Arte 1 estreia série documental“Saudade”


Ao longo de oito episódios, obra explora o significado da palavra que só existe na língua portuguesa

O diretor Zé Celso é um dos entrevistados

No dia 6/4, às 20h30, o canal Arte 1estreia a série documental "Saudade", com direção de Paulo Caldas e Barbara Cunha.

Coprodução do canal Arte 1 com aAcademia de Filmes, a obra de oito episódios busca o significado da palavra que só existe na língua portuguesa. Por meio da arte e vista pelos olhos de grandes artistas lusófonos contemporâneos, a série tenta esclarecer o que compõe esse sentimento e seu conceito.

Rodada entre 2014 e 2017, a produção é resultado de viagens por Brasil, Angola, Portugal e Alemanha, e traz conversas com personalidades como o diretor de teatro paulista Zé Celso, o cineasta luso-brasileiro Ruy Guerra e a cantora cabo-verdiana Mayra Andrade.

Com quase 300 horas de entrevistas realizadas, a série faz parte de um projeto híbrido que inclui um filme homônimo que estreou na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em 2017.

Seguem as sinopses dos episódios:

Muitas Saudades

O episódio mostra a interferência do sentimento na obra e na vida de artistas lusófonos e revela como cada um expressa a palavra de forma pessoal, demonstrando que não existe apenas um único significado.

Olhar e Saudade

O segundo episódio explora o sentimento através da visão de artistas que lidam diretamente com a imagem em suas obras. São eles: o cineasta luso-brasileiro Ruy Guerra, o diretor e artista visual cearense Karim Aïnouz, os fotógrafos paulistanos Bob Wolfenson e Alex Flemming, a fotógrafa carioca Cláudia Jaguaribe, o pintor paraibano João Câmara, e o artista visual português João Louro.

Música e Saudade

O terceiro episódio expõe a potência da música sobre "saudade" para a cantora cabo-verdiana Mayra Andrade, para o compositor pernambucano Otto, para o músico e ator paranaense Arrigo Barnabé, para o músico e escritor paulistano Arnaldo Antunes e para o sergipano DJ Dolores.

Lugar e Saudade

A arquiteta angolana Ângela Mingas, a artista visual portuguesa Grada Kilomba e o arquiteto brasileiro Marcelo Ferraz descrevem como a sensação de pertencimento a um determinado local interfere na produção criativa.

Corpo e Saudade

No quinto episódio, a coreógrafa carioca Deborah Colker, o diretor teatral paulista Zé Celso e a dançarina portuguesa Olga Roriz definem como a saudade está presente na produção artística que utiliza a expressão corporal.

Sentidos e Saudade

O sexto episódio se dedica a saudade do cheiro, do sabor e da pele, exposta pelo chef português Vítor Sobral, pelo chef pernambucano André Saburó e pelo artista visual César Santos.

Morte e Saudade

A finitude e o luto deixam o sentimento mais dramático e urgente nas palavras do cineasta Ruy Guerra, da arquiteta Ângela Mingas, do diretor teatral Zé Celso, da escritora carioca Adriana Falcão, e do artista visual paulistano Mozart Fernandes.

Amor e Saudade

Sentimentos que se misturam e coexistem, amor e saudade estão presentes na vida e produção artística da coreógrafa Deborah Colker, do diretor Karim Aïnouz, do cantor Otto, da escritora Adriana Falcão, do poeta pernambucano Antonio Marinho, e do cineasta recifense Lírio Ferreira.

Série "Saudade"

Estreia: 6 de abril, às 20h30

Episódios inéditos às sextas-feiras, às 20h30

Reprises: sábado, às 14h30; domingo, às 10h; terça-feira, às 19h; e sexta-feira às 12h.

Classificação indicativa: Livre

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho