​Brasil tem 29,33 milhões de contratos banda larga fixa ativos em fevereiro de 2018

Publicado: Quarta, 28 de Março de 2018, 09h18 

Dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informam que o Brasil tem 29,33 milhões de contratos de banda larga fixa ativos em fevereiro de 2018, aumento de 2,33 milhões (+8,64%) em doze meses. Na comparação com janeiro deste ano, o crescimento foi de 41,62 mil contratos (+ 0,14%).

Em doze meses, os provedores regionais foram responsáveis por mais de dois terços do aumento da banda larga fixa no país, saíram de 3,05 milhões de contratos para 4,67 milhões (+53,19%). Além deles, a Sercomtel teve o maior crescimento percentual, mais 78,44 mil contratos (+46,74%), e a TIM, mais 87,13 mil (+25,97%). A Oi apresentou queda de 176,52 mil contratos (-2,75%).

A Sercomtel, com mais 30,51 mil contratos ativos (+14,14%), foi o grupo com o maior crescimento percentual em fevereiro de 2018 comparado a janeiro, seguida da TIM, mais 4,95 mil (+ 1,19%), e da Algar Telecom, mais 3,61 mil (+0,66%). Nesse período, os provedores regionais tiveram redução de 32,56 mil contratos (-0,69%).

Estados e Distrito Federal

Em 12 meses, o estado de São Paulo registrou mais 500,25 mil novos contratos de banda larga fixa (+5,21), seguido de Minas Gerais, mais 296,55 mil (+11,30%), e Paraná, mais 237,44 mil (+12,7%). Em termos percentuais, os maiores crescimentos ocorreram no Maranhão, mais 54,86 mil (+24,66%), Ceará, mais 135,22 mil (+22,35%), e Rio Grande do Norte, mais 61,04 mil (+21,54%). Todos os estados brasileiros mais o Distrito Federal apresentaram crescimento no período.

O estado de São Paulo, mais 45,12 mil contratos de banda larga fixa (+0,45%), o Paraná, mais 33,05 mil (+1,59%) e Santa Catarina, mais 12,62 mil (+0,93%) lideraram o aumento da banda larga fixa na comparação de fevereiro de 2018 com janeiro. Em termos percentuais, a liderança ficou com Rondônia, mais 4,58 mil (+2,97%), Amapá, mais 1,80 mil (+2,84%) e Pará, mais 6,96 mil (+1,93%). Nove estados tiveram diminuição, o Rio Grande do Sul, menos 12,13 mil (-0,66%), apresentou a maior redução absoluta e o  Rio de Janeiro, menos 60,30 mil (-1,88), a maior redução percentual.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana