​Brasil registra redução de 7,6 milhões de linhas móveis em 12 meses

 

De acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a telefonia móvel registrou 236.488.548 linhas em operação em dezembro de 2017. Nos últimos 12 meses, houve redução de 7.578.808 linhas (-3,11%). Além disso, no mês de dezembro, em relação ao mês anterior, o serviço móvel pessoal apresentou uma queda de 2.603.234 linhas (-1,09%).

Do total de linhas móveis do país, 148.509.361 são pré-pagas e 87.979.187 são pós-pagas. Em 12 meses, o pré-pago registrou diminuição de 16.190.210 linhas (-9,83%) e o pós-pago aumento de 8.611.402 linhas (+10,85%). No mês de dezembro de 2017, quando comparado ao mês anterior, as linhas móveis pré-pagas apresentaram queda de 3.582.840 unidades (-2,36 %) e as pós-pagas crescimento de 979.606 (+1,13%).

Empresas

Em dezembro de 2017, as empresas com maiores quantitativos de linhas móveis foram: Vivo (74.939.872), Claro (59.022.019), Tim (58.634.435) e Oi (38.942.433). 

Nos últimos 12 meses, a Datora teve aumento de 100.267 linhas móveis (+99,36%), a Porto Seguro de 110.112 linhas (+ 24,34 %), a Nextel de 199.454 (+7,71%) e a Telefônica (Vivo) de 1.161.979 linhas (+1,57%).  Os outros grupos acompanhados pela Anatel apresentaram redução (Algar, Oi, Sercomtel, Claro e Tim).

Na comparação de dezembro 2017 com o mês anterior, as empresas  Algar, Datora, Nextel, Tim e Telefônica (Vivo)  registraram crescimento, as outras prestadoras da telefonia móvel apresentaram redução (Oi, Porto Seguro, Sercomtel e Claro). Também no mês de dezembro, tanto a prestadora Oi quanto a Claro perderam mais de 1,5 milhão de linhas cada devido à retirada de números inativos.

Tecnologias

De janeiro a dezembro do ano passado, as linhas 4G (LTE) apresentaram crescimento de 42.133.684 unidades (+70,10%) e as utilizadas em aplicações máquina-máquina (M2M), como telealarmes, automação residencial e rastreamento de automóveis, também tiveram aumento de 2.483.743 linhas.

Na comparação de dezembro de 2017 com o mês anterior, foi registrado crescimento das linhas 4G em 3.445.344 unidades (+ 3,49%), e também das utilizadas em aplicações M2M, com mais 154.218 linhas. As outras tecnologias: CDMA (2G), GSM (2G), Dados banda larga (3G) e WCDMA (3G) apresentaram redução.

Estados

No ano de 2017, dois estados apresentaram crescimento nas linhas móveis: Roraima com acréscimo de 5.715 linhas (+1,19%) e São Paulo com adição de 178.009 linhas (+0,29%). Além disso, na comparação entre o último mês do ano passado com o mês anterior, três estados da Região Norte apresentaram crescimento no número de linhas móveis (Amazonas, Amapá e Roraima) e um estado da Região Sudeste (Espírito Santo).

A Anatel disponibilizou os dados da telefonia móvel de dezembro de 2017 no seu Portal online.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho