VIVA estreia a novela Bebê a Bordo em janeiro


Viva


Isabela Garcia e Tony Ramos são os protagonistas da divertida história de Carlos Lombardi

Sucesso nos anos 1980, a novela Bebê a Bordo, de Carlos Lombardi, chega ao VIVA em 15 de janeiro, 30 anos após a estreia na Globo. Com direção de Roberto Talma, a trama principal gira em torno da relação da pequena Helena, com Ana (Isabela Garcia), Laura (Dina Sfat) e Tonico Ladeira (Tony Ramos). "Fazer esta novela foi uma loucura. Dirigia ambulância, caminhão, ônibus, caíamos de telhados e tudo o mais que você possa imaginar", conta Isabela.

A novela fala das relações familiares com um viés muito divertido. Com muita ação, o primeiro capítulo da trama já apresenta os personagens e as confusas e engraçadas relações entre eles.

Depois de se envolver em um assalto, para tentar ajudar o atrapalhado marido Zezinho (Leo Jaime), Ana dá à luz dentro do carro de Tonico. Para fugir da polícia, ela deixa o bebê para trás e Tonico passa a cuidar de Helena. Um tempo depois ela reaparece e pega a menina. Mas como ainda se envolverá em muitas confusões, mais uma vez Ana terá que deixar Helena aos cuidados de outra pessoa, que será Laura, sem saber que é a sua verdadeira mãe.

Laura carrega uma culpa por ter abandonado sua filha Ana, anos atrás, e decide procura-la. Ao descobrir que, agora, também tem uma neta, ela vai lutar pela guarda da criança.

Apesar de viver com Zezinho, Ana não sabe quem é o verdadeiro pai de sua filha e a menina é disputada por ele, por Antônio Antonucci (Rodolfo Bottino) e pelos irmãos Rei (Guilherme Fontes) e Rico (Guilherme Leme).

Curiosidades

A dupla Rei e Rico também merece destaque. Os dois, abandonados pelo pai e pelo irmão mais velho, vivem numa fábrica desativada. É deles o bordão que fez sucesso na época: "levar uns coelhos". Os irmãos também lançaram a moda de lencinho na cabeça.

A novela traz histórias paralelas como a da secretária Ângela, vivida por Maria Zilda Bethlem. A moça, reprimida, dedicou a vida a cuidar dos irmãos Zetó (Jorge Fernando) e Caco (Tarcísio Filho), mas extravasa seus desejos nos sonhos. Todas as suas fantasias são apresentadas em seu imaginário, de maneira ágil e sensual.

A trilha sonora também fez sucesso, sobretudo a canção Mordida de Amor, da banda Yahoo, uma versão brasileira da canção Love Bites, da banda Def Leppard. Foi um megahit em 1988, que fechava a última cena da novela com Heleninha, a então bebê Beatriz Bertu.

Beatriz Bertu, na época com 10 meses, foi um dos grandes destaques de Bebê a Bordo (gravou a novela até um ano e meio de idade). Hoje, aos 30 anos, Beatriz é formada em teatro pela UniRio e pela Casa de Artes de Laranjeiras (CAL) e já atuou em 15 peças.

Bebê a Bordo foi a última novela da atriz Dina Sfat, falecida em 20 de março de 1989. Foi também a estreia, em novelas globais, da filha de Dina, Bel Kutner.

O assinante do VIVA ainda pode acessar toda a programação do canal no Globosat Play. O serviço de TV Everywhere disponibiliza os conteúdos dos canais Globosat sem custo extra - na SmartTV, no computador ou em aplicativos para celulares e tablets. Muitos programas também podem ser assistidos através dos serviços sob demanda das operadoras: Net NOW, Vivo Play, e Oi Fibra.

As novelas também podem ser assistidas no VIVA Play. Cada capítulo fica disponível e o conteúdo arquivado na plataforma, até trinta dias após o fim da exibição completa da atração no canal.

Estreia - Bebê a Bordo
15 de janeiro
Horário principal: de segunda a sábado, às 15h30
Horário alternativo: de segunda a sábado, à 0h30

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana