Em rara aparição na TV, Rita Lee está no ‘Conversa com Bial’ desta quarta-feira

 

Quanta história cabe em mais de 50 anos de carreira? E em 69 anos de vida? Cabe muita coisa, muita gente, muitos sonhos – vividos e sonhados. "Rainha", como é chamada por Pedro Bial, Rita Lee abre uma exceção em sua vida – agora bastante reclusa – e chega ao 'Conversa com Bial' desta quarta-feira, dia 3, para reviver algumas memórias que estão em sua autobiografia e também registradas em arquivos da televisão. Assim como os cabelos vermelhos, ficaram para trás também algumas ideias, alguns pensamentos.

 

Ao repetir uma pergunta feita à cantora em 1985 ("O que é uma atitude rock'n'roll?"), o apresentador ouve uma resposta inesperada. "Atitude rock é cuidar da minha horta, dos tomatinhos, da alface, da couve, do rabanete", afirma Rita, com a maior tranquilidade. "Lá em casa, eu cuido dos bichos e da faxina. O Roberto cuida das plantas e é o cozinheiro", explica a artista a respeito da rotina que adotou desde que deixou os palcos, em 2012. "Eu componho ainda. Não larguei a música, só larguei o palco. Pulei mais de 50 anos, tá bom, né?!"

 

Por mais que não tenha tido a intenção de, a priori, fazer um livro de suas memórias, o projeto de colocar no papel as histórias da vida pessoal e da carreira não poderia ter dado mais certo. "Achei que ninguém fosse ler. Eu escrevia no meu iPad o que ia puxando da memória, mas nunca pensei em lançar. Fiz daquilo um diário e fui pegando gosto de lembrar das coisas. Exorcizei alguns dramas, ri das coisas que fiz. E eu esculacho pra chuchu!", conta Rita ao ouvir o comentário de Bial sobre o fato de ela não ter poupado nem mesmo alguns assuntos considerados mais polêmicos, como o caso do estupro vivido na infância e todas as experiências com drogas. "Estou limpa há 11 anos, desde que minha neta nasceu. Canalizei minha energia e estou achando muito louco esse negócio de ser careta", completa, arrancando risos da plateia.

 

Em um outro tipo de viagem, desta vez pelo tempo, Rita Lee traz ao programa algumas peças de acervo pessoal que ela mantém no sótão de sua casa. Vestidos usados em clipes e capas de discos estão no palco, enquanto são exibidas as imagens de referência de cada um deles no telão. Já que é para relembrar, a banda do programa aproveita e toca trechos dos grandes sucessos da cantora, sempre acompanhada pelo coro da plateia. De presente para os fãs, a rainha ainda arrisca alguns passos de rock'n'roll e mostra que tem, ainda, muita história por fazer, seja onde for.

 

Exibido após o 'Jornal da Globo', 'Conversa com Bial' tem direção artística de Monica Almeida e direção de conteúdo de Ingo Ostrovsky.

 

Foto - Rita Lee e Pedro Bial  Crédito - Globo/Guilherme Samora

 

--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos