Arte 1 estreia série documental“Saudade”


Ao longo de oito episódios, obra explora o significado da palavra que só existe na língua portuguesa

O diretor Zé Celso é um dos entrevistados

No dia 6/4, às 20h30, o canal Arte 1estreia a série documental "Saudade", com direção de Paulo Caldas e Barbara Cunha.

Coprodução do canal Arte 1 com aAcademia de Filmes, a obra de oito episódios busca o significado da palavra que só existe na língua portuguesa. Por meio da arte e vista pelos olhos de grandes artistas lusófonos contemporâneos, a série tenta esclarecer o que compõe esse sentimento e seu conceito.

Rodada entre 2014 e 2017, a produção é resultado de viagens por Brasil, Angola, Portugal e Alemanha, e traz conversas com personalidades como o diretor de teatro paulista Zé Celso, o cineasta luso-brasileiro Ruy Guerra e a cantora cabo-verdiana Mayra Andrade.

Com quase 300 horas de entrevistas realizadas, a série faz parte de um projeto híbrido que inclui um filme homônimo que estreou na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em 2017.

Seguem as sinopses dos episódios:

Muitas Saudades

O episódio mostra a interferência do sentimento na obra e na vida de artistas lusófonos e revela como cada um expressa a palavra de forma pessoal, demonstrando que não existe apenas um único significado.

Olhar e Saudade

O segundo episódio explora o sentimento através da visão de artistas que lidam diretamente com a imagem em suas obras. São eles: o cineasta luso-brasileiro Ruy Guerra, o diretor e artista visual cearense Karim Aïnouz, os fotógrafos paulistanos Bob Wolfenson e Alex Flemming, a fotógrafa carioca Cláudia Jaguaribe, o pintor paraibano João Câmara, e o artista visual português João Louro.

Música e Saudade

O terceiro episódio expõe a potência da música sobre "saudade" para a cantora cabo-verdiana Mayra Andrade, para o compositor pernambucano Otto, para o músico e ator paranaense Arrigo Barnabé, para o músico e escritor paulistano Arnaldo Antunes e para o sergipano DJ Dolores.

Lugar e Saudade

A arquiteta angolana Ângela Mingas, a artista visual portuguesa Grada Kilomba e o arquiteto brasileiro Marcelo Ferraz descrevem como a sensação de pertencimento a um determinado local interfere na produção criativa.

Corpo e Saudade

No quinto episódio, a coreógrafa carioca Deborah Colker, o diretor teatral paulista Zé Celso e a dançarina portuguesa Olga Roriz definem como a saudade está presente na produção artística que utiliza a expressão corporal.

Sentidos e Saudade

O sexto episódio se dedica a saudade do cheiro, do sabor e da pele, exposta pelo chef português Vítor Sobral, pelo chef pernambucano André Saburó e pelo artista visual César Santos.

Morte e Saudade

A finitude e o luto deixam o sentimento mais dramático e urgente nas palavras do cineasta Ruy Guerra, da arquiteta Ângela Mingas, do diretor teatral Zé Celso, da escritora carioca Adriana Falcão, e do artista visual paulistano Mozart Fernandes.

Amor e Saudade

Sentimentos que se misturam e coexistem, amor e saudade estão presentes na vida e produção artística da coreógrafa Deborah Colker, do diretor Karim Aïnouz, do cantor Otto, da escritora Adriana Falcão, do poeta pernambucano Antonio Marinho, e do cineasta recifense Lírio Ferreira.

Série "Saudade"

Estreia: 6 de abril, às 20h30

Episódios inéditos às sextas-feiras, às 20h30

Reprises: sábado, às 14h30; domingo, às 10h; terça-feira, às 19h; e sexta-feira às 12h.

Classificação indicativa: Livre

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana