Fim do sinal analógico de TV na cidade do Rio de Janeiro será dia 22/11


O Grupo de Implantação da TV Digital (Gired) decidiu, nesta terça-feira (21/11) na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em Brasília, propor ao Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, que o fim das transmissões do sinal analógico de TV na cidade do Rio de Janeiro e em 18 municípios próximos ocorra no dia 22 de novembro às 23h59. Essa data também é o término do processo de desligamento do sinal analógico em Belo Horizonte e mais 38 municípios mineiros.

No Rio de Janeiro, 90% dos domicílios que recebem unicamente a TV por sinal aberto já estão digitalizados. Além disso, caso o desligamento ocorresse entre os dias 9 e 20 de novembro de 2017, quando a pesquisa Ibope que mediu a digitalização foi realizada, 96% dos domicílios da região não ficariam sem TV. Quanto a Belo Horizonte, o desligamento do sinal analógico foi estendido desde o dia 8 de novembro porque faltou apenas 0,7 ponto percentual para o atingimento do mínimo de 90% de digitalização exigido. O Ibope realizou 1.134 entrevistas na capital carioca e 1.799 nos municípios próximos que também serão digitalizados, e na capital mineira foram 1.078 entrevistados e 1.526 nos demais municípios. A pesquisa em Belo Horizonte foi realizada entre 24 de outubro e 04 de novembro de 2017.

A TV aberta digital fornece ao telespectador uma qualidade maior de sons e imagens do que as transmissões analógicas. Além disso, o desligamento do sinal analógico da TV aberta permite a liberação da faixa de 700 MHz para banda larga. Os sinais de 4G transmitidos nesta faixa permitem maior velocidade de conexão e melhor qualidade de recepção de sinal em ambientes fechados para o usuário da telefonia móvel.

No total, 58 municípios terão as transmissões analógicas da TV aberta encerradas amanhã. São eles, Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Petrópolis, Queimados, Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica e Tanguá, no Estado do Rio. E Araçaí, Baldim, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Cachoeira da Prata, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Fortuna de Minas, Funilândia, Ibirité, Igarapé, Inhaúma, Itaúna, Jequitibá, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Prudente de Morais, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, São José da Varginha, Sarzedo, Sete Lagoas, Taquaraçu de Minas e Vespasiano em Minas Gerais.

Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e interior de São Paulo

O Gired também aprovou a antecipação do desligamento da TV analógica, do dia 28 de novembro para 14 de agosto de 2018, em Campo Grande (MS), Cuiabá (MT) e em mais seis municípios. Além disso, na próxima terça-feira, no dia 28 de novembro de 2017, será realizada uma reunião extraordinária do Gired para decidir o desligamento no interior de São Paulo, marcado para o dia 29 deste mês nas regiões de Campinas, Franca, Ribeirão Preto, Santos e Vale do Paraíba.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos