Sinal digital em SP atinge marca de 95% dos domicílios


O desligamento do sinal analógico da TV aberta na região metropolitana de São Paulo, realizado no dia 29 de março, foi considerado um sucesso. Cerca  de 95% dos domicílios já tem sinal digital, segundo dados da pesquisa do Ibope, realizada entre os dias 31 de março e 10 de abril, após o desligamento. Este resultado foi possível por conta do trabalho conjunto da Anatel, das emissoras de TV e das empresas de telecomunicações.

Na pesquisa pós-desligamento, o Ibope realizou  1.072  entrevistas em São Paulo e 1.652 nos 38 municípios vizinhos. No total, a região conta com 7,2 milhões de domicílios, na capital são 4,2  milhões e no entorno 3 milhões.  O percentual mínimo para atingir as condições de desligamento (artigo 4º da Portaria 378/2016) era de 90%, considerando uma margem de erro de três pontos percentuais.

Com o desligamento, a programação das emissoras da região de São Paulo ficou disponível somente no formato digital, que possui mais qualidade de som e imagem. Com o desligamento da TV analógica é possível a entrada em operação do Serviço Móvel Pessoal do 4G, que permite o acesso à internet móvel com mais velocidade, na faixa de 700 MHz.

Os canais abertos que tiverem o sinal analógico desligado, deverão ainda apresentar na tela, durante 30 dias, cartela informativa para que o telespectador seja informado do fim das transmissões analógicas.  Os kits continuarão a ser distribuídos por até 45 dias após o término do sinal analógico na capital paulista, como aconteceu em Brasília.

A cidade de Rio Verde (GO) foi a primeira onde o sinal analógico foi desligado, em março de 2016, ela serviu de projeto piloto para a implantação do sistema. Em Brasília e em nove municípios do entorno o desligamento ocorreu no fim de 2016.

O processo de digitalização total da TV aberta brasileira é coordenado pelo Gired (Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV) e executado pela EAD (Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e  Digitalização de Canais de TV e RTV), associação sem fins lucrativos, composta por empresas de telefonia móvel.

Goiânia 

Está marcado para o dia 31 de maio o desligamento do sinal analógico em Goiânia (GO) e em mais 28 municípios. Estão sendo distribuídos 280 mil kits  para as famílias inscritas no programas sociais do governo. O kit é composto por uma antena, um conversor do sinal analógico para o sistema digital e um controle remoto. Os equipamentos devem ser ligados em televisões que não tenham receptor de sinal digital integrado. As famílias cadastradas nos programas sociais do governo federal têm direito a receber gratuitamente os conversores. Essas famílias recebem também treinamento para instalar os equipamentos.

Além de Goiânia, será desligado o sinal analógico em mais 28 municípios: Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis,  Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas , Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás e Trindade.

--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho