SescTV mostra a fusão de diferentes estilos musicais no encontro do pianista norte-americano Kevin Hays e do pandeirista brasileiro Sergio Krakowski

 

Os músicos participam de documentário e shows inéditos, no dia 15/01, domingo, a partir das 21h



Foto: Piu Dip.

 

Que tipo de som surge quando dois artistas de culturas e estilos diferentes se encontram? Um documentário da série Passagem de Som e um show da série Instrumental Sesc Brasil propõe uma resposta possível ao regristrar o encontro, no Brasil, do pianista e compositor nova-iorquino Kevin Hays e o pandeirista e compositor carioca Sergio Krakowski.  No primeiro, os artistas falam sobre a parceria dos dois, suas musicalidades e inspirações; e, no segundo, apresentam repertório autoral e de clássicos da música brasileira. Com direção geral de Max Alvim, as produções estreiam no dia 15/1, domingo, a partir das 21h, no SescTV (assista também em sesctv.org.br/avivo).Ser

 

Krakowski começou a tocar pandeiro com 15 anos e aos 18 já frequentava rodas de choro, no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro. Hoje, com 37 anos de idade e 21 de carreira, tem como referências os percussionistas Marcos Suzano e o Jorginho do Pandeiro. Já Hays, 48 anos, possui reconhecimento internacional e é considerado um dos pianistas de jazz mais importantes de sua geração. O gosto pela música brasileira o fez aceitar o convite do carioca - que vive há três anos em Nova Iorque - para fazerem juntos uma turnê pelo Brasil, em 2016, além de participações no documentário e no show exibidos pelo SescTV.

 

Passagem de Som mostra a visita dos instrumentistas ao Espaço Uirapuru, na capital paulista, um lugar dedicado à música. Ali conversam com Luiz Araújo Amorim, o "Luizinho 7 Cordas" - um dos mais relevantes violonistas de choro e de samba - e com a dupla Prettos, formada pelos irmãos Magnu Sousá e Maurilio Oliveira, integrantes do Quinteto em Branco e Preto. A produção ainda exibe conversa dos músicos com o pianista Rafa Castro.

 

Krakowski recorda quando chegou com Hays ao Rio de Janeiro e logo o levou para uma roda de samba no bairro Andaraí. O norte-americano comenta que já tinha ouvido o ritmo antes, mas nada se compara ao que experimentou naquele dia. "Escutar o samba, sentir a força dele na comunidade, eu nunca conheci nada assim". Fã de compositores brasileiros, como Tom Jobim, Caetano Veloso e Guinga, ele não esconde sua admiração por Milton Nascimento. O nova-iorquino conta que fez uma música inspirada e dedicada ao artista mineiro.

 

Intitulada Milton, a composição está no repertório do show da série Instrumental Sesc Brasil,  que o canal exibe na sequência. Além, dessa, Kevin Hays e Sergio Krakowski tocam músicas de seus álbuns recentes: Pássaros – The Fundation of the Island, que o brasileiro gravou em formação jazzística com Vitor Gonçalves, no piano, e Todd Neufeld, na guitarra; e North, CD do norte-americano junto com Rob Jost, no baixo, e Greg Joseph, na bateria. I Love Her, de John Lennon e Paul McCartney, Senhorinha, de Guinga, e Leãozinho, de Caetano Veloso, também estão no espetáculo.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos