GloboNews é indicada em duas categorias do Emmy Internacional de Jornalismo

 

A GloboNews recebeu nesta terça-feira, dia 7, duas indicações ao Emmy Internacional de Jornalismo, considerado o Oscar da televisão mundial. Na lista divulgada pela Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão, o canal disputa o prêmio na categoria 'Notícias', pela cobertura da rebelião na penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte; e na categoria 'Atualidades', pelo 'GloboNews Especial' com depoimentos de filhos de vítimas de violência doméstica. Os vencedores serão conhecidos no dia 1 de outubro, em Nova York.

 

A rebelião na penitenciária de Alcaçuz, que ocorreu em janeiro de 2017, foi considerada a mais violenta do Rio Grande do Norte, com 26 mortos. "Foi uma cobertura de fôlego, dessas que a GloboNews faz sempre que um acontecimento mobiliza o país. A explosão de violência na penitenciária mostrou a que ponto havia chegado a grave crise carcerária no Brasil. Ficamos muitas horas no ar e mostramos momentos graves do conflito. A indicação reforça a vocação da GloboNews para grandes coberturas ao vivo e o trabalho incansável das nossas equipes de reportagem, produção e edição", diz Carlos Jardim, chefe de redação do Jornalismo da Globonews. Na categoria 'Notícias', o canal concorre com matérias de emissoras da Rússia, do Reino Unido e do Catar.

 

Já o 'GloboNews Especial' indicado mostra que 71% das vítimas de violência familiar que morrem deixam filhos. Cada feminicídio no país deixa órfãs, em média, duas crianças, que não recebem qualquer assistência especial ou atendimento psicológico. "No 'GloboNews Especial', as pessoas contam suas próprias histórias. Tratamos de temas atuais e relevantes, de questões fundamentais para o país. A violência doméstica, infelizmente, é um problema a ser vencido. Segundo o Instituto Maria da Penha, uma mulher é vítima de violência física a cada 7.2 segundos. Receber a notícia da indicação ao Emmy no dia em que a Lei Maria da Penha completa 12 anos nos dá a sensação de que estamos cumprindo o nosso papel: denunciar, investigar, sem perder a sensibilidade", diz Cristiana Sousa Cruz, chefe de redação de Programas da GloboNews. Na categoria 'Atualidades', o canal concorre com produções de emissoras da Alemanha, do Reino Unido e da Turquia.

 

Esta é a terceira vez que a GloboNews é finalista do Emmy Internacional de Jornalismo. O canal foi indicado em 2015, pelo documentário 'Torre de David'; e em 2016, pelo documentário 'Síria em Fuga'. A Globo soma 20 indicações nas listas dos finalistas do Emmy Internacional de Jornalismo. Em 2011, o 'Jornal Nacional' foi premiado pela cobertura da invasão policial do conjunto de favelas do Alemão. No total, a Globo já recebeu 16 estatuetas, somando as conquistas do Entretenimento e do Jornalismo. 


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana