Canal Futura estreia “A Primeira Pedra”, documentário que apresenta histórias reais de linchamentos no Brasil

cid:image001.png@01D3F1D8.FC078EA0



 

Filme mostra as histórias de vítimas e sobreviventes de linchamentos no Brasil, prática que cresce assustadoramente e já pode ser considerada uma componente da realidade social brasileira. Estreia será em 28 de maio, às 22h30

 

              O Canal Futura estreia, no dia 28 de maio, às 22h30, o documentário "A Primeira Pedra", que apresenta histórias reais de linchamento ocorridas em diversos locais no Brasil e mostra como a violência vem crescendo no país, muitas vezes praticada por quem se intitula "cidadão de bem". O filme foi vencedor do 8º pitching DOC Futura, seleção promovida todos os anos pelo Canal com projetos que abordem temas de relevância social.

                Dirigido por Vladimir Seixas, o documentário apresenta histórias de vítimas de linchamento, como a de Cledenilson Pereira – amarrado em um poste e morto a socos e pontapés após ser acusado de roubo – e Fabiane Maria de Jesus – espancada até a morte no Guarujá, por causa de boato na internet sobre sequestro de crianças para magia negra. "A Primeira Pedra" também mostra a luta diária de superação dos sobreviventes André Ribeiro e Luiz Aurélio e traz relatos de pessoas que sofreram ameaças por impedir tal violência, como é o caso da estudante Mikhaila Copello e da educadora Yvonne Bezerra de Mello. As gravações aconteceram nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão e Santa Catarina.

O diretor conta que o filme surgiu a partir do desejo de mostrar o aumento e a banalização de práticas intolerantes nos últimos anos no País. "Queremos dimensionar a barbárie que esses atos cotidianos expressam e disputar a desconstrução das bases motivadoras dessa violência", explica Vladimir Seixas, afirmando que a sociedade não tem conhecimento verdadeiro desse surto de linchamento. "Depois de decidir fazer este documentário, criei um alerta de pesquisas na internet e recebo notícias sobre linchamento praticamente todos os dias. É uma questão realmente preocupante e, muitas vezes, são noticiados como qualquer outro tipo de violência", alerta.

Para Vladimir, são muitas as questões que colocam no indivíduo uma pré-disposição de "fazer justiça com as próprias mãos" – seja vingança, descrença nas instituições, medo ou até mesmo substratos religiosos e ritualísticos. "Outro ponto que deve ser levado em consideração é o preconceito racial. E para pensar essa questão, o documentário parte de uma constatação: nos casos em que a vítima é negra, como é o caso de Cledenilson, os linchamentos são muito mais cruéis e agressivos", explica.

Após a exibição, o filme ficará disponível no Futura Play, www.futuraplay.org.

 

SERVIÇO

A Primeira Pedra

Estreia no Canal Futura: 28 de maio (segunda-feira), às 22h30

Classificação: 14 anos
Duração: 52 min

 

 

Pitching DOC Futura seleciona projetos com temas urgentes

 

O filme é uma produção do Canal Futura em parceria com a produtora Couro de Rato, vencedora da oitava edição do pitching DOC Futura. "O Futura busca abordar temas sensíveis à sociedade, de forma a provocar uma reflexão mais profunda sobre questões urgentes. E o linchamento é um assunto que merece ser evidenciado e a sociedade precisa ser alertada", afirma João Alegria, gerente geral do Canal Futura.

 

Desde 2010, o pitching DOC Futura convoca, todos os anos, produtoras brasileiras para apresentar projetos embrionários de documentários que tenham relação com direitos humanos. Com esta iniciativa, o Futura busca coproduzir documentários que tenham um olhar mais ousado sobre esses temas, com boas histórias. Em 2013, a produtora Coopas venceu a seleção com o filme "De volta", que ficou entre os quatro melhores documentários do Emmy Awards. Em 2016, o Futura coproduziu com a Modo Operante o filme "Não saia hoje", que mostrou a luta de um grupo de mães em busca de justiça pelo assassinato de seus filhos durante os Crimes de Maio, em São Paulo. Em 2015, "Levante!" acompanhou movimentos sociais ao redor do globo organizados com o auxílio das novas tecnologias, foi vencedor da medalha de bronze do New York Festivals World's Best TV & Films. Os documentários #EuVocêTodasNós e Ouvidores de vozes foram os grandes vencedores de 2017. As inscrições para o 9º pitching DOC Futura já estão abertas e podem ser feitas pelo linkhttps://prosas.com.br/editais/3737-9-doc-futura-rodadas-de-mentoria .

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana