Cartão Verde exibe programas inéditos com grandes nomes do futebol

 Edições contam com a presença de Wagner Velloso, Paulo Sérgio, Amaral, José Silvério e outros convidados. Vai ao ar toda quinta-feira, às 22h30, na TV Cultura, no app e no YouTube

São Paulo, 9 de janeiro de 2018 – Em 2018, o Cartão Verde começa o ano com uma série de edições inéditas, que contam com a presença de grandes nomes do futebol brasileiro, como Wagner VellosoPaulo SérgioAmaral e José Silvério. Com apresentação de Vladir Lemos e comentários de Vitor Birner, Celso Unzelte e Roberto Rivellino, a atração vai ao ar toda quinta-feira, às 22h30, na TV Cultura, no aplicativo Cultura Digital e no YouTube.

A segunda quinta-feira de janeiro (11/1) dá início à série de programas com a participação do narrador José Silvério, um dos ícones da história do rádio no Brasil. Ele conta detalhes sobre sua trajetória profissional e relembra alguns dos jogos mais marcantes que vivenciou ao longo da carreira.

Na semana seguinte (18/1), vai ao ar a edição com o ex-jogador revelado pelo Corinthians, Paulo Sérgio, que esteve presente na conquista do primeiro Campeonato Brasileiro do time, em 1990. Paulo traçou uma vitoriosa carreira na Europa: jogou na Itália e na Alemanha, vestindo a camisa do poderoso Bayern de Munique. Ele, que foi duas vezes campeão alemão, venceu a cobiçada Liga dos Campeões, da UEFA, a Copa Intercontinental, equivalente ao atual Mundial de Clubes, e foi campeão do mundo com a Seleção Brasileira, em 1994.

Na sequência (25/1), recebemos o ex-goleiro Velloso como convidado. Ídolo do Palmeiras e do Atlético Mineiro, ele ganhou diversos títulos com o time alviverde: Campeonato Paulista, Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores. No programa, ele relembra, entre outros acontecimentos, a ocasião em que recebeu elogios do craque Zico. Durante a carreira, o atleta se tornou um dos goleiros que mais vezes defendeu o time mineiro.

 em fevereiro (1/2), o ex-volante Amaral vem ao Cartão Verde contar um pouco sobre sua trajetória. Um dos maiores contadores de causos do futebol brasileiro, defendeu mais de vinte clubes ao longo da carreira, além de jogar na Austrália e na Turquia. No Brasil, defendeu, entre outros times, o Grêmio e o Vasco da Gama. O jogador traz, ainda, um detalhe curioso: driblou a grande rivalidade entre Palmeiras e Corinthians, sendo campeão brasileiro e paulista pelos dois clubes.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho