Sinal digital em SP atinge marca de 95% dos domicílios


O desligamento do sinal analógico da TV aberta na região metropolitana de São Paulo, realizado no dia 29 de março, foi considerado um sucesso. Cerca  de 95% dos domicílios já tem sinal digital, segundo dados da pesquisa do Ibope, realizada entre os dias 31 de março e 10 de abril, após o desligamento. Este resultado foi possível por conta do trabalho conjunto da Anatel, das emissoras de TV e das empresas de telecomunicações.

Na pesquisa pós-desligamento, o Ibope realizou  1.072  entrevistas em São Paulo e 1.652 nos 38 municípios vizinhos. No total, a região conta com 7,2 milhões de domicílios, na capital são 4,2  milhões e no entorno 3 milhões.  O percentual mínimo para atingir as condições de desligamento (artigo 4º da Portaria 378/2016) era de 90%, considerando uma margem de erro de três pontos percentuais.

Com o desligamento, a programação das emissoras da região de São Paulo ficou disponível somente no formato digital, que possui mais qualidade de som e imagem. Com o desligamento da TV analógica é possível a entrada em operação do Serviço Móvel Pessoal do 4G, que permite o acesso à internet móvel com mais velocidade, na faixa de 700 MHz.

Os canais abertos que tiverem o sinal analógico desligado, deverão ainda apresentar na tela, durante 30 dias, cartela informativa para que o telespectador seja informado do fim das transmissões analógicas.  Os kits continuarão a ser distribuídos por até 45 dias após o término do sinal analógico na capital paulista, como aconteceu em Brasília.

A cidade de Rio Verde (GO) foi a primeira onde o sinal analógico foi desligado, em março de 2016, ela serviu de projeto piloto para a implantação do sistema. Em Brasília e em nove municípios do entorno o desligamento ocorreu no fim de 2016.

O processo de digitalização total da TV aberta brasileira é coordenado pelo Gired (Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV) e executado pela EAD (Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e  Digitalização de Canais de TV e RTV), associação sem fins lucrativos, composta por empresas de telefonia móvel.

Goiânia 

Está marcado para o dia 31 de maio o desligamento do sinal analógico em Goiânia (GO) e em mais 28 municípios. Estão sendo distribuídos 280 mil kits  para as famílias inscritas no programas sociais do governo. O kit é composto por uma antena, um conversor do sinal analógico para o sistema digital e um controle remoto. Os equipamentos devem ser ligados em televisões que não tenham receptor de sinal digital integrado. As famílias cadastradas nos programas sociais do governo federal têm direito a receber gratuitamente os conversores. Essas famílias recebem também treinamento para instalar os equipamentos.

Além de Goiânia, será desligado o sinal analógico em mais 28 municípios: Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis,  Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas , Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás e Trindade.

--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos