Luiz Carlos Barreto é o entrevistado da semana no “Cinejornal” do Canal Brasil

(X) CINE JORNAL_SIMONE ZUCCOLOTTO_ LUIZ CARLOS BAR

Com mais de seis décadas de cinema brasileiro, Luiz Carlos Barreto, que este mês completou 90 anos de idade, é o entrevistado de Simone Zuccoloto, este sábado, dia 26, no "Cinejornal" do Canal Brasil. Barreto conversou com Zuccoloto sobre como vê o cinema contemporâneo, como começou na profissão, projetos para o futuro, suas principais produções e sobre alguns parceiros de trabalho.

O bate-papo começa com Simone perguntando como ele vê o cinema brasileiro, e Barreto respondendo: "Primeira coisa: eu sou cearense. E na época que eu nasci no Ceará, de 10 crianças que nasciam, sete não chegavam a completar 10 anos. Então pra mim, hoje, chegar aos 90 anos, é praticamente uma ficção".

O cineasta contou também que a sua porta de entrada para a sétima arte foi o jornalismo. "A partir dos meus 10 ou 11 anos de idade, eu já tinha um espírito jornalístico. E acabei sendo repórter. Eu comecei a trabalhar, no Ceará, num jornal comunista chamado O Democrata como repórter e de lá pra cá eu continuei sendo repórter. Apesar de me dedicar ao cinema, a minha universidade foi o jornalismo. Foi o jornalismo que me deu um conhecimento amplo da vida. O cinema pra mim sempre foi uma extensão do jornalismo", contou.

Entre os projetos para o futuro do realizador, que, aos 90 anos, continua na ativa, está um documentário sobre Marielle Franco. "Nós vamos fazer um documentário sobre a Marielle, a partir da tragédia que aconteceu com ela. A partir dali nós vamos entrar a fundo no que ela viveu, no que ela pensou, sem preocupação em relatar cronologicamente a vida dela. Ela é maior do que isso. A Marielle é atemporal, é uma pessoa que vai ficar aí pra sempre, o pensamento dela e nós vamos procurar mergulhar nisso", explica.

Luiz Carlos Barreto relatou ainda que será tema de documentário e, ao final do programa, dividiu a entrevista com o amigo e colega de trabalho Zelito Viana. "Meu sonho é chegar aos 90 anos como o Barreto. Ele é uma coisa impressionante, uma força da natureza. Barreto é uma pessoa muito talentosa. Em tudo que ele se mete, ele se mete com talento. Ele tem como qualidade principal o talento", elogiou Zelito.

 
Cinejornal
Sábado, dia 26 de maio, às 21h
Horários alternativos: Domingo, às 17h30 e sexta, às 12h30

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho