"Eleições" será exibido no festival do Rio



Novo filme de Alice Riff será exibido na Mostra Première Brasil

O inédito documentário "Eleições", dirigido por Alice Riff ("Meu Corpo é Político"), será exibido na programação da Mostra Première Brasil: Competição longa documentário do Festival do Rio 2018. Em 'Eleições', secundaristas se organizam para a corrida eleitoral que irá eleger o comando do grêmio da escola. Quatro grupos de estudantes, com opiniões e visões de mundo diferentes, criam propostas, debatem estratégias de campanha e lutam por melhorias na escola. Os conflitos e tensões entre as chapas revelam suas diferenças políticas, e a contundência da realidade cotidiana convive com a resistência do sonho, da amizade e do direito de criar caminhos para o mundo em que se acredita.

"Em ano eleitoral no Brasil, "Eleições" acompanha um período cujos protagonistas são justamente quem está subrepresentado nas instâncias de decisões políticas, a classe trabalhadora: mulheres, jovens, negros, negras, comunidade LGBT. Além da baixa representatividade destes grupos no congresso nacional, vivemos também um momento em que o jovem apresenta desconexão com o nosso sistema democrático. Entramos em uma escola pública no centro de São Paulo e acompanhamos um processo eleitoral com eles e elas. Para além do filme, esta aproximação vem porque acredito que a construção democrática, o ato de questionar e argumentar, de dizer não, e de coletivamente construir a identidade de cada um, é importante. O desejo do filme foi o de fortalecer o espaço de construção política do jovem dentro da escola, da escola ser cada vez mais este espaço de reflexão crítica" diz a diretora.

As filmagens aconteceram na Escola Estadual Doutor Alarico Silveira, no bairro da Barra Funda em São Paulo. O trabalho da direção do filme com os alunos foi muito intenso. A equipe visitou a escola todos os dias durante três meses, e ficaram totalmente absorvidos pelo ritmo da escola, sua dinâmica de funcionamento e não apenas as questões que todo o processo de eleição do novo grêmio trazia, mas também os conflitos individuais que os adolescentes vivem. "Foi um trabalho de muita troca e conversa, um processo de escuta e de respeitar o caminho que os jovens estavam levando o filme." explica Alice.

"Acredito na escola pública, seu potencial, e na experiência da escola pública para a formação de um cidadão com reflexão crítica da sociedade. O filme propõe que a escola pública deve ser olhada com carinho. Ela tem inúmeros problemas, mas o que ninguém tira dela são as pessoas, alunos e funcionários, que recriam os espaços. A escola é um microcosmo que reflete o macro, e potencializar a experiência da escola é fundamental para construir o país que queremos", ela complementa.

"Eleições" tem previsão de estreia em março de 2019 e será distribuído para todo o Brasil pela Olhar Distribuição. O filme foi produzido por meio do Edital Videocamp de Filmes - Edição 2017, iniciativa da plataforma Videocamp e patrocinado pela Coca-Cola Brasil. Além da missão de democratizar o acesso à cultura e informação ao viabilizar a exibição pública e gratuita de filmes de impacto, o Videocamp também atua no fomento ao audiovisual por meio de editais, que estimulam a produção e distribuição de filmes capazes de promover um mundo mais justo, solidário, sustentável e plural, como foi o caso de "Eleições".

"O Videocamp acredita no poder transformador do audiovisual, e 'Eleições' trata de um tema que é especialmente caro para nós – do fazer político, em suas diferentes expressões e instâncias da sociedade, inclusive na escola. Encontramos na Coca-Cola Brasil a patrocinadora ideal para a primeira edição do edital, já que a empresa viu sinergia com o tema proposto – 'Diálogos'", diz Josi Campos, coordenadora do Videocamp. "Assim, juntos, pudemos possibilitar que esse projeto potente, que agora começa sua carreira em festivais, fosse realizado pela Alice."

Ficha técnica:

2018 | Brasil | documentário | 100'

Direção: Alice Riff

Sinopse: É época de eleições para o grêmio estudantil. Secundaristas se organizam para a corrida eleitoral. Quatro grupos de estudantes, com opiniões e visões de mundo diferentes, criam propostas, debatem estratégias de campanha e lutam por melhorias na escola. Os conflitos e tensões entre as chapas revelam suas diferenças políticas, e a contundência da realidade cotidiana convive com a resistência do sonho, da amizade e do direito de criar caminhos para o mundo em que se acredita.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana