​“LILYBUDS” É A NOVA ANIMAÇÃO ORIGINAL DO DISCOVERY KIDS

 
 

Série se passa em universo em miniatura povoado por personagens com poderes mágicos, que representam flores, plantas e cogumelos

 
 

LILYBUDS são criaturas pequeninas com uma missão grandiosa: cuidar de um jardim frondoso com flores, plantas e frutas em abundância, garantindo a harmonia para toda fauna e a flora. A partir de segunda-feira, 23 de julho, às 9h (reprise às 20h30), o Discovery Kids adentra o universo mágico onde esses serezinhos são fundamentais para o equilíbrio com a estreia de sua série original LILYBUDS, uma coprodução do canal e da Zodiak Kids, produtora de Floogals.

O habitat dos LILYBUDS é um parque no meio da cidade. Os humanos que por ali passam nem imaginam que aqueles canteiros verdes abrigam um mundo em miniatura povoado por essas criaturinhas com poderes mágicos e que zelam pelas plantas e animais em tempo integral. Elas medem apenas alguns centímetros e, ariscas, se escondem antes que qualquer humano possa vê-las.

Cada Lilybud tem aparência e poderes inspirados em uma flor, planta ou cogumelo. Suas cabeças trazem adornos que representam suas "espécies". A turma é composta pela líder e organizada Rosa, a espalhafatosa Lilás, o tranquilo Musgo, a falante Narcisa, a intrépida Zínia, o cozinheiro rabugento Espinho, a cautelosa Cynara e o existencialista Chapéu.

Eles interagem com os animais do parque – entre castores, patos, esquilos, joaninhas e sapos – enquanto se divertem e resolvem os problemas que eventualmente surgem. Curiosamente, Elói, o esquilo, está sempre envolvido nas enrascadas que os LILYBUDSenfrentam; guloso  e um tanto egoísta, ele está sempre às voltas com planos mirabolantes para atacar a cozinha de Espinho e não pensa nos outros habitantes do jardim quando quer alguma coisa.

Para os LILYBUDS, o meio ambiente é prioridade e, sempre que a natureza precisa de uma forcinha, eles combinam suas personalidades marcantes, as diferentes habilidades e um toque de magia para resolver o problema. Se a lagarta precisa de ajuda para se transformar em borboleta; se uma toupeira abriu um buraco no canteiro ou a Mamãe Pata não consegue grama alta para fazer seu ninho, os LILYBUDS entram em ação prontamente! Exímios jardineiros, eles zelam pela fauna e flora enquanto vivem situações e desafios corriqueiros que também se apresentam às crianças no dia a dia.

Durante as situações divertidas e desafiadoras trazidas pela série, os LILYBUDSmostram como é importante fazer parte de uma comunidade na busca por objetivos comuns. As interações da turma enfatizam que as diferenças são fundamentais e devem ser valorizadas. Às vezes eles discordam entre si, como acontece em qualquer grupo, mas juntos aprendem a lidar com os conflitos, provando que as grandes amizades se consolidam nas pequenas atitudes. Mesmo diante de momentos difíceis, os serezinhos demonstram otimismo, coragem e humor.

No episódio de estreia da série, a primavera chegou um pouco antes e a Mamãe Pata foi pega de surpresa: ela precisa esconder seus ovos, mas a grama ainda não está alta o suficiente para abrigar o ninho. Os LILYBUDS usam seus poderes para criar um lugar seguro, um esconderijo perfeito para os seis ovos!

Mas, quando a Mamãe Pata sai para procurar comida, um dos ovos desaparece. Cynara fica encarregada de cuidar do ninho enquanto Narcisa e os outros procuram o ovo perdido – eis que ele vai parar nas mãos de Elói, o esquilo faminto. O tempo urge! Os LILYBUDSprecisam encontrar o ovo antes que ele vire o bolinho que Elói planeja preparar.

PERSONAGENS DE LILYBUDS:

ROSA

Rosa é a típica melhor amiga: sincera, leal, gentil e especialista em realizar diversas tarefas ao mesmo tempo. Extremamente organizada, ela sempre é procurada quando há algum problema no jardim. Seu otimismo infalível é admirado por todos e sua tenacidade – Rosa não desiste nunca – às vezes é motivo de brincadeira entre os amigos. As qualidades de liderança de Rosa são fundamentais todas as vezes que os Lilybuds se aventuram. Mas o senso de direção dela não é tão grande quanto a coragem!  Rosa ficou famosa por fazer a turma se perder, embora colecione mapas e dispositivos GPS. Há momentos em que Rosa assume mais tarefas do que ela consegue lidar – e sabe disso. Mas, assim como a flor que lhe empresta o nome, Rosa é querida por todos!

LILÁS

Lilás é o Lilybud mais elegante e extravagante, características que ela aprecia e cultiva. Seu tino para cores e aparência é respeitado por todos, mesmo que suas opiniões exageradas sejam às vezes recebidas com certa desconfiança. Quando um Lilybud tem a autoestima de Lilás, há poucos problemas que confiança e sinceridade não consigam resolver. Ela é tão inteligente quanto criativa e muitas vezes surpreende os outros com suas "grandes ideias". Lilás adora aparições dramáticas e ocupa o centro das atenções, mesmo estando sempre atrasada. Assim como a flor delicada e perfumada que inspira seu nome, Lilás tem presença marcante.

CHAPÉU

Chapéu é sonhador – e um tanto filosófico – muito próximo a Rosa e considerado confidente por todos os Lilybuds. A turma sabe que ele consegue guardar segredos melhor do que ninguém. A responsabilidade de deter informações confidenciais dificilmente afeta o tranquilo Chapéu, que vê o mundo com entusiasmo e tem uma analogia ou uma fábula para qualquer situação. Chapéu gosta de ficar perto das meninas enquanto elas plantam flores, compartilhando ideias e tocando seu amado clarinete (que se transforma em uma pá). Mas quando é preciso, Chapéu é um escavador cuidadoso, sempre preocupado com os seres que habitam o solo. Ele é o único Lilybud que consegue interpretar a linguagem primitiva das minhocas. Seu adorno em forma de cogumelo não passa batido e Chapéu está sempre disponível para ajudar.

ESPINHO e DENTINHO

Espinho é o cozinheiro ranzinza dos Lilybuds e trabalha com Dentinho, o Castor, na cozinha do jardim. Espinho preside o centro comunitário onde os Lilybuds fazem suas refeições e está sempre resmungando enquanto prepara os alimentos. Espinho começa cada dia com uma queixa, geralmente por causa de uma tarefa ou de seu parceiro de cozinha, mas quando ele começa a trabalhar ninguém segura tamanha obstinação. Os Lilybuds frequentemente tentam acalmar sua natureza ranzinza sem sucesso. Apenas Zínia parece ser isenta de suas queixas. Mas, verdade seja dita, Espinho respeita muito Chapéu e Rosa, e guarda uma admiração secreta por Lilás. Mesmo que pareça um autêntico do contra, Espinho tem o sério compromisso com comidas deliciosas e com seus amigos. Enfim, ele é um cara legal disfarçado de rabugento.

Dentinho é um pequeno castor que trabalha com Espinho na cozinha Lilybuds. Espinho não consegue entender como um castor pode ser tão desajeitado e falador na cozinha. Os dois formam uma dupla engraçado e, de alguma forma misteriosa, as receitas sempre dão certo em meio às trapalhadas. No fim, a refeição é servida a tempo de Dentinho dar uma escapulida para construir barragens.

ZÍNIA e HOSTELÃ

Se houvesse uma amazona entre os Lilybuds, seria Zínia. Sempre montada em Hortelã, um roedor que age como um corcel, Zínia é destemida, intrépida – quanto mais desafiadora a situação, melhor. Acordada antes do nascer do sol e dormindo quando a noite cai, Zínia gosta de espaços amplos e ensolarados. Ela respeita calma e organização de Rosa e admite ficar confusa com o interesse de Lilás em moda e com o jeito despachado e falador de Narcisa. Ao contrário de Cynara, se houver um desafio dos grandes por perto, Zínia quer conhece-lo de perto. Ousada e impetuosa, ela às vezes desaparece para patrulhar as fronteiras do parque. Como as pétalas brilhantes da flor que lhe empresta o nome, Zínia traz emoção ao grupo.

MUSGO

Musgo é um garoto despreocupado que ama lama mais do que qualquer outra coisa no mundo. Nada o faz mais feliz do que enfiar os pés na lama até que os sapatos fiquem presos nela. É fácil identificar Musgo, com seu cabelo verde e o rosto sempre para baixo enquanto cava com próprias mãos. Musgo é capaz de cavar um buraco e replantar qualquer planta com extrema rapidez. Ele é especialista em areia, solo, argila e rocha, mas sua coisa favorita é a lama pura, mesmo. Musgo divide a casa com Espinho e Chapéu, que costumam encontrar um rastro de pegadas enlameadas em direção aos beliches. Espinho, claro, reclama, mas Chapéu sabe que seu amigo Musgo é único.

NARCISA

Narcisa é o cérebro disperso do grupo que fala sem parar, mudando de assunto sem pausa para respiro. Ela sabe que esqueceria a própria cabeça se não estivesse presa ao corpo, e é por isso que gosta tanto de seu pescoço. Narcisa é uma artesã habilidosa e fica extremamente atenta quando está com as agulhas de tricô nas mãos. Também é fascinada por coisas novas e dá tudo de si quando a turma precisa dela. Sua inocência é cativante e sua generosidade é reconhecida por todos. Quase todo Lilybud já recebeu de presente uma de suas criações feitas à mão, mesmo que não tenham uma utilidade específica. Narcisa é tão ensolarada e alegre como a flor que adorna sua cabeça.

CYNARA

Cynara é a preocupação – cômica e eterna – em forma de Lilybud.  Seus medos são acompanhados por uma enorme falta de jeito, o que só faz aumentar a sua necessidade por cautela. Um pouco tímida e muito desastrada, ela tem uma voz naturalmente marcante e uma enorme imaginação. Cynara frequentemente proclama catástrofes futuras baseada apenas no boletim meteorológico ou em pequenas mudanças na estação. Ela sabe tudo sobre o mundo natural, desde as fases da Lua até as características das picadas de todos os insetos, o que faz dela uma verdadeira ferramenta de busca ambulante. A turma é atenta aos alertas de Cynara, ao seu vasto conhecimento e seus contos tão exagerados quanto divertidos. Ela se assemelha à flor roxa espinhosa que lhe dá o nome, mas, no fim das contas, é absolutamente confiável.

ELÓI

Com sua gravata borboleta, Elói parece um cavalheiro elegante e educado, mas nutre o sonho de comer um ovo de pato – que nunca se tornará realidade enquanto os Lilybuds estiverem por perto. Só por isso, Elói está determinado a expulsar as criaturinhas mágicas do parque. Ele mora em uma pequena casa decorada com objetos de humanos que encontrou por aí – o esquilo mantém uma vida social agitada interagindo com todos os animais, mas não pensa duas vezes em enganar seus convidados para conseguir o que quer. Ele está sempre em busca de informações sobre os Lilybuds e quer saber como e quando funcionam seus poderes mágicos. Mas as criaturinhas sempre conseguem confundir esse esquilo guloso e um tanto egoísta.

AMEIXA

Ameixa é uma criatura noturna ingênua e um tanto exigente. Nada acalma os nervos dela, exceto uma deliciosa ameixa. Depois que ela mastiga sua fruta favorita, os medos desaparecem de repente e ela se torna um ser alegre, que esquece o sono e aproveita o dia. Cynara se identifica com Ameixa e sempre tenta tranquiliza-la, mostrando que os medos de ambas são infundados.

LADY JOANINHA

Lady Joaninha é a gazeta do jardim. Ela traz diariamente, com as asinhas batendo, as últimas notícias e fica um tanto desapontada quando suas "novas" já são conhecidas. Quando isso acontece, ela foge para sua casa – em local desconhecido. Mas ninguém duvida que Lady Joaninha voltará no dia seguinte, ansiosa para espalhar suas fofocas, que ela parece coletar em todos os cantos do parque, dia e noite. Há quem diga que ela nunca dorme; outros falam que ela é apenas a porta-voz de outras joaninhas que coletam notícias, mas nenhum dos rumores foi confirmado. Lady Joaninha gosta de ser uma mensageira, mas mantém o mistério sobre si mesma.

MOLLY

 

Molly é uma criatura mansa e gentil, com humor afiado, mas péssima visão. Ela fica muito solitária no subsolo e gosta de ter amigos na superfície do jardim; às vezes ela fica meio desorientada e abre um buraco no meio do canteiro. Desastrada, Molly consegue ser ainda mais desajeitado que Cynara. Com um coração enorme e extremamente generosa, ela fica felicíssima quando alguém a convida para participar dos eventos do jardim.

PRÍNCIPE NORBERTO E PRINCESA OLÍVIA

Norberto é um sapinho charmoso que leva muito a sério seu papel de príncipe. Ele está profundamente apaixonado por sua noiva, a sapinha doce e corajosa Olivia. Os dois formam uma dupla benevolente que sustenta a pompa, embora não tenha autoridade real sobre o jardim. Eles nem moram num castelo – são meros sapinhos, mas muito respeitados pelos Lilybuds. O casal real sente que é seu dever cantar para seus súditos todas as noites, fazendo serenata para os Lilybuds com suas canções inteligentes e originais – Norbert assume violão e Olivia coaxa lindamente.

BIBI E BOBI

Esses dois coelhos indisciplinados são irmãos gêmeos tão inseparáveis ​​quanto travessos. Eles são o terror da área do jardim onde vivem os coelhos – lá eles moram com os pais e vários irmãos, todos muito responsáveis​. Mas responsabilidade não é o forte de Bibi e Bobi, que consideram todo jardim como um grande parque de diversões feito só para eles. Depois das traquinagens, os dois dão no pé sempre que os Lilybuds chegam. Se confrontados, fingem inocência até o fim e oferecem álibis ridículos. Bibi gosta de se gabar e diz que é o cérebro da dupla, mas na verdade, nenhum deles é muito brilhante. Bobby e Bebe são espiões úteis para Elói, que compra os gêmeos com cenouras.

MAMÃE PATA

Mamãe Pata é a feliz, dedicada – e atarefadíssima – mãe de seis patinhos tão fofos quanto cheios de energia. Ela geralmente fica à beira do lago, pintando suas aquarelas enquanto fica de olho nos filhotes. Afetuosa, ela é muito grata aos Lilybuds, que frequentemente a ajudam nos cuidados com os patinhos. Por ironia do destino, Mamãe Pata não gosta de água e não é raro que esteja vestindo colete salva-vidas. Melhor prevenir que remediar...


LILYBUDS
Estreia: segunda-feira, 23 de julho, às 9h (reprise às 20h30)
Classificação indicativa: livre
 
 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana