A aids é tema de três documentários no SescTV


 
As produções irão ao ar no Dia Mundial de Luta contra a Aids (1º de dezembro)


Documentário: Aids 30 anos: As Respostas das ONGs no Mundo. Semi Bertine. Foto: Frame divulgação.
 
O SescTV exibe no Dia Mundial de Luta contra a Aids (1º de dezembro) documentários que abordam a síndrome e o vírus HIV. Às 11h, Aids: as Respostas das ONGs no Mundo! (2014, 40 min.), dirigido por Pedro J. Duarte, mostra os bastidores da 20ª Conferência Internacional de Aids em Melbourne, realizada em 2014;  e às 16h, Aids 30 anos: As Respostas das ONGs no Mundo( 2012, 52 min.) dirigido por Alcinone Alves, discute as mudanças que vem acontecendo no comportamento das pessoas e nas políticas públicas de saúde a partir do reconhecimento do vírus HIV há mais de três décadas. Estas duas produções têm concepção e entrevistas de Roseli Tardelli.  Às 23hMemórias Contemporâneas apresenta o filme Derek, (2008, 78 min.), dirigido pelo cineasta londrino Isaac Julien, que faz uma homenagem ao importante cineasta britânico Derek Jarman. Esta produção traz depoimentos de Isaac e integra a série Videobrasil na TV, que tem direção para TV de Jasmin Pinho e Marco Del Fiol e curadoria e direção geral de Solange Farkas (Assista também em sesctv.org.br/avivo).
 
A produção Aids: as Respostas das ONGs no Mundo!, concebida pela jornalista Roseli Tardelli, apresenta as ações de ativistas de todo o mundo - que participaram da conferência em Melbourne - para a prevenção, conscientização e combate ao vírus. Eles falam sobre seus envolvimentos nessas atuações, sobre programas sociais e desafios que enfrentam; sobre a importância de educarem e conscientizarem suas comunidades para prevenção do vírus e redução do preconceito. Dentre os entrevistados estão portadores de HIV/Aids, pessoas que tiveram vítimas da epidemia em sua família, simpatizantes da causa e profissionais da saúde. 
 
No documentário Aids 30 Anos: as Respostas das ONGs no Mundo, Organizações Não Governamentais - que desenvolvem diferentes trabalhos por todo o mundo -  tratam de questões como preconceito, falta de informação e de políticas públicas de combate ao contágio do vírus. A produção, organizada também por Tardelli, ressalta os países que se encontram em situações vulneráveis ao vírus e a conscientização a respeito da Aids, destacando seus principais problemas e soluções. Além disso, traz depoimento da cientista francesa Françoise Barré-Sinoussi, ganhadora do prêmio Nobel de Medicina 2008 por descobrir o vírus HIV. 
 
Fechando a programação, no episódio Memórias Contemporâneas, da série Videobrasil na TV, Isaac Julien comenta seu filme Derek, sobre a arte underground de Derek Jarman, que criava montagens vibrantes a partir de imagens e ideias. Ao longo de sua carreira, o cineasta britânico trabalhou em parceria com outros artistas e músicos, tais como o bailarino Michael Clarke e a banda Smiths. Para Isaac, o documentário é um resgate à memória de Derek, cuja trajetória é marcada também pelo ativismo gay. A produção exibe, ainda, entrevista com o Derek, gravada em 1991, quando foi diagnosticado com Aids. 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho