Curta-metragem premiado Eu não Quero Voltar Sozinho aborda as descobertas de um garoto cego


 
Vencedor de mais de 30 prêmios, no Brasil e no exterior, o filme será exibido no SescTV, no dia 12/10, quinta-feira, às 21h


Foto: Divulgação.
 
O curta-metragem brasileiro Eu não Quero Voltar Sozinho (2010, 17min.), dirigido por Daniel Ribeiro, conta a história de Leo, um adolescente cego que tem sua vida transformada com a chegada de um novo colega de classe, Gabriel. O filme vai ao ar no SescTV no dia 12/10, quinta-feira, às 21h, na série Diferente Como Todo Mundo, que tem curadoria de Zita Carvalhosa (assista também em sesctv.org.br/avivo). As produções apresentadas na série participaram, em épocas distintas, do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, fundado por Zita, e mostram vidas de pessoas com deficiências físicas ou mentais. 
 
No curta, Leo é amigo de Giovanna, sua guia e confidente de anos, cujo sentimento pelo jovem cego vai além de mera afeição. Porém, a amizade dos dois fica estremecida com a chegada de Leonardo, que volta para casa com eles.  Nesse vai e vem de seus trajetos, Leo se aproxima mais de Gabriel, provocando ciúmes em Giovanna.
 
O filme recebeu mais de 30 prêmios em diversas cidades do Brasil e do exterior. Dentre elas estão: São Paulo – SP; Vitória – ES; Santiago – RS; Los Angeles e Filadelfia, nos Estados Unidos; Buenos Aires, na Argentina; Lisboa, em Portugal; Cardiff, na Inglaterra; e Paris, na França.  A produção também deu origem ao longa Hoje Eu não Quero Voltar Sozinho (2014, 1h36min), do mesmo diretor. 
 
 
Sobre Diferente Como Todo Mundo:
 
É uma série inédita na televisão, que retrata personagens com deficiências físicas e mentais, sendo protagonistas de suas próprias histórias. Os filmes apresentados participaram, em épocas distintas, do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo – fundado por Zita Carvalhosa, em 1989, com correalização do Sesc desde 1996. O recorte é exibido com exclusividade pelo canal e conta com 20 produções brasileiras. A série surgiu a partir de programa de mesmo nome, que integrou a 27ª edição do festival, em 2016, em parceria com o Festival Internacional do Filme, em Cannes, na França.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos