ANIMAL PLANET REVELA COM EXCLUSIVIDADE OS BASTIDORES DO FILME “ROAR”


 
 
 
Documentário tem acesso a arquivos conservados pelos filhos do diretor Noel Marshall e combina imagens inéditas a entrevistas com membros da equipe
 
 
 
 
Doron Kauper, diretor-assistente do filme
 
Era 1981 quando Roar, longa-metragem do diretor Noel Marshall, foi lançado. A premissa do filme era audaciosa: colocar a própria família de Marshall em meio a felinos selvagens para desenvolver um roteiro de ficção. 36 anos depois, com a estreia de O FILME MAIS PERIGOSO DE TODOS OS TEMPOS: BASTIDORES (Roar: Behind the Film), na quinta-feira, 5 de outubro, às 21h30, o Animal Planet desvenda os bastidores insólitos das filmagens, traz entrevistas exclusivas e imagens de making of inéditas.
 
Por 11 anos, Marshall, sua esposa, a atriz Tippi Hedren (protagonista de OsPássaros, de Alfred Hitchcock); e seus filhos, entre eles a atriz Melanie Griffith, produziram o filme e, para isso, viveram na companhia de 150 felinos selvagens – entre leões, tigres, guepardos e leopardos. A ideia de Marshall e Hedren surgiu em uma visita que o casal fez à África, em 1969 – desde então, o excêntrico clã dos Marshall passou a adotar, resgatar e comprar felinos, para criar seu próprio "elenco".  
 
Marshall estava convencido de que humanos e grandes felinos poderiam conviver harmoniosamente. O filme, seu grande projeto, serviu para convencer-lhe do contrário. Relançada nos Estados Unidos, em 2015, a edição de Roar traz a seguinte inscrição na imagem de capa: 'nenhum animal foi ferido durante as gravações, mas 70 membros da equipe foram'.
 
Com uma hora de duração, o documentário traz depoimentos exclusivos de John e Jerry Marshall, filhos de Noel Marshall que estiveram presentes nas filmagens e foram responsáveis pela conservação dos rolos de filme por mais de três décadas, incluindo aqueles com cenas que ficaram de fora da edição e que o documentário revela com exclusividade.
 
Também fala às câmeras Doron Kauper, o diretor-assistente que viu o exato momento em que uma leoa escalpelou o cinegrafista Jan de Bont – o câmera estava sob uma rede camuflada captando imagens das felinas, quando uma delas ficou curiosa para saber o que havia debaixo do tecido. Foram necessários 220 pontos para recompor o couro cabelo de Bont.
 
"É surpreendente que ninguém tenha morrido", diz John Marshall enquanto revive as memórias de RoarO FILME MAIS PERIGOSO DE TODOS OS TEMPOS: BASTIDORES.
 
 
SERVIÇO
 
O FILME MAIS PERIGOSO DE TODOS OS TEMPOS: BASTIDORES
(Roar: Behind the Film)
Estreia: quinta-feira, 5 de outubro, às 21h30
Classificação indicativa: 14 anos


--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho