEMPORADA DE “OS BUSBYS + 5”

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada