​Sim, elas estão mais ousadas


Numeros de consumo, mercado corporativo e comportamento mostram que as mulheres estão mais ousadas


São Paulo, 07 de março de 2017- Às vésperas do internacional da mulher falar sobre o universo feminino parece simples, porém as marcas já perceberam que não basta apenas mandar flores ou criar campanhas com brindes de beleza para atrair suas consumidoras e resolveram tomar atitude que faltava. Em função de percepções de mercado, empresas de diversos setores tem investido em ações de marketing que empoderam a mulher e mostram seu real valor.

Um estudo global sobre comportamento das consumidoras brasileiras mostrou que as mulheres estão mais ousadas. Elas chefiam as Famílias: O número de lares brasileiros chefiados por mulheres saltou de 23% para 40% entre 1995 e 2015, segundo informações da pesquisa Retrato das Desigualdades de Gênero e Raça, divulgada em 2017.

Elas chefiam as empresas: no Brasil a presença de mulheres em cargos de CEO aumentou de 11% para 16% no último ano. Estes são dados da última edição da pesquisa Women in Business da Grant Thornton Internacional, que ouviu 5.500 executivos, em 36 das principais economias mundiais. A pesquisa é desenvolvida anualmente há 13 anos e tem como objetivo analisar o cenário de participação das mulheres na liderança das organizações. Elas estudam mais: Segundo o estudo do Data Popular, de 2002 a 2010, as mulheres da classe C passaram de 56,3% para 66,4% das universitárias do Brasil. As camadas A e B, entretanto, caíram de 13,2% para 5,6% e de 24,9% para 17,8%, respectivamente. A elite também busca produtos diferentes para o consumo, como smartphones, casa no campo e previdência privada. Com mais dinheiro na bolsa, fica evidente o aumento do poder de decisão das mulheres dentro da casa. Hoje, a classe C feminina representa 60% do mercado de trabalho e 70% delas são responsáveis pelas compras domésticas, sendo que 71% das entrevistadas afirmam que planejam antes de comprar.

Elas confiam nas redes sociais: Segundo estudo realizado pelo SPC Brasil, que avalia o perfil de consumo das mulheres brasileiras, 64,8% das entrevistadas admitem que já mudaram seus hábitos de compra por causa das redes sociais. Ou seja, o fato de acompanhar posts, dicas e comentários teve algum efeito sobre o cotidiano e comportamento de consumo delas.

Com a #OuseSerVocê, a Youse, plataforma de venda de seguros online da Caixa Seguradora, anunciou em suas redes sociais, um bate-papo ao vivo no proximo dia 08 de março, inspirado em histórias de mulheres que em algum momento decidiram ousar e transformaram suas vidas. Para liderar o painel com as colaboradoras da empresa, a Youse convidou a jornalista e influenciadora digital Ju Romano, do blog Entre Topetes e Vinis.

O objetivo da conversa é debater temas como igualdade de gênero, empoderamento das mulheres e os movimentos "no make up" (sem maquiagem) e body positive (discurso da autoaceitação e rejeição dos padrões de beleza). A escolha da blogueira ocorreu pela afinidade entre ela e a marca. A Ju Romano é conhecida em suas redes por ser verdadeira e ousada quando o assunto é comportamento feminino e padrões de beleza, enquanto a Youse apoia a liberdade das mulheres em todos os âmbitos.

De acordo com Fernanda Kohlmann, especialista de marketing da Youse, a ação para celebrar o Dia Internacional da Mulher contará histórias reais de mulheres que ousaram em algum momento de suas vidas. "Essas histórias aparecerão em nossas redes sociais, na live, que ocorrerá no dia 8, no Facebook e Instagram da Youse e serão abraçadas pela assinatura Mulher, #OuseSerVc", diz Fernanda.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana