​Especial inédito investiga a prisão de O.J. Simpson por assalto à mão armada

 

·        O.J. Simpson: Culpado desvenda os fatos que levaram o ex-astro do esporte para a cadeia, por um roubo em um hotel de Las Vegas

 

·        Na década de 1990, O.J. foi inocentado no caso do assassinato de sua mulher, Nicole Brown, e do amigo dela Ronald Goldman

 

 

Estreia: 24/2, sábado, 20h

 

 

 

O A&E estreia no dia 24 de fevereiro o especial O.J. Simpson: Culpado (O.J.: Guilty in Vegas), que conta toda a história sobre a segunda prisão que levou à condenação de O.J. Simpson por assalto à mão armada. A produção revela novos detalhes de gravações em áudio, incluindo o interrogatório do caso e mensagens de voz do próprio O.J., bem como documentos inéditos e entrevistas exclusivas – com a juíza Jackie Glass, o detetive chefe de Las Vegas, hoje aposentado, Andy Caldwell, e o promotor David Roger, que ajudou a levar Simpson à justiça.

Em 2007, anos depois do famoso julgamento que o declarou inocente do assassinato da esposa Nicole Brown e do amigo dela Ronald Goldman, O.J. Simpson foi preso por assalto à mão armada. Em formato de documentário, o especial inédito analisa os novos detalhes e revelações do caso que colocou o ex-atleta, um ídolo nos Estados Unidos, atrás das grades. Os telespectadores serão levados para a cena do crime, no quarto 1203 do Palace Station Casino, em Las Vegas, a audiência de liberdade condicional e para dentro da mente de O.J. Simpson.

O.J. Simpson: Culpado apresenta ainda entrevistas adicionais com os detetives Eddie LaNeve e Linda Turner e com o sargento Rod Hunt. Tom Riccio, o intermediário no assalto entre Simpson e as vítimas, fornece detalhes inéditos sobre o caso e novas informações sobre o agente de fiança de O.J., Miguel Pereira. Além disso, o psicólogo forense Dr. Robert Schug analisa o comportamento de Simpson, enquanto cada detalhe é revelado, para construir um perfil psicológico convincente e baseado em fatos. O especial examina o estado da mente de O.J. e como isso afetou a maneira como a polícia de Las Vegas conduziu seu caso.

Após cumprir nove anos, O.J., condenado a 33 anos, ganhou liberdade condicional em 2017.

Classificação indicativa: 16 anos



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho