​Show inédito do saxofonista norte-americano Kamasi Washington é exibido no SescTV

 
No espetáculo inédito, o artista que revolucionou o jazz mundial
toca seus principais sucessos
Nublu_Kamasi_Washington_foto_Marina_Pires__2_.jpg
Foto: Marina Pires.
 
O SescTV exibe, no dia 28/3, quarta-feira, às 22h, show inédito do saxofonista californiano Kamasi Washington, considerado um dos principais nomes do new jazz. O espetáculo foi gravado no Nublu Jazz Festival, edição 2017, realizado no Sesc São José dos Campos, no interior de São Paulo. Com direção para TV de Daniel Pereira, o programa pode ser assistido também em sesctv.org.br/aovivo.
 
Filho do produtor, saxofonista e flautista de jazz Rickey Washington, Kamasi (37) nasceu em Los Angeles e cresceu tocando em igreja e também tocando funk. Sua sonoridade é inspirada em nomes como John Coltrane, Hermeto Pascoal e Duke Ellington. "Para ser verdadeiro ao espírito do trabalho criado por eles, não posso tentar fazer a música que fizeram", fala. "Você ouve a música deles e aquilo constrói quem você é", explica. 
 
Kamasi revela seu gosto por diferentes estilos musicais e diz que a música não deveria ser separada em gêneros. "Jazz é inseparável do funk, que é inseparável do R&B e do hip-hop. Estão todos conectados", pensa. "São como diferentes ramos da mesma árvore", completa. 
 
Em 2015, Kamasi lançou The Epic, seu primeiro álbum solo e triplo, com três horas de jazz. "Naquele momento da minha vida eu estava tocando com muita gente. Stanley Clarke, Chaka Khan, Harvey Mason, Snoop Dog e Raphael Saadiq", expõe. "Eu queria fazer algo que realmente representasse quem eu era, então acabou ficando longo", afirma. O álbum foi bem recebido pela crítica e, com ele, o saxofonista participou dos mais importantes festivais de música do mundo.
 
No show, Kamasi mostra um pouco do seu trabalho com as composições autorais Change of the Guard e The Rhythm Changes, esta em parceria com Patrice Quinn, além de Black Man, de Patric Quinn e Brandon Coleman. Tocando sax tenor, o artista é acompanhado por Rickey Washington, no sax soprano e flauta; Igmar Thomas, no trompete; Brandom Coleman, nos teclados; Kris Funn, no baixo acústico; Patyrice Quinn, na voz; Robert Miller e Johnathan Pinson, nas baterias; Leon Mobley, na percussão; Battlecat. DJ.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho