RAÍ RECEBE CONVIDADOS COMO OTTO E SORÍN EM NOVA EDIÇÃO DA “MOSTRA CINEFOOT’, QUE ESTREIA DIA 5, NO CANAL BRASIL

MostraCineFoot_fotoAlineArruda_28-Baixa


 
Acostumado ao posto de capitão dentro de campo, o ex-jogador Raí demonstra toda a sua desenvoltura e seu conhecimento sobre futebol na condução de mais uma edição da "Mostra Cinefoot", no Canal Brasil. A programação especial estreia na quinta-feira, dia 5 de outubro, às 19h, e segue por todas as quintas do mês, até o dia 26.
 
Nesta temporada os debates serão no formato mesa-redonda, gravados no Museu do Futebol, em São Paulo. Raí, o eterno camisa 10, ídolo do São Paulo, e campeão mundial pela seleção brasileira em 1994 analisa os títulos selecionados por Antonio Leal, o idealizador e diretor do evento, ao lado de jornalistas e torcedores fervorosos como o cantor Otto, o apresentador Paulo Bonfá, o ex-jogador Sorín, e os jornalistas Mauro Beting e Mauricio Noriega, entre outros.
 
Entre as obras escolhidas, documentários, curtas, médias e longas-metragens como "João Saldanha" (2011), "Três no Tri" (2011), "Dossiê 50: Comício a Favor dos Náufragos" (2013), "Rivellino" (2011), "Maracanã — Templo das Emoções" (2013), "Geral" (2010), "Os Boias-Frias do Futebol" (2015), "A Incrível Volta ao Mundo do Tricolor Suburbano" (2013), "Unido Vencerás 2 — Uma História Diferente" (2006) e "Juventus Rumo a Tóquio" (2009).
 
"JOÃO SALDANHA" (2011) (94')
Horário: Quinta-feira, dia 5 de outubro, às 19h
Classificação: Livre
Direção: André Iki Siqueira e Beto Macedo
Sinopse: Os diretores reconstroem a trajetória de um personagem polêmico e marcante do Brasil no século 20: o jornalista, treinador de futebol e comentarista esportivo João Saldanha. Em comum aos cargos exercidos, estão a paixão e a ideologia das quais não abria mão em qualquer circunstância. Gaúcho de nascimento, testemunhou quando menino as disputas políticas no Rio Grande do Sul e viveu o ambiente doméstico de militância de seus familiares. Ao se mudar para o Rio de Janeiro nos anos 30, viu as transformações da então capital federal e se identificou plenamente. Nas areias da praia de Copacabana, fez amigos, conquistou mulheres e jogou ao lado de Heleno de Freitas e do mitológico Neném Prancha.
 
O Botafogo sempre foi sua maior paixão. Foi dirigente e técnico do clube, comandando um time para lá de vitorioso cujos craques Garrincha e Nilton Santos fazem parte da história do futebol mundial. Combativo, audacioso e sempre ligado aos ideais da esquerda, viveu o conflito de aceitar montar a seleção brasileira que viria a ser campeã mundial na Copa de 1970 e ter de aceitar os "pitacos" do general Emílio Garrastazu Médici em sua escalação. Se recusou e acabou sendo substituído por Zagallo. Corajoso ao não contemporizar mesmo diante da cúpula militar entranhada em todos os setores, deixou a carreira de treinador e passou a comentarista de televisão. Com seu jeito durão, acabou por ser o pioneiro da informalidade da crônica esportiva.
 
 "TRÊS NO TRI" (2011) (15')
Horário: Quinta-feira, dia 5 de outubro, às 20h34
Classificação: Livre
Direção: Eduardo Souza Lima
Sinopse: México, 1970. Pelé faz o gol da virada contra a Tchecoslováquia e garante a vitória que levaria o Brasil rumo ao tricampeonato. Junto a outras centenas de fotógrafos, Orlando Abrunhosa registra o momento e imortaliza o feito em uma das fotos mais reproduzida mundo afora. O documentário entrevista o autor da emblemática imagem futebolística, desvendando os bastidores do dia que marcou para sempre sua carreira e a trajetória da seleção brasileira. Abrunhosa relembra a história e repercussão da sua fotografia na mídia, fala sobre a polêmica dos direitos de imagem e revela quais são seus maiores sonhos.
 
"DOSSIÊ 50 — COMÍCIO A FAVOR DOS NÁUFRAGOS" (2013) (82')
Horário: Quinta-feira, dia 12 de outubro, às 19h
Classificação: Livre
Direção: Geneton Moraes Neto
Sinopse: Fruto de uma grande reportagem de Geneton Moraes Neto (TV Globo e Globonews), o filme é uma chance rara de ouvir todos os 11 titulares que disputaram no gramado do Maracanã, no dia 16 de julho de 1950, o jogo mais dramático da história da seleção brasileira: a decisão da Copa do Mundo contra o Uruguai, diante da maior plateia até hoje reunida num estádio. Durante anos, essa geração de craques sofreu carregando o estigma de traidores simplesmente porque não venceram a partida. A íntegra das conversas deu origem ao livro homônimo, também de Geneton.
 
"RIVELLINO" (2011) (16')
Horário: Quinta-feira, dia 12 de outubro, às 20h22
Classificação: 14 anos
Direção: Marcos Fábio Katudjian
Sinopse: Em uma mistura de suspense e comédia, o curta-metragem estrelado por Djair Guilherme e Eduardo Semerjian conquistou o prêmio especial do júri no Festival de Cinema de Gramado em 2012. O filme narra o reencontro de um ex-presidiário com o promotor que lhe botou na cadeia, dentro de um ônibus intermunicipal. Na busca por vingança, tomado por fúria e ressentimento, ele jura o advogado de morte, mas suas más intenções são frustradas quando o ex-jogador Rivellino, de quem ambos são fãs, entra no mesmo ônibus dos protagonistas. A partir daí o que poderia ter um fim trágico, torna-se uma lembrança dos melhores momentos do "Patada Atômica" em campo.
 
"MARACANÃ — TEMPLO DAS EMOÇÕES" (2013) (90')
Horário: Quinta-feira, dia 19 de outubro, às 19h
Classificação: Livre
Direção: Gerhard Schick
Sinopse: Numa coprodução entre Brasil e Alemanha, o documentário narra a história do grande templo do futebol mundial – o estádio do Maracanã. Protagonista de tantos momentos emblemáticos e caldeirão de emoções coletivas, muitos o consideram um lugar sagrado. Sua construção teve início em agosto de 1948 para receber a Copa dois anos depois, a primeira após a Segunda Guerra. O "Maior do Mundo", como foi apelidado, tinha um significado simbólico – era a revelação do país para a comunidade internacional. O sonho transformou-se em pesadelo quando o improvável aconteceu: o Brasil perdeu para o Uruguai na final e um assombroso silêncio tomou conta do local. A película traz uma entrevista com o artilheiro uruguaio Alcides Edgardo Ghiggia, autor do gol do título e o único jogador daquela partida ainda vivo, além da viúva do arqueiro Barbosa, considerado o "culpado".
 
"GERAL" (2010) (15')
Horário: Quinta-feira, dia 19 de outubro, às 20h30
Classificação: 12 anos
Inédito e exclusivo
Direção: Anna Azevedo
Sinopse: Com uma carreira de sucesso em festivais, o documentário ganhou destaque e garantiu vitória em diferentes categorias no Festival Internacional de Cinema Feminino, Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro, Cine PE e Festival Internacional de Documentários do Irã. Tendo o Maracanã como cenário da obra, o documentário mostra a importância da Geral, área mais popular do estádio, para os torcedores cariocas. Filmado nos cinco últimos jogos que precederam o fim do icônico setor, o curta acompanha a paixão dos torcedores, conhecidos como geraldinos, pelo lugar. Em um espetáculo recheado de alegria, tensão, êxtase e fúria, os frequentadores relembram histórias vividas ali e compartilham suas emoções em imagens inesquecíveis.
 
"OS BOIAS-FRIAS DO FUTEBOL" (2015) (15')
Horário: Quinta-feira, dia 26 de outubro, às 19h
Classificação: Livre
Direção: Luciano Pérez Fernández
Sinopse: Vencedor do prêmio de melhor curta do Cinefoot em 2015, a obra também garantiu o título de melhor curta e melhor curta-metragem estrangeiro no Football Film Festival da Austrália. Promessas não cumpridas, jornadas duplas de trabalho, faltam de estrutura, contratos fictícios e um curto calendário anual. Essa é a dura realidade de aproximadamente 12 mil atletas das divisões de base do futebol brasileiro.  Produzido para o canal Futura, o documentário mostra a realidade de um esporte tão popular, que foi esquecida atrás do holofote dos clubes milionários. Filmado durante a Copa de 2014, o curta revela os sonhos e incertezas vividos por dois jogadores da série C do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro.
 
"A INCRÍVEL VOLTA AO MUNDO DO TRICOLOR SUBURBANO" (2013) (24')
Horário: Quinta-feira, dia 26 de outubro, às 19h15
Classificação: Livre
Direção: Felipe Nepomuceno e Pedro Von Krüger
Sinopse: No ano de 1961, o empresário português José da Gama, então presidente do Madureira Esporte Clube, iniciou uma excursão com o time por diversos países. O curta é produzido a partir das memórias dos ex-jogadores que participaram dessa "volta pelo mundo". Eles enfrentaram algumas equipes no Japão, Irã, Bélgica, Colômbia, Estados Unidos, Itália, Costa Rica e na antiga União Soviética, em tempos de Guerra Fria. Ainda na aventura, passaram por Cuba, onde encontraram Che Guevara, e pela China, então sob o regime comunista, sendo o primeiro representante das Américas a jogar por lá.
 
"UNIDO VENCERÁS 2 — UMA HISTÓRIA DIFERENTE" (2006) (10')
Horário: Quinta-feira, dia 26 de outubro, às 19h39
Classificação: 12 anos
Direção: Pedro Asbeg
Sinopse: Dando continuidade ao tema, Pedro Asbeg revela a felicidade dos torcedores do América a poucos minutos do time disputar a final da Taça Guanabara de 2006, contra o Botafogo, 24 anos após a conquista do último título do clube. Ocupando boa parte do anel superior das arquibancadas do Maracanã, os americanos saem na frente, mas sofrem uma virada. Apesar disso, o cineasta embarca na fantasia e proporciona um final alternativo para a partida.
 
"JUVENTUS RUMO A TÓQUIO" (2009) (16')
Horário: Quinta-feira, dia 26 de outubro, às 19h49
Classificação: Livre
Direção: Andréa Kurachi, Helena Tahira e Rogério Zagallo
Sinopse: Nascido no tradicional bairro paulista da Mooca, o Juventus disputou, em novembro de 2007, uma partida decisiva contra o Linense (clube vindo da cidade de Lins, também em São Paulo), na final da Copa Federação Paulista daquele ano. O curta acompanha o jogo que daria ao campeão o direito de disputar a Copa Brasil daquele ano e mostra a emoção dos torcedores numa partida eletrizante e cheia de surpresas.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho