​SescTV marca presença na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo


 
Episódios da série Super Libris serão exibidos no estande das Edições Sesc, além de um bate-papo com Ignácio de Loyola Brandão e Renata Pallottini, participantes do programa


  Renata Pallotini. Foto: Piu Dip                                                                Ignácio de Loyola Brandão. Foto: Piu Dip.     

O SescTV estará na 25ª edição da Bienal Internacional do Livro de SP. O evento, que acontecerá entre os dias 3 e 12 de agosto de 2018, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, contará com diversas atividades relacionadas à literatura. A participação do canal se dará com a exibição de episódios da série Super Libris, no estande das Edições Sesc, durante todo o evento. Além disso, o canal realiza um bate-papo, no dia 10/8, sexta-feira, às 14h, entre a dramaturga Renata Pallottini e o escritor Ignácio de Loyola Brandão, ambos entrevistados na série, sobre formação de leitores.
 
Dirigida pelo jornalista e escritor José Roberto Torero, Super Libris aborda o universo da leitura e da literatura através de entrevistas com autores brasileiros e profissionais da área. Entre os episódios exibidos ao longo da Bienal, estão as produções que entrevistam Chico Buarque, Ângela Lago, Antônio Prata, Ferréz e Ruth Rocha. A série é composta por duas temporadas e vai ao ar às segundas-feira, às 21h, no SescTV. (Assista em sesctv.org.br/aovivo). Os episódios também estão disponíveis na íntegra, gratuitamente, no site do canal.
 
O bate-papo entre Renata Pallottini e Ignácio de Loyola Brandão acontece no dia 10/8, sexta-feira, às 14h, mediado por Sidênia Freire, coordenadora de programação do SescTV. Para ela, a presença do canal em um evento como a Bienal reforça o desejo de ampliar o acesso a seu conteúdo. "A série encontrará seu público potencial, focado, composto por estudantes, professores e formadores de opinião. Estar na Bienal é uma forma de visibilizar o programa", diz.
 
Renata Pallottini nasceu em São Paulo, em 1931, e se tornou dramaturga, ensaísta, poeta e tradutora. Escreveu sua primeira peça, A Lâmpada, em 1960, depois dedicando-se ao teatro, poesia e televisão. Ela participa da série Super Libris no episódio Teatro É Literatura?, no qual questiona as relações que perpassam os dois gêneros artísticos.
 
Ignácio de Loyola Brandão nasceu em Araraquara, interior de São Paulo, em 1936, e começou a trabalhar como romancista, contista, cronista e jornalista nos anos 1960, quando passou a publicar textos em jornais e revistas. Na série Super Libris, ele discute a importância da crônica brasileira, no episódio Crônica, Uma Mania Nacional.
 
A Bienal Internacional do Livro de São Paulo é realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e reúne as principais editoras, livrarias e distribuidoras do ramo, com a presença de autores nacionais e internacionais, lançamentos de livros, tardes de autógrafos, oficinas, brincadeiras e debates. 
 
O Sesc SP, parceiro cultural da CBL, participa da Bienal com o estande das Edições Sesc São Paulo, na curadoria parcial do Salão de Ideias e com duas unidades móveis do BiblioSesc, na Praça da Palavra e na Praça de Histórias. Serão mais de 1.500 horas de atividades e 13 espaços oficiais com atividades relacionadas ao universo literário.
 
Além disso, o Sesc oferece aos trabalhadores do comércio, serviços e turismo, bem como a seus dependentes, acesso gratuito à Bienal: os matriculados devem apenas apresentar a credencial plena e um documento de identidade com foto na portaria. Cada credencial plena dará direito a um ingresso por dia de evento. 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana