Os times da revolução no país da Copa


 

 

A Rússia já respira a Copa do Mundo, que começa no dia 14 de junho. Marcado por conflitos políticos e revoluções, o país aprendeu, ao longo da história, a unir o esporte à sua realidade. O 'Esporte Espetacular' deste domingo, dia 7, apresenta times de futebol que despontaram durante a Revolução Russa. Um exemplo é o Spartak, do brasileiro Luiz Adriano, que tem uma torcida apaixonada até em um frio implacável: "Em todos os jogos temos muitos torcedores, tanto em casa quanto fora", conta o atacante. O correspondente Marcelo Courrege também conta curiosidades sobre o CSKA. Durante muito tempo, seus jogadores eram oficiais do Exército Vermelho, mas hoje o futebol guerra deu lugar ao futebol arte. Dínamo de Moscou, do lendário goleiro Lev Yashin, o Aranha Negra; e Locomotiv também são retratados no especial.

 

De volta ao Brasil, o programa conta a história do catarinense Augusto Delfino, de 25 anos. Apaixonado por futebol, ele não conseguiu realizar o sonho de ser jogador por causa de uma paralisia cerebral, que comprometeu seus  movimentos e sua fala. Marcos Uchoa mostra que Guto leva uma vida agitada: joga xadrez, acompanha a pelada dos amigos, dá palestras, e não perde um jogo de seu time do coração, o Avaí. Além de acompanhar a ida de Guto ao estádio com a família, o 'Esporte Espetacular' promove um encontro entre o rapaz e dois de seus ídolos: o ex-tenista Gustavo Kuerten e Marquinhos, artilheiro do Avaí.

 

O terceiro e último episódio da série "Refugiados" mostra como é o futebol na Eritreia, um dos países mais pobres da África, que ocupa o último lugar no ranking de seleções da FIFA. Luis Nachbin acompanha a final do torneio de futebol mais importante do país: a Copa da Região Central. "O principal jogo do ano na Eritreia parece uma partida de fim de semana entre dois times de bairro do Brasil', compara Nachbin. Lá, o jornalista conhece um jogador que ganha o equivalente a R$ 400 por mês e sonha em se tornar o primeiro eritreu a disputar um torneio de futebol na Europa. Ele também encontra a família de Henok, refugiado que ele conheceu na Alemanha no primeiro episódio da série.

 

O 'Esporte Espetacular' vai ao ar na manhã de domingo, dia 7, depois do 'Auto Esporte'.

 

Foto 1: Augusto Delfino, o Guto, posa com o repórter Marcos Uchôa, o ex-tenista Gustavo Kuerten, Marquinhos, artilheiro do Avaí, e Jacaré, ex-jogador do time catarinense, na Ressacada. Crédito: Globo/Livia Faria.

 

Foto 2: Na Eritreia, Luis Nachbin encontra a mãe e a tia de Henok, jogador refugiado que vive na Alemanha. Crédito: Globo/ Divulgação

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

“Tá Na Hora do Café”: Mais Globosat estreia série sobre o universo do Café no Brasil

NZN lista os filmes mais aguardados de maio