Série “Fé na Batida” faz radiografia de danças urbanas

Co-produção do Arte 1 com a Giros estreia em 23 de junho

Com seis episódios, a série "Fé na Batida", uma co-produção do canal Arte 1 com a produtora Giros, estreia dia 23 de junho, às 19h. A produção revela as experiências de dançarinos profissionais que dedicam a vida aos estilos de danças urbanas mais praticados no Brasil apresentando informações históricas, curiosidades e técnicas específicas de cada um.

"Fé na Batida leva o espectador do Arte1 para ruas e praças onde vibra a dança urbana brasileira", afirma Luciano Cury, diretor de conteúdo do Arte 1. 

Dirigida pela cineasta e coreógrafa americana Jocelyn Edelstein, a série tem direção geral de Belisario Franca e Bianca Lenti, e apresenta ao público cada estilo, ao mesmo tempo em que destaca profissionais inspirados pela dança.

Considerado o fenômeno criador das danças urbanas, o hip hop é o tema do episódio de estreia. Nascido na agitação de comunidades de imigrantes jamaicanos, latinos e afroamericanos em Nova Iorque, o Hip Hop é um grande movimento cultural. A série acompanha os dançarinos profissionais André Feijão, Luciana Monnerat, Anyel Aram e Bruninho IQFenix vivendo essa paixão pelo estilo à sua maneira.

O house é o tema do segundo episódio, com Hugo, Danilo e Josh, que têm a vida marcada pela presença da dança. Da Jamaica para os quadris de dançarinos do Rio de Janeiro e de Duque de Caxias, o dancehall é o estilo abordado no terceiro episódio. Bruno Duarte, Mayckon Almeida e Bárbara Lima abrem suas vidas e seus treinos para conhecermos mais sobre o krump, uma das mais novas vertentes das danças urbanas e tema do quarto episódio.

Dos bailes funk do Rio de Janeiro para o mundo, o passinho, estilo genuinamente brasileiro, é o tema do quinto episódio, que conta com a presença de Marcelly, Kinho e Cebolinha do Passinho. E os dançarinos Marcus Azevedo, Eduardo Gonçalves e Jucilene Silva, são os nomes que conduzem o sexto e último episódio da série, sobre o c harme.

"Esta série permite ao espectador fazer contato com a dança através de dois canais diferentes, a experiência vivida de dançarinos inspirados e inspiradores e o contexto histórico e técnico de cada estilo, que é único", finaliza a diretora americana.

--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho