SescTV homenageia o escritor João Gilberto Noll


 

Dois programas serão exibidos entre os dias 29/3 e 2/4

 

 


 

Em tributo a um dos mais importantes escritores brasileiros, o gaúcho João Gilberto Noll, vencedor de cinco prêmios Jabuti, que morreu na madrugada de hoje (29), o SescTV exibe o episódio João Gilberto Noll, por Fabrício Carpinejar, da série Tertúlia: Encontros de Literatura e o episódio Literatura e Melancolia, Amantes Inseparáveis, da série Super Libris, que mostra entrevista com o homenageado. Os programas serão exibidos na sequência, hoje, a partir das 20h; amanhã (30), a partir das 16h; no dia 1º/4, a partir das 20h; e no dia 2/4, a partir das 17h.

           

No primeiro programa, Tertúlia: Encontros de Literatura - João Gilberto Noll, por Fabrício Carpinejar, o jornalista, poeta e também gaúcho Carpinejar analisa o erotismo e a irreverência dos personagens de Lorde, texto do seu conterrâneo. Escritor contemporâneo e romancista, Noll costumava focar, em suas obras, a condição humana do estranhamento e o sentimento do estrangeiro. Tertúlia: Encontros de Literatura tem direção de

 

Na entrevista do episódio Literatura e Melancolia, Amantes Inseparáveis, da série Super Libris, João Gilberto Noll, que ultrapassou os trinta anos de carreira, fala sobre a relação existente entre literatura e melancolia. Conta que não foi escolha sua escrever textos que seguem essa linha. "É uma compulsão a ver o mundo dessa maneira, através dos meus personagens evidentemente", esclarece. Ele ainda conversa sobre a imagem que é feita de um escritor desse estilo de texto; sobre o quanto a melancolia contribui para a criatividade do escritor; e sobre a atração que adolescentes sentem por este sentimento que, para Noll, possui algo de sublime. 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos