Último episódio de ‘Política: modo de usar’ mostra projetos brasileiros que aproximam os cidadãos da política


 

Nos três primeiros episódios, a série 'Política: modo de usar' lançou um olhar para novas práticas políticas na América Latina, em países com culturas e problemas sociais semelhantes aos do Brasil. O objetivo era mostrar que o cidadão deve acompanhar os processos políticos de forma propositiva, sendo o agente de transformação da sociedade. Na próxima terça-feira, dia 28, às 21h30, a GloboNews exibe o fechamento da temporada, que apresenta as inovações brasileiras na área.

 

Neste último episódio, intitulado "E o Brasil nessa história?", os pesquisadores do Instituto UpDate, Beatriz Pedreira e Rafael Poço, conversam com o idealizador do "Ônibus Hacker", Pedro Markum. Ele roda o país para trocar experiências com jovens adolescentes sobre práticas políticas, propondo jogos interativos para propor soluções aos problemas de cada cidade. "Os jovens querem falar sobre política, mas as salas de aula não estão preparadas para isso .A ideia é criar repertório sobre o tema", explica Markum. Depois de trabalhos em grupo, os meninos e meninas  vão à Câmara Municipal levar propostas de leis. As sugestões podem ou não ser aprovadas, mas os jovens desenvolvem a ideia de ter voz política.

 

O programa também apresenta o aplicativo "Mudamos", que tem à frente o advogado Ronaldo Lemos, do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS). A ferramenta ajuda a mudar a relação do eleitor com a legislação: qualquer pessoa com CPF pode votar em leis de iniciativa popular usando o aplicativo no celular. "Isso permite que o cidadão tenha voz e que essa voz seja transformada em lei", diz Ronaldo Lemos, lembrando que, se 1% dos eleitores se unirem e assinarem uma petição, uma lei é obrigatoriamente recebida pelo Congresso.

 

Já a "Serenata de amor" usa a inteligência artificial para fiscalizar contas públicas. O robô Rosie rastreia os gastos e as notas fiscais de parlamentares. Se há irregularidades nos pedidos de reembolso, o programa dispara informações nas redes sociais. A série encerra com o "Vetor Brasil", organização sem fins lucrativos que atua em parceria com governos estaduais e municipais para desenvolver servidores públicos. O programa "Trainee de Gestão Pública" capacita jovens brasileiros nos primeiros anos de carreira que querem atuar no setor público. "O Brasil pode ganhar mais quando a gente começar a ter um Congresso, ministros e secretários que pareçam com o povo", diz a  trainee Ellen da Silva.

 

'Política: modo de usar' é coproduzido pela  Maria Farinha Filmes em parceria com o Instituto UpDate. A série  vai ao ar na terça-feira, dia 28, às 21h30, na GloboNews.

 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos