ARQUIVOS SECRETOS DE ASTRONAUTA PODEM DAR ACESSO A TESOUROS SUBMERSOS

 

Série inédita acompanha pupilo de Gordon Cooper em missão para averiguar validade dos mapas; astronauta fez indicações para o que seriam grandes quantidades de metal no mar do Caribe

 
 

Cena da série

Um complexo mapa do tesouro feito por um astronauta há mais de 40 anos, mantido em segredo absoluto por todas essas décadas, e um homem obstinado a averiguar a validade das indicações que nele são encontradas: assim tem início a expedição registrada por TESOURO VISTO DO ESPAÇO(Cooper's Treasure), série que o Discovery estreia no domingo, 19 de novembro, às 23h10.

O astronauta Gordon Cooper confiou seu maior segredo ao pupilo Darrell Miklos. Hoje, depois de se tornar um mergulhador experiente, Miklos pode dar continuidade ao projeto secreto de seu mentor – iniciado na década de 1960, quando todos os astronautas do Projeto Mercury ostentavam aura de celebridades, condecorados e vistos como heróis pela população americana. Com jeito de galã, Gordon Cooper era o mais jovem e também o que mais chamava a atenção no grupo, pela postura ousada e intrépida.

O perfil aventureiro de Cooper não serviria apenas à NASA. Em uma de suas principais missões, a última do Projeto Mercury, Cooper monitorou diversas regiões do planeta a partir do espaço em um voo que durou 24 horas. O objetivo era detectar armas nucleares. Especificamente no Caribe, ele descobriu algo mais: quantidades imensas e submersas de metal, possivelmente associadas a navios que naufragaram – principal ponto de escoamento do ouro para a Europa durante o período colonial, o mar caribenho pode esconder ainda hoje tesouros que povoam as lendas e valeriam bilhões de dólares.

Cooper trabalhou durante décadas nesse projeto paralelo, sem que ninguém mais soubesse. Utilizando informações que ele coletou enquanto orbitava em torno da Terra, o astronauta criou um documento com o potencial de ser o mapa para dezenas de possíveis naufrágios onde ainda estariam as riquezas que nunca chegaram ao destino no Velho Mundo. México, Honduras, Haiti, República Dominicana, Jamaica, Cuba, Venezuela: esses são apenas alguns dos países onde Cooper avistou possíveis tesouros submersos – todas as localizações estão detalhadas nos documentos em poder de Miklos.

Cooper compartilhou os documentos com Miklos pouco antes de morrer, esperando que ele seguisse com as pesquisas e que os tesouros fossem finalmente encontrados. Agora, Miklos assume a missão de honra para dar continuidade ao legado de seu mentor, colocando à prova a hipótese dos navios carregados de mateis preciosos que naufragaram.

No primeiro episódio, Miklos averigua as pesquisas históricas realizadas por Cooper e as atualiza com informações e fatos descobertos recentemente. Na busca pela empresa e engenheiros que construíram a nave utilizada por Cooper, Miklos quer saber sobre a precisão dos equipamentos utilizados pelo astronauta quando os mapas foram feitos. Com as tensões políticas do pós-guerra, muitas informações sobre os aparelhos a bordo e os próprios objetivos das missões eram mantidos em sigilo. Miklos se reúne com um grupo de engenheiros que trabalharam no projeto Mercury para ter a confirmação do tipo de aparelho que Cooper operava durante a missão.

SERVIÇO

TESOURO VISTO DO ESPAÇO (Cooper's Treasure)

Estreia: domingo, 19 de novembro, às 23h10

Classificação indicativa: Livre

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos