​Volvo Cars leva tecnologia de direção autônoma para o cinema



O longa O Espaço Entre Nós antecipa o futuro ao apresentar os modelos XC90 e S90 com o sistema que a fabricante sueca desenvolve no programa Drive Me


Futuro e realidade, às vezes, caminham juntos no cinema. Um bom exemplo é o longa metragem O Espaço Entre Nós, que estreia no Brasil nesta quinta-feira (30/3).

No filme, o cientista visionário Nathaniel Shepherd, vivido pelo ator Gary Oldman, é o fundador da companhia aeroespacial privada responsável pela presença de vida humana em Marte. A ficção científica está presente também na Terra, ao mostrar o personagem transitando em um Volvo XC90 sem motorista.

Essa ideia de futuro, entretanto, está mais próxima do que se pensa. O programa Drive Me, em desenvolvimento pela Volvo, é o mais avançado, ambicioso e extenso projeto de condução autônoma da vida real. Ele prevê até 100 carros autônomos nas estradas em torno de Gotemburgo, sede da fabricante sueca, movidos por pessoas reais, em tráfego real no decorrer de 2017. O projeto deverá expandir-se para outras cidades do mundo em um futuro próximo.



Além do XC90, o filme mostra o sedã grande de luxo S90 dotado da mesma tecnologia. A narrativa combina elementos de drama e ação e mostra o avanço científico que as pessoas estão prestes a experimentar. Essa premissa reflete a herança histórica da Volvo de criar soluções que tornem a vida das pessoas menos complicada.
Nesse contexto, o projeto Drive Me é parte fundamental da Visão 2020 da fabricante: por meio da tecnologia de direção autônoma, nenhuma pessoa deve morrer ou ficar gravemente ferida em um novo Volvo até 2020.

O filme – Durante uma missão no espaço, uma astronauta morre ao dar à luz o primeiro ser humano nascido em Marte, mas sem nunca contar quem era o pai do bebê. Começa assim a extraordinária vida de Gardner Elliot, garoto que é secretamente criado no "Planeta Vermelho".

Enquanto procura por pistas sobre seu pai na Terra, o jovem começa uma amizade secreta com uma garota adotiva chamada Tulsa, que vive nos Estados Unidos. Ansioso para experimentar na própria pele tudo aquilo sobre o que só podia ler ou ouvir em Marte, ele arquiteta um plano para atravessar o sistema solar e se encontrar com a adolescente. Juntos, tentam então desvendar as misteriosas circunstâncias que cercam o nascimento e a vida de Gardner, a fim de descobrir qual é o verdadeiro lugar dele no universo.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos