​Presidente da Anatel divulga desligamento em São José do Rio Preto (SP)

 

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, visitou nesta quarta-feira (28/02) o município de São José do Rio Preto (SP) para divulgar à população o desligamento do sinal analógico de TV. O desligamento do sinal será realizado no dia 28/03 e a população tem um mês para adquirir os kits com conversor e antena.

O presidente fez a entrega do kit 38 mil em São José do Rio Preto no ponto de distribuição do município. Ele ressaltou que falta ainda a entrega de 10 mil kits na cidade que terá o sinal analógico desligado no dia 28 de março. No restante do estado, o sinal será desligado no fim do ano. Quadros lembrou que o trabalho para a implantação da TV digital começou em 2014.

Ele explicou que as pessoas que têm direito a receber o kit, os inscritos nos programas sociais do governo, devem ligar para 147 e agendar a retirada do kit.

A pesquisa Ibope, que indicará o percentual de domicílios que já contam com o sinal digital, será realizada uma semana antes da data marcada para o desligamento do sinal analógico na localidade.

A faixa de 700 MHz usada hoje pela radiodifusão passará a ser utilizada para melhorar a qualidade de serviço de banda larga. Quadros destacou que com a TV digital haverá uma melhoria da qualidade de som e imagem da TV aberta.

O presidente da Seja Digital, Antonio Martelletto, lembrou que a entidade é um braço operacional e disse que a central de atendimento da Seja Digital recebe cerca de 3 milhões de chamadas por mês. O sinal analógico está sendo desligado hoje em Florianópolis, lembrou o presidente da Seja Digital.

​​

Silvana Lourenço Mendes, 45 anos, diarista, tem filhos e um casal de netos, recebeu o kit na ocasião, disse que a instalação será realizada por seu filho e que seus netos adoram assistir a desenhos animados na TV.

O presidente conheceu também o projeto As Valquírias. O projeto conta com uma banda formada por jovens que foram criados em comunidades carentes que arrecada recursos que são utilizados no pagamento de despesas como água e luz. O local conta com salas de instrumento com violões, baterias e atabaques. Além disso, os jovens fabricam produtos como chinelos e confeccionam roupas. O local conta com até cabelereiro. O projeto atende crianças e adolescentes carentes, cerca de 320 pessoas, diretamente, em situação de risco e mais de 1.000, indiretamente.

​​

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana

​Karina Oliani comanda "A outra face do Everest" no Canal Off