“TENHO MUITO ORGULHO DAS NOVELAS QUE ESCREVI”, DIZ AGUINALDO SILVA NO “DONOS DA HISTÓRIA”


Autor destaca sucesso de "Tieta" e revela sua inspiração para criar Nazaré, de "Senhor do Destino", em entrevista que vai ao ar neste domingo, no VIVA

Antes de descobrir a vocação como autor, Aguinaldo Silva era jornalista. No episódio de "Donos da História" que o VIVA exibe neste domingo, dia 14 de maio, às 18h30, o convidado recorda momentos marcantes da carreira, comenta obras e personagens icônicos – como "Tieta" (1989), no ar no canal –, e descreve sua história desde a infância, na cidade de Carpina, em Pernambuco.

O estilo de criação de Aguinaldo em suas obras tem duas marcas registradas: as vilãs icônicas e o realismo fantástico. Ao programa, comenta a inspiração para a criação de uma de suas principais antagonistas: Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), de "Senhora do Destino" (2004), em exibição no "Vale a Pena Ver de Novo", na Globo. "Quando resolvi criá-la, precisava de uma vilã que fosse poderosa e, ao mesmo tempo, bem humorada, engraçada, para cima. E, claro, que fizesse as maiores sandices! Ela mata três ou quatro pessoas. Preciso me apoiar, me inspirar em alguém. Então, tinha uma figura na vida real na qual me inspirei vagamente, mas no que me inspirei mesmo foi nos desenhos animados do 'Tom & Jerry'. Aquele negócio do gato que faz de tudo para acabar com o rato, mas sempre se dá mal. A Nazaré é um pouco assim, ela faz tudo para destruir a Maria do Carmo (Susana Vieira), já que ama realmente a filha que roubou. Só que ela nunca consegue chegar lá.". O autor ainda destaca o final da personagem como emblemático. "Ela se joga porque percebe que nunca vai ganhar. É o único momento triste dela. O problema é que a gente não sabe se ela morreu ou não… Era uma personagem bem humorada até na morte!", brinca Aguinaldo.

Ao longo da entrevista, o homenageado faz um balanço da carreira e analisa: "Ainda me considero mais jornalista que novelista. Quando eu era repórter, as novelas eram exibidas exatamente no horário que eu estava no jornal. Nunca me passou pela cabeça, nunca foi um projeto de vida meu, escrever novelas. Nem mesmo ir para a televisão. Acho que minhas novelas tinham objetividade que se derivou do jornalismo que pratiquei durante 18 anos. Mas a novela me proporcionou uma visão do mundo muito mais descontraída, muito mais a médio e longo prazo. Quando você escreve uma trama, você está sempre de olho no futuro dela. Tenho muito orgulho das novelas que escrevi. E, se puder fazer mais algumas, com o mesmo empenho, ficarei ainda mais orgulhoso.".

O programa reúne depoimentos de atrizes que fazem parte da carreira do autor: Renata Sorrah, Lilia Cabral e Betty Faria. No ar no VIVA como a protagonista de "Tieta", um dos papeis mais icônicos de sua trajetória profissional, Betty comenta: "A personagem foi um presente que Zélia [Gattai] me deu quando Jorge Amado estava escrevendo o livro. Ela disse que um dia eu poderia viver a Tieta e me indicou. E a adaptação do Aguinaldo foi genial, inesquecível! É uma sorte para uma atriz ter Tieta na vida, chegando aos 50 anos. Já estava com uns 40 e poucos anos, aquilo ali foi uma beleza.".

SOBRE "DONOS DA HISTÓRIA"
 
A série dá continuidade ao sucesso de "Damas da TV" (2013) e "Grandes Atores" (2014). Também idealizado por Hermes Frederico, o projeto homenageia alguns dos mais emblemáticos escritores brasileiros da televisão, criadores de clássicos e personagens inesquecíveis, que marcam a teledramaturgia brasileira.

"Donos da História" resgata as recordações e aborda as trajetórias dentro e fora da telinha de consagrados autores: Aguinaldo Silva, Antonio Calmon, Benedito Ruy Barbosa, Gilberto Braga, João Emanuel Carneiro, Manoel Carlos, Maria Adelaide Amaral, Miguel Falabella, Ricardo Linhares, Silvio de Abreu, Walther Negrão e da dupla Duca Rachid e Thelma Guedes. 

A cada semana, um convidado conta sua história para as câmeras, em depoimentos repletos de emoção e revelações. As memórias profissionais e pessoais desse time renomado ainda são recordadas por declarações especiais de diretores e atores parceiros, que participam da história de cada um deles: Arlete Salles, Ary Fontoura, Betty Faria, Dennis Carvalho, Fernanda Montenegro, Gloria Pires, Juliana Paes, Laura Cardoso, Lília Cabral, Malu Mader, Mateus Solano, Ney Latorraca, Paolla Oliveira, Regina Duarte, Renata Sorrah, Taís Araújo, entre outros.

Além de idealizador do projeto, Hermes Frederico é coprodutor, roteirista e comanda as entrevistas da série por trás das câmeras. Ele é professor de comunicação oral na PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), um dos diretores da CAL (Casa das Artes de Laranjeiras) e da Faculdade CAL, e produtor de peças teatrais. "Donos da História" tem direção de Bernardo Portugal e produção da SeuFilme, em parceria com o VIVA. 

* "Donos da História" também poderá ser assistido pelo VIVA Play e pelas plataformas VOD das operadoras NET, VIVO e Oi. Os episódios serão disponibilizados sempre no dia seguinte à exibição na TV. 
 

VIVA - Canal Globosat
"Donos da História" - Aguinaldo Silva - inédito

Horário principal: 
domingo, dia 14 de maio, às 18h30
Horários alternativos: sábado, dia 20 de maio, às 18h30; domingo, dia 21 de maio, às 18h; e sábado, dia 27 de maio, às 18h

Classificação: Livre

--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos