DETETIVE VETERANO REVELA BASTIDORES DE INVESTIGAÇÕES EM SÉRIE INÉDITA





 
 
Garry McFadden narra casos emblemáticos da carreira como um dos mais precisos investigadores dos Estados Unidos
 
 

Cena do primeiro episódio

Garry McFadden é detetive de polícia com a habilidade de "ler" as ruas: observador perspicaz, ele consegue pinçar nas conversas das esquinas e no contato direto com as pessoas as evidências que desvendam a autoria de crimes brutais. Assim, indo aonde for necessário em busca da justiça, McFadden solucionou mais de 90% dos 700 crimes que investigou ao longo de seus 35 anos de carreira.

Os métodos pouco ortodoxos de McFadden fazem dele um detetive especializado em casos de grande complexidade, temido por suspeitos e conhecido como o SR. HOMICÍDIO (I am Homicide) – o codinome também dá o título da série inédita que o Investigação Discovery exibe a partir de quarta-feira, 19 de julho, às 22h20.

Em seis episódios de uma hora, a produção revive os casos emblemáticos da carreira de McFadden, narrados por ele próprio e reconstituídos com dramatizações, imagens e arquivos audiovisuais que fizeram parte do inquérito. Entrevistas com os colegas de McFadden e pessoas ligadas às vítimas também fazem parte da série.

SR. HOMICÍDIO mostra a perspectiva pessoal do detetive ao revisitar os crimes que ele solucionou: as lembranças sobre o início dos casos, a difícil comunicação aos familiares das vítimas, surpresas e reviravoltas, e a importância do traquejo e experiência para levar as investigações ao desfecho desejado, com o culpado atrás das grades.                                                                                     

Em busca de pistas, McFadden sempre recorre ao trabalho de campo. A combinação de faro aguçado, coragem e conhecimento o transformaram em uma instituição da policia de Charlotte, na Carolina do Norte; a cidade é o grande centro do estado, possui bairros violentos, trafico atuante e muitos homicídios por resolver.

"Nós não temos horário", diz McFadden. "Quando somos comunicados a respeito de uma ocorrência, precisamos ser os primeiros a chegar à cena do crime, antes que evidências sejam perdidas". No meio do descanso, na folga, na madrugada, McFadden deve estar a postos.

Veterano atuante há mais de três décadas na força policial da cidade, McFadden conhece as dinâmicas e ameaças de Charlotte e segue na incansável missão de combater o crime e levar algum conforto emocional aos familiares da vítima, sem dar sinais de que pretende se aposentar.

O primeiro episódio da série retorna a outubro de 2006, quando o adolescente Travis Davis, então com dezessete anos, foi alvejado enquanto esperava um ônibus. O assassinato destruiu a carreira promissora de Travis como atleta de futebol americano e levou McFadden novamente a uma das vizinhanças mais violentas da cidade.

A primeira impressão de McFadden é que o homicídio foi motivado por razões pessoais: foram vários os disparos e a cena do crime, o terreno nos fundos de uma igreja, parecia ligada a história de devoção religiosa da vítima. O jovem Travis tinha idade aproximada à do filho de McFadden, o que fez o caso tomar proporções especiais para o detetive. Descobrir quem matou Travis Davis tornou-se uma questão de honra para McFadden.

SERVIÇO

SR. HOMICÍDIO (I am Homicide)

Estreia: quarta-feira, 19 de julho, às 22h20

Classificação indicativa: 14 anos

--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos