​Oscar 2018: destinos onde foram gravados os filmes indicados

Antes de chegar ao tapete vermelho, as produções dos longas indicados ao Oscar 2018 rodaram o mundo em busca do lugar ideal para as gravações. Da Itália ao Canadá, passando pelos Estados Unidos e interior do Reino Unido, os filmes cotados como os melhores do mundo pela Academia de Cinema Americano prometem surpreender com belas paisagens nas telinhas dos cinemas.

Pensando nisso, o Skyscanner, líder global na busca de viagens, preparou uma galeria com os destinos escolhidos para locação de alguns dos filmes que concorrem a estatueta dourada. O buscador também traz dicas nesses lugares para inspirar o viajante na escolha de sua próxima viagem. Confira abaixo a seleção:

Me chame pelo seu nome (Call Me by Your Name) – Lombardia, Itália

Enquanto o protagonista Elio está passando o verão na casa de seus pais na Itália, nós, espectadores, somos presenteados com as belas paisagens italianas na telona. Mesmo sendo baseado no livro homônimo de André Aciman que se passa na Riviera Italiana, o longa foi gravado em diversas cidades da província de Cremona, na região da Lombardia.

Cidadezinhas históricas como Crema, Montodin, Ripalta, Pandino e Moscazzano são pano de fundo para o romance entre o adolescente Elio e o pesquisador acadêmico Oliver. Essas localidades podem ser facilmente acessadas de carro e fazer parte de um roteiro fascinante pela Itália.

Outra cidade muito bonita é Sirmione, à beira do Lago de Garda, onde se passa a cena da descoberta arqueológica. Também na beira do lago estão as igualmente belas Grutas de Catullo.

Me Chame Pelo Seu Nome é um dos filmes indicados este ano que conta com um brasileiro na equipe, o coprodutor Rodrigo Teixeira; o outro é o Touro Ferdinando, animação dirigida pelo brasileiro Carlos Saldanha.

Lady Bird – Sacramento, Califórnia, EUA

Lady Bird se passa em Sacramento, na Califórnia, lugar de onde a protagonista Christine McPherson quer sair o quanto antes. Com personalidade forte, Christine faz de tudo para terminar a escola e seguir de uma vez para a vida adulta e independente. O longa mostra inquietações de adolescentes, como o primeiro amor, as discussões com a mãe e os desentendimentos com uma escola cheio de regras.

Embora não seja tão conhecida quanto Los Angeles, São Francisco e San Diego, Sacramento é a capital da Califórnia. Além de visitar o Capitólio, um passeio bacana de fazer na cidade é conhecer o centro antigo, um bairro histórico preservado, que remete diretamente aos filmes de velho oeste.

É possível aproveitar também o Rio Sacramento, tanto em um passeio de barco quanto em uma caminhada pelo calçadão. Ao logo do trajeto o viajante pode avistar restaurantes, bares e a Tower Bridge Gateway, a famosa ponte dourada.

The Post – White Plains, New Rochelle e Nova York, EUA

Baseado em fatos reais, The Post se passa em Washington, em junho de 1971, data da descoberta de documentos sigilosos do governo norte americano sobre a Guerra do Vietnã, caso conhecido mundialmente como Pentagon Papers.

Richard Nixon era o presidente dos Estados Unidos na época e tentou de tudo para barrar a divulgação dos documentos nos periódicos e na mídia em geral. Aí que entra o The Washington Post, o debate sobre liberdade de imprensa e dois grandes nomes do cinema mundial: Meryl Streep, interpretando Kate Graham, dona do The Washington Post, e Tom Hanks, no papel de Ben Bradlee, editor-chefe do jornal.

O filme foi gravado principalmente no Estado de Nova York, nas cidades de White Plains, New Rochelle e Nova York, especificamente, em Manhattan. Enquanto as duas primeiras cidades são mais pacatas e pouco ou nada voltadas para o turismo, em Nova York se encontra tantas atrações que são necessários pelo menos três dias para aproveitar a cidade desde os passeios até as compras.

Dentre as atrações, não deixe de visitar o Empire State Building; a Grand Central Station, talvez a estação de trens mais famosa de Hollywood; o Central Park; os museus MoMA e Guggenheim; a cosmopolita Times Square; a clássica Ponte do Brooklyn; a praia de Coney Island; e a Estátua da Liberdade.

A Forma da Água (The Shape of Water) – Ontário, Canadá

A Forma da Água foi gravado em Hamilton e Toronto, em Ontário, Canadá. Como Toronto tem a capacidade de imitar muitas capitais dos Estados Unidos e é uma locação mais barata, já representou Boston no filme Spotlight, filme vencedor na categoria de Melhor Filme no Oscar 2016.

O longa de Guillermo del Toro já lidera a disputa com 13 indicações. Mesmo sendo gravada em Toronto, a trama é ambientada em Baltimore (Maryland, EUA) durante a Guerra Fria, por volta do ano de 1963.

Segundo o site Atlas of Wonders, o Centro de Pesquisa Occam Aerospace e o apartamento de Elisa foram filmados no Cinespace Studios, e o lado de fora foi gravado no campus de Scarborough da Universidade de Toronto. O belo Elgin Theatre também aparece no filme (dando vida a um cinema) e está localizado exatamente embaixo do apartamento de Elisa, a personagem principal. O rio Don, ao redor do canal Keating, do Lake Shore Boulevard E e da rua Villiers, foi palco para as cenas nas docas.

Se você for a Toronto, além de visitar as locações do filme, não deixe de subir na CN Tower, um dos mirantes mais incríveis do mundo, e de visitar o castelo Casa Loma, do século 18. A atmosfera vibrante e cultural de Toronto convida os visitantes a passearem por museus e galerias e a curtirem a vida noturna agitada – um dos motivos para conhecer o Canadá o quanto antes.

O Destino de Uma Nação (Darkest Hour) – Manchester, Yorkshire e Londres, Inglaterra, Reino Unido

O longa se desenvolve a partir dos primeiros dias de Churchill como primeiro-ministro britânico, cargo ocupado por ele quase que acidentalmente. Junto ao desafio de comandar o país, Churchill se vê obrigado a decidir entre um acordo de paz com a Alemanha Nazista ou um confronto direto, que levaria à retirada das tropas inglesas de Dunquerque.

O filme se passa em Londres, e mesmo tendo o verdadeiro Parlamento do Reino Unido à disposição no Palácio de Westminster (Houses of Parliament), apenas a sala St Stephen's Hall foi utilizada nas filmagens. A equipe de produção preferiu reconstruir o ambiente do Parlamento, pois algumas reformas haviam modificado a aparência original da tribuna e o espaço não era o ideal para lidar com as câmeras espalhadas pela sala. Para representar o palácio também foram utilizadas locações na cidade de Manchester, como a Câmara Municipal e a biblioteca John Rylands.

As filmagens na Downing Street, a residência oficial e o escritório do primeiro-ministro do Reino Unido, também foram feitas parte na locação, parte em um set, além de terem sido modificadas na pós-produção. Para representar o Palácio de Buckingham, a equipe usou como locação o Wentworth Woodhouse, em Yorkshire.

Para que você não precise percorrer todos estes destinos em busca das cenas do filme, basta ir aos Palácios de Westminster e de Buckingham, fazer o passeio turístico e se encantar com a arquitetura e opulência das construções reais britânicas.

Dunkirk – França, Reino Unido, Holanda e EUA

O filme de Christopher Nolan retrata a Evacuação de Dunquerque, também conhecida como Operação Dínamo, ocorrida na Segunda Guerra Mundial – por coincidência, este longa é praticamente a continuação do O Destino de uma Nação. O conflito se desenrola a partir do resgate de mais de 330 mil soldados aliados que estavam cercados pelo exército alemão no nordeste da França.

Para ambientar o longa, foram escolhidas locações na Holanda, Reino Unido, EUA e, claro, França. Muitas cenas foram filmadas exatamente nos mesmos locais e na mesma época do ano em que ocorreu a evacuação em 1940. Até hoje, a cidade de Dunquerque possui várias homenagens que remetem à esta batalha, inclusive um memorial com explicações detalhadas, mapas, armas e uniformes usados pelos soldados durante a operação de resgate.

O porto da cidadezinha de pescadores Urk, na Holanda, também foi cenário para o longa. Tipicamente portuária, Urk tem casinhas antigas que proporcionam aos visitantes uma volta no tempo. Outra bela escolha de locação foi a região de Dorset, no Reino Unido. Não só o porto de Weymouth foi utilizado como cenário, como também Costa Jurássica, parte do litoral britânico recortada por enormes falésias e dona de paisagens estonteantes.

Corra! (Get out!) – Fairhope, Alabama, EUA

É bem provável você não queira visitar as casas que serviram de locação para esse thriller, mas podemos garantir queFairhope, no Alabama, é um doce de cidade. O longa Corra! conta a história de um jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada branca. Ele é bem recebido, mas com o passar do tempo ele nota algo de estranho no comportamento amoroso da família, e percebe que a casa onde ele está esconde algo muito perturbador.

Suspense à parte, Fairhope é uma das cidades mais tranquilas dos Estados Unidos, com um ar de cidade do interior. Os visitantes e moradores costumam aproveitar a beira da Mobile Bay para passear, andar de bicicleta e curtir o pôr do sol, além de irem com frequência às praias do Golfo do México, conhecidas por suas "areias de açúcar", de tão claros e fininhos que são os grãos de areia.

A cerca de meia hora do centro de Fairhope, está localizada uma das maravilhas naturais do Alabama, a Mobile Tensaw Delta. Com 260 mil hectares, é um dos ecossistemas mais diversos do país, com pântanos e baías, onde é possível avistar diversos pássaros, tartarugas e jacarés.

Trama fantasma (Phantom Thread) – Londres e Yorkshire, Reino Unido

Em Trama fantasma, voltamos no tempo para a Inglaterra dos anos 1950 com a beleza quase intocada da costa norte daYorkshire, no Reino Unido. O drama gira em torno de um renomado estilista, Reynolds Woodcock, que trabalha junto a sua irmã para grandes nomes da realeza e da elite britânica. Em um certo momento ele conhece Alma, uma mulher forte que se torna sua musa e amante, e a vida dos dois e da família muda completamente.

As paisagens do filme são fascinantes e inspiram um belo roteiro pelo Reino Unido. Robin Hood's Bay, um vilarejo perto da cidade de Whitby, no Parque Nacional de North York, é uma das locações mais utilizadas, especialmente em função do porto, com a arquitetura ainda preservada em estilo colonial, e do hotel onde o Reynolds e Alma se conhecem.

Outros vilarejos charmosos onde as cenas foram gravadas são Staithes, Ravenscar, Lythe e Blackpool. A casa onde Reynolds e sua irmã moram e, mais tarde, para onde Alma também vai morar, é uma incrível mansão na Fitzroy Square, no centro de Londres.

Três anúncios para um crime (Three Billboards Outside Ebbing, Missouri) – Carolina do Norte, EUA

Com o Globo de Ouro de Melhor Filme e de Melhor Atriz de Drama já em mãos, Três anúncios para um crime é também um forte candidato à estatueta do Oscar. Este drama com pitadas de comédia envolve uma mãe que teve sua filha assassinada, uma investigação em andamento e três outdoors na estrada que mudam totalmente o rumo da apuração do caso.

O longa se passa na cidade fictícia de Ebbing, no estado americano de Missouri. Para ambientar Ebbing, a cidade escolhida foi a pequena Sylva, em Carolina do Norte, porta de entrada para inúmeras atrações naturais estadunidenses. Segundo o site oficial de turismo da Carolina do Norte, Sylva conta com vários roteiros interessantes pela região, passando por locações do filme, belas paisagens e trilhas para caminhadas e ciclismo.

Na rua principal de Sylva, vale visitar a loja Sassy Frass, que se tornou posto de polícia no longa, e Jackson's General Store, cujo andar superior é pano de fundo de uma cena crucial. A bela estrada onde estão os outdoors do filme é North Fork Left Fork Road, que circunda a cidade de Black Mountain.

A pouco mais de 30 minutos de carro de Sylva estão o Parque Nacional Great Smoky Mountains, um dos dez parques nacionais nos EUA que você deve visitar, a Floresta Nacional de Nantahala e o Parque Estadual de Gorges, com várias cachoeiras pitorescas. A 15 minutos da cidade está o Blue Ridge Parkway, uma rota tranquila, com vista panorâmica, que une os estados de Carolina do Norte e Virgínia.

Bônus: Cerimônia do Oscar 2018 – Hollywood, Los Angeles, EUA

O destino-bônus da lista é o próprio local da cerimônia de premiação: Hollywood. Localizada em Los Angeles, a cidade do cinema norte-americano sediará a 90ª edição cerimônia de premiação que acontecerá no dia 4 de março, às 17h, no Dolby Theatre.

Todos os anos, centenas de fãs aguardam ao redor do tapete vermelho – e atrás de uma grade de segurança – a chegada dos seus ídolos. Famílias, turistas, moradores da cidade e fãs incondicionais chegam pela manhã na rua Hollywood para garantir o lugar mais próximo possível ao desfile de celebridades e ficam esperando por muitas horas até que comece a movimentação de artistas.Para chegar ao destino, há voos para Fort Lauderdale, a 7 km de Hollywood.

Mais informações de voos, hotéis e aluguel de carros, acesse www.skyscanner.com.br .


​​

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana