CRIADA POR ALÊ ABREU, “VIVI VIRAVENTO” É A NOVA PRODUÇÃO LOCAL DO DISCOVERY KIDS

 
 

Diretor de longa indicado ao Oscar "O Menino e o Mundo" é criador de animação inédita que utiliza estética de desenhos e recortes para narrar viagens a diferentes países

No primeiro episódio Vivi visita a savana do Quênia

 
 

Estreia 2 de dezembro, a nova produção local do Discovery Kids, VIVI VIRAVENTO. Alê Abreu (de O Menino e o Mundo e Garoto Cósmico) é criador e supervisor artístico da série, uma coprodução entre Discovery Kids, Mixer Films e TV Cultura, e a direção é de Priscilla Kellen. São 26 episódios de 11 minutos na primeira temporada, no ar aos sábados e domingos, às 8h15. A exibição na TV Cultura está prevista para 2018.

Vivi é uma menina que adora aventuras fantásticas e pautadas pela imaginação. Em busca de Viravento – o lugar onde nascem todas as ideias – ela viaja pelo mundo acompanhada por dois grandes amigos, o tranquilo Mochilão e o sapeca Lanterninha.

Viravento é um local imaginário, onde tudo pode acontecer, e fica dentro do caderno de desenhos de Vivi, onde ela guarda fotos, cria paisagens e faz colagens. A menina se refere a Viravento como um destino mágico a ser encontrado durante suas viagens imaginárias e o caderno funciona como um portal através do qual, a partir de seus próprios desenhos, Vivi visita diferentes países.

É neste universo lúdico, onde objetos podem falar e as paisagens têm os contornos de desenhos e recortes infantis, que Vivi descobre informações sobre a diversidade de plantas, animais e culturas. Em tom poético, a própria menina descreve as sensações de uma criança enquanto descobre o quão fascinante é o mundo e as novidades que cada país pode apresentar. Entre os destinos da primeira temporada estão Escócia, Galápagos, China, Chile, e, no Brasil, as Cataratas do Iguaçu.

Vivi tem a companhia constante de Mochilão, a mochila que se transforma em um bicho-preguiça amarelo e que tem vasto conhecimento sobre qualquer assunto. Poliglota, Mochilão também pode guardar objetos dos mais diversos. Sempre que Vivi precisa de alguma informação, ferramenta ou utensílio, ela sabe que Mochilão pode ajudar, mesmo que às vezes ele pareça confuso ou fique para trás nas caminhadas.

Lanterninha também os acompanha: ele é uma lanterna comum que, no mundo da imaginação, vira um esquilo cheio de energia e um tanto impulsivo – dono de uma personalidade marcante e corpo esguio, ele se locomove com agilidade e se comunica por gestos amplos e assovios. Lanterninha foi um presente especial da tia de Vivi e veio com um bilhetinho que dizia "para iluminar o seu caminho", o que causa certo ciúme em Mochilão.

A cada episódio, Vivi conhece um novo lugar, faz amigos, aprende sobre o mundo e sobre si mesma – vencer o medo de altura e lidar com a bagunça que ela mesma produziu são alguns dos desafios do universo infantil que se apresentam à protagonista.

No episódio de estreia da série, Vivi descobre a savana do Quênia em seu caderno. Ali quase nunca chove, hipopótamos usam lama como filtro solar; as árvores baixas forçam as longilíneas girafas a torcerem o pescoço – elas se alimentam de folhas – e as estrelas cadentes são tão rápidas quanto os grandes felinos.

Vivi encontra uma pegada que ela acredita ser uma pista de Viravento. Mochilão esclarece que a marca é compatível com as patas de um dos maiores mamíferos terrestres, o rinoceronte, e explica que eles podem ser difíceis de se encontrar, já que têm apenas uma companhia constante: as aves bufagas, pequenos pássaros que vivem na carona dos rinocerontes.

Quando Vivi finalmente encontra um rinoceronte, ela percebe que ele é realmente tímido e, se quiser desbravar a savana em busca de Viravento, terá de conquistar a confiança do novo amigo grandalhão.

A seguir, as descrições dos personagens de VIVI VIRAVENTO.

Vivi

Vivi é a menina mais curiosa do mundo! Sonhadora e ao mesmo tempo corajosa, ela adora uma aventura e enfrenta os próprios medos com criatividade e imaginação. Vivi também é meio mandona e, às vezes, reluta em fazer as coisas na hora em que elas precisam ser feitas. Ela gosta de pipoca e de girassóis, de cheiro de chuva e de dançar (mesmo não tendo tanta habilidade para isso). Vivi também adora histórias "fantasticamente fantásticas", especialmente O Mágico de Oz e Alice no País das Maravilhas. Sua brincadeira favorita é imaginar viagens através das colagens e desenhos que faz em seu caderno. É muito atenciosa e preocupada em ajudar as pessoas que encontra em seu caminho. O mundo que Vivi imagina nas suas viagens é colorido, engraçado e divertido.

Mochilão

É a mochila de Vivi, que se transforma em um bicho-preguiça amarelo quando ela entra no universo de Viravento. Ele é muito generoso e curioso, mas também medroso, comilão e preguiçoso. Adora a torta de banana que a Vivi faz. É uma enciclopédia em forma de mochila, que tudo sabe e de tudo entende, afinal como ele mesmo gosta de dizer, "Tenho muita bagagem". O problema é que Mochilão sabe tudo apenas teoricamente, pois tem preguiça e receio de colocar o que aprende em prática. Além disso, ele costuma devanear e se embananar na metade de suas explicações – não dá para saber ao certo se ele está inventando ou apenas confuso. Por ser lento e preguiçoso ele acaba sempre ficando para trás quando está com Vivi e Lanterninha. Dentro de sua barriga, ele carrega incríveis objetos mágicos que ajudam a turma.

Lanterninha

É a lanterna de Vivi, que se transforma num esquilo quando eles estão em Viravento. Lanterninha é como um relâmpago, muito acelerado, e se comunica apenas por gestos e assobios, mas todo mundo entende o que ele diz. Ansioso e impulsivo, é o oposto de Mochilão e não pensa antes de agir. Quando quer algo, Lanterninha vai lá e faz. Foi um presente especial da tia de Vivi e veio com um bilhetinho que dizia "para iluminar o seu caminho", o que causa certo ciúme em Mochilão.

Vivi, Mochilão & Lanterninha

Amigos inseparáveis de Vivi, Mochilão e Lanterninha representam duas características psicológicas da menina. Mochilão reflete o lado inteligente, meticuloso, e cuidadoso de Vivi. Por outro lado, Lanterninha traz o lado impulsivo de Vivi, que vai atrás do que quer sem pensar nas consequências das ações.

Coprodução entre Discovery Kids, Mixer Films e TV Cultura, VIVI VIRAVENTO tem criação e supervisão artística de Ale Abreu, direção-geral artística de João Daniel Tikhomiroff, direção de Priscilla Kellen e produção executiva de Fernanda Senatori.

 

VIVI VIRAVENTO

Estreia: 2 de dezembro, às 8h15
Exibição: sábados e domingos
Classificação indicativa: livre
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos