Os times da revolução no país da Copa


 

 

A Rússia já respira a Copa do Mundo, que começa no dia 14 de junho. Marcado por conflitos políticos e revoluções, o país aprendeu, ao longo da história, a unir o esporte à sua realidade. O 'Esporte Espetacular' deste domingo, dia 7, apresenta times de futebol que despontaram durante a Revolução Russa. Um exemplo é o Spartak, do brasileiro Luiz Adriano, que tem uma torcida apaixonada até em um frio implacável: "Em todos os jogos temos muitos torcedores, tanto em casa quanto fora", conta o atacante. O correspondente Marcelo Courrege também conta curiosidades sobre o CSKA. Durante muito tempo, seus jogadores eram oficiais do Exército Vermelho, mas hoje o futebol guerra deu lugar ao futebol arte. Dínamo de Moscou, do lendário goleiro Lev Yashin, o Aranha Negra; e Locomotiv também são retratados no especial.

 

De volta ao Brasil, o programa conta a história do catarinense Augusto Delfino, de 25 anos. Apaixonado por futebol, ele não conseguiu realizar o sonho de ser jogador por causa de uma paralisia cerebral, que comprometeu seus  movimentos e sua fala. Marcos Uchoa mostra que Guto leva uma vida agitada: joga xadrez, acompanha a pelada dos amigos, dá palestras, e não perde um jogo de seu time do coração, o Avaí. Além de acompanhar a ida de Guto ao estádio com a família, o 'Esporte Espetacular' promove um encontro entre o rapaz e dois de seus ídolos: o ex-tenista Gustavo Kuerten e Marquinhos, artilheiro do Avaí.

 

O terceiro e último episódio da série "Refugiados" mostra como é o futebol na Eritreia, um dos países mais pobres da África, que ocupa o último lugar no ranking de seleções da FIFA. Luis Nachbin acompanha a final do torneio de futebol mais importante do país: a Copa da Região Central. "O principal jogo do ano na Eritreia parece uma partida de fim de semana entre dois times de bairro do Brasil', compara Nachbin. Lá, o jornalista conhece um jogador que ganha o equivalente a R$ 400 por mês e sonha em se tornar o primeiro eritreu a disputar um torneio de futebol na Europa. Ele também encontra a família de Henok, refugiado que ele conheceu na Alemanha no primeiro episódio da série.

 

O 'Esporte Espetacular' vai ao ar na manhã de domingo, dia 7, depois do 'Auto Esporte'.

 

Foto 1: Augusto Delfino, o Guto, posa com o repórter Marcos Uchôa, o ex-tenista Gustavo Kuerten, Marquinhos, artilheiro do Avaí, e Jacaré, ex-jogador do time catarinense, na Ressacada. Crédito: Globo/Livia Faria.

 

Foto 2: Na Eritreia, Luis Nachbin encontra a mãe e a tia de Henok, jogador refugiado que vive na Alemanha. Crédito: Globo/ Divulgação

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho