20 ANOS DE "POR AMOR": NOVELA DE MANOEL CARLOS ESTREIA EM MAIO NO VIVA

VivaVivaViva


Troca de bebês movimenta a trama, marcada pelas atuações de Regina e Gabriela Duarte como mãe e filha, Susana Vieira no papel da irreverente Branca Letícia, Paulo José na pele do alcoólatra Orestes e Carolina Ferraz e Du Moscovis como o casal sensação Milena e Nando

No ano em que completa duas décadas, "Por Amor" ganha mais uma exibição no VIVA. A partir de 8 de maio, a trama de Manoel Carlos ocupa o lugar de "Pai Herói", de segunda a sábado, às 23h30, com horário alternativo às 13h30.

A novela enfatiza a multiplicidade de temas delicados, que vão desde o racismo até a bissexualidade, e reúne crônicas do cotidiano como o amor incondicional de uma mãe pela filha. Regina Duarte é a Helena da vez - ao todo, a atriz interpretou três escritas por Maneco - e, assim como na vida real, é mãe de Gabriela Duarte, que vive a personagem Maria Eduarda. Ao longo do folhetim, o autor evidencia ainda mais a questão "o que você faria por amor?" com a polêmica troca de bebês entre as duas.

Ambientada no Rio de Janeiro, com destaque para os bairros Leblon e Barra da Tijuca, a produção é composta por personagens emblemáticos. Coube a Susana Vieira eternizar Branca Letícia, a vilã de cabelo loiro platinado e de humor inconfundível. "Por Amor" ainda conta com as armações da descontrolada Laura (Vivianne Pasmanter) para arruinar o relacionamento de seu ex Marcelo (Fábio Assunção) com Maria Eduarda. Já o casal Milena e Fernando, interpretado por Carolina Ferraz e Eduardo Moscovis, virou sensação com as cenas do tórrido romance proibido. Paulo José é o alcoólatra Orestes que, renegado pela filha mais velha, Maria Eduarda, consegue conforto nos braços da mais nova, Sandrinha, papel que revelou o talento de Cecília Dassi - na época com sete anos. A comédia e o drama também são representados por Françoise Forton como a divertida emergente Meg e Regina Braga na pele da batalhadora Lídia.

Com elenco renomado dos estreantes aos veteranos, a novela traz nomes como: Antonio Fagundes, Ângela Vieira, Beatriz Lyra, Carlos Eduardo Dolabella, Carolina Dieckmann, Cássia Kis Magro, Elizângela, Eloísa Mafalda, Marcelo Serrado, Marco Ricca, Murilo Benício, Maria Zilda Bethlem, Odilon Wagner, Otávio Augusto, Tonico Pereira, Umberto Magnani e Vera Holtz. Em "Por Amor", Ingrid Guimarães, Mônica Martelli e Babi Xavier iniciavam suas carreiras em novelas.

Quando o assunto é trilha sonora, a italiana "Per Amore", na voz de Zizi Possi, é indissociável à trama e figura entre os principais hits da novela. Outras músicas que repercutiram com a trama: "Só Você" (Fábio Jr.), "Palpite" (Vanessa Rangel), "Nem um Dia" (Djavan), "How Could An Angel Break My Heart" (Toni Braxton), "Fora da Lei" (Ed Motta), "Stay With Me" (Jocelyn Enriquez) e "As Long as You Loved Me" (Backstreet Boys).

"Por Amor" tem direção geral de Paulo Ubiratan e Ricardo Waddington, e direção de Paulo Ubiratan, Ricardo Waddington, Alexandre Avancini, Ary Coslov e Edson Spinello. A trama foi ao ar em 2010, no lançamento do VIVA, e fez sucesso nas tardes do canal, garantindo 1º lugar no total de indivíduos e no público adulto durante seu horário principal (16h30). Comparado ao período de estreia no canal, o potencial de alcance da novela cresce 126%.*

* Fonte: Kantar Ibope Media - MW - PNT Completo (9 Mercados (2010 / 2011) 15 Mercados (2017)) - Total de Indivíduos / AS 25+ (ambos com Pay TV) - Rat% / Cov # - Tabela de Programação: Por Amor VES P- Horário 16h30 - Total do dia (06h às 30h) / Período: 01/06/2010 a 08/02/2011 vs. Jan 2017.


HELENA: SÍMBOLO DO AMOR INCONDICIONAL 

Protagonistas unânimes dos folhetins de Manoel Carlos, as Helenas são sempre a personificação do amor incondicional. Mais uma vez, o novelista retrata com maestria o relacionamento entre mãe e filha, tornando "Por Amor" uma de suas obras mais comoventes. Para trazer ainda mais veracidade à história da mãe que é capaz de tudo pela felicidade da filha, a ficção imita a vida real com Regina e Gabriela Duarte como as protagonistas Helena e Maria Eduarda. A abertura da produção, embalada por "Falando de Amor", canção executada por Quarteto em Cy e MPB4, mescla imagens do arquivo pessoal das atrizes.

Helena é mais do que mãe, é a melhor amiga da moça. As duas vivem um dilema toda vez que a mãe tenta convencer Maria Eduarda a aceitar Orestes (Paulo José) como pai, um viciado em bebida que ela não se cansa em julgar. Enquanto Helena é forte e resistente, a filha é sensível e mimada, mas sempre tem a mãe como protetora. Gabriela interpretou a personagem com tanta intensidade, que causou uma forte antipatia do público.

A novela tem início em Veneza, na Itália, durante uma viagem da inseparável dupla. Prestes a se casar com Marcelo (Fábio Assunção), Maria Eduarda despede-se da vida de solteira. Já Helena quer esquecer o fim de um namoro, mas acaba encontrando o amor de sua vida despretensiosamente: Atílio (Antonio Fagundes) lhe conquista de imediato com seu charme.

De volta ao Brasil, mãe e filha passam por emoções juntas: casam-se e engravidam, cruzando para sempre suas vidas e as de Atílio e Marcelo. O ápice de "Por Amor" acontece na maternidade, quando uma tragédia abala o nascimento dos bebês. Maria Eduarda tem várias complicações no parto, seu útero fica comprometido e a criança não sobrevive. Antes de a situação vir à tona, Helena decide fazer mais um sacrifício pela filha: implora para César (Marcelo Serrado), médico da família - apaixonado desde a infância por Maria Eduarda -, colocar seu bebê no lugar do neto. Repleta de drama, a cena mobilizou o país e entrou para a lista das mais icônicas da teledramaturgia brasileira. O segredo fica apenas entre Helena e César, que carregam a culpa ao longo da novela.


ESTÁGIOS DA VILANIA: DA ESPIRITUOSA BRANCA ÀS LOUCURAS DE LAURA

E não são só as mocinhas que ganham destaque nas tramas de Manoel Carlos. As vilãs roubam a cena com seus temperamentos, dos irreverentes aos mais esquizofrênicos. "Por Amor" conta com a personalidade complexa de Branca Letícia (Susana Vieira) e as perversidades da obsessiva Laura (Vivianne Pasmanter).

Branca Letícia é uma megera assumida, mas carrega um conflito interno peculiar entre sua arrogância e sua irreverência. A madame é espirituosa mesmo quando põe em prática sua principal mania: mandar na vida dos outros. Ela é casada com Arnaldo (Carlos Eduardo Dolabella) há mais de 25 anos, mas seu coração é do namorado de adolescência Atílio (Antonio Fagundes), com quem teve um filho e mantêm em sigilo, até mesmo do ex. Branca acredita que o fruto do relacionamento seja Marcelo (Fábio Assunção), por quem não esconde a predileção. O carinho que tem por Milena (Carolina Ferraz) e Leonardo (Murilo Benício) é nitidamente contrário ao que expressa pelo primogênito. Com Milena tem uma relação de atritos, já o caçula, interpretado por Benício, é rejeitado pela mãe.

Vivianne Pasmanter dá vida às loucuras de Laura. Inconformada com o fim de seu relacionamento com Marcelo, ela persegue o rapaz para tentar conquistá-lo novamente. Maria Eduarda (Gabriela Duarte) padece com a pressão da rival, principalmente quando Marcelo é vítima de um de seus planos e Laura engravida de gêmeos. A moça é filha de Meg (Françoise Forton) e Trajano (Ricardo Petráglia), e irmã de Natália (Júlia Almeida). O casal integra a elite da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Meg é uma emergente que participa de campanhas sociais e circula para cima e para baixo com seu xodó: a cachorrinha Inès, da raça Pug, considerada a "caçulinha" da família. A personagem de Françoise Forton traz divertidos momentos à novela com suas façanhas.


MILENA E NANDO: CASAL QUE INCENDEIA

Branca Letícia (Susana Vieira) bem que tentou separar o casal, mas nada apaga a chama da paixão arrebatadora de sua filha Milena (Carolina Ferraz) e do piloto de helicópteros Nando (Eduardo Moscovis). De um lado a extrovertida jovem de classe alta. Do outro, um cara observador, simples e reservado. Filho de Lídia (Regina Braga), dona de um salão de beleza. Com o relacionamento, Manoel Carlos contrasta o preconceito entre classes sociais, a começar pelos julgamentos de Branca.

As cenas quentes do casal são embaladas pelos versos da imbatível "Palpite" (Vanessa Rangel) como tema. O hit foi consagrado e liderou as paradas das rádios na época.

Uma curiosidade da caracterização de Nando, adepto do cabelo longo, é que a ideia partiu do intérprete. Du Moscovis batalhou para o visual ser aprovado, já que acreditava que seria um diferencial entre o comportamento do personagem e o de Milena. O resultado foi bem sucedido e Nando ganhou fãs fora da tela.


MULTIPLICIDADE DE TEMAS E HISTÓRIAS QUE INSPIRAM

Dentro de um vasto universo dramatúrgico de Maneco, "Por Amor" trata assuntos polêmicos e quebra tabus com situações do dia a dia. Preconceito racial e social, alcoolismo, bissexualidade e conflitos éticos e morais estão entre os temas debatidos na novela.

O drama do alcoolismo é retratado por Paulo José com Orestes e sua luta para abandonar o vício. Ele mora com a esposa Lídia (Regina Braga), a filha Sandrinha (Cecília Dassi) e o enteado Nando (Eduardo Moscovis). É com o carinho da pequena que encontra forças para superar os problemas com a bebida. Mais um destaque é o preconceito racial presente na relação de Márcia (Maria Ceiça) e Wilson (Paulo César Grande). Mesmo casado com uma mulher negra, ele não admite a possibilidade de ter um filho que descende a cor de pele da mãe. Os dois se separam, mas o tema continua em alta com o nascimento de uma criança branca: pessoas pensam que Márcia é a babá de sua filha.

Outras tramas paralelas permeiam a novela. Sirléia (Vera Holtz) é uma ex-miss que deposita na filha Catarina (Carolina Dieckmann) a esperança de vê-la viver o que não conquistou. Sirléia é filha de Dona Leonor (Eloísa Mafalda) e é casada com Nestor (Marco Ricca) - que cultiva outra família escondido. Já o convívio do casal Virgínia (Ângela Vieira) e Rafael (Odilon Wagner) é abalado quando, de repente, o dentista revela que é bissexual.


VIVA - Canal Globosat
"Por Amor" - inédito
Estreia 8 de maio


Horário principal: segunda-feira a sábado, às 23h30
Horário alternativo: segunda-feira a sábado, às 13h30

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos