Lifetime Movies estreia produção original, baseada em fatos reais, sobre o criminoso Happy Face

 

Longa-metragem conta a história do caminhoneiro que assassinou ao menos oito mulheres nos Estados Unidos, na década de 90

 

 

 

 

 

 


No dia 3 de maio, a faixa Lifetime Movies estreia a produção original, baseada em fatos reais, O Assassino Happy Face. É a história bizarra de Keith Jesperson (David Arquette), um caminhoneiro que de 1990 a 1995 atravessou os Estados Unidos assassinando ao menos oito mulheres.

 

Um aspirante a policial que se tornou caminhoneiro depois de um casamento falido, Jesperson estrangulou sua primeira vítima após uma discussão e no dia seguinte já estava de volta à estrada. Aborrecido depois de uma mulher confessar falsamente que ela e seu namorado eram responsáveis por um de seus assassinatos, o caminhoneiro começa a insultar as autoridades enviando uma série de cartas perturbadoras para editores de jornais, até mesmo rabiscando confissões nas paredes dos postos de descanso e abastecimento das rodovias, admitindo o quanto aprecia matar suas vítimas.

 

Como pistas de seus crimes, ele provoca as autoridades deixando cartas perturbadoras e confissões mórbidas rabiscadas, assinadas com o desenho de uma cara feliz. Assim, ganha o apelido notório de Assassino Happy Face e deixa para sempre sua marca de medo e terror. Será que o FBI conseguirá pôr fim em seu rastro de morte?

 

 

O Assassino Happy Face (Happy Face Killer, 2014, EUA)

Gênero: crime, drama

Direção: Rick Bota

Elenco: David Arquette, Gloria Reuben, Daryl Shuttleworth

 

*Reapresentação sábado, 6/5, 22h

--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho