Série inédita “Nova Zelândia Selvagem” revela a exuberante natureza da região considerada uma das mais belas do planeta


Estreia, segunda-feira, dia 29 de outubro, no canal Discovery, às 22h55

Animais exóticos e raros estão em todos os episódios

Coprodução internacional da GRIFA FILMES, em seis episódios, com parceiros da Alemanha e Nova Zelândia traz incríveis imagens de plantas exóticas e animais considerados descendestes dos dinossauros 

 

 

Imagens: https://1drv.ms/f/s!Atv-ENfJL4GFgqordfzjRCexurC_zw 

A Nova Zelândia é marcada pela diversidade de paisagens com um vasto litoral, montanhas cobertas por neve, selvas e vulcões. É também um dos únicos lugares no planeta onde plantas e animais viveram sem mamíferos por perto, o que causou grande impacto em sua na evolução. Exemplos curiosos dessa vida selvagem incluem uma espécie de morcego que está esquecendo como voar e se alimenta de coisas pelo chão, o inseto mais pesado do mundo, os moluscos carnívoros que se alimentam de vermes gigantes, um pássaro que desafia a lógica evolutiva das aves, um papagaio tão pesado que não consegue voar, tubarões primitivos, e a tuatara, um réptil raro que tem um terceiro olho.

Essas belezas e curiosidades são tema da série inédita, de seis programas, Nova Zelândia Selvagem, coproduzida pelaGRIFA FILMES com parceiros da Alemanha e Nova Zelândia, no ar pelo canal Discovery, a partir de segunda-feira, dia 29, às 22h55. Cada episódio é focado em um tipo de animal raro e sua história. 

Nova Zelândia Selvagem utiliza os mais modernos equipamentos de filmagem para retratar o curioso e variado mundo selvagem da Nova Zelândia, um território formado por ilhas que ficaram 80 milhões de anos isoladas. As imagens em alta definição registram as plantas exóticas e os animais que são considerados reminiscências da pré-história. 

Para filmar a região de Milford Sound, considerada a oitava maravilha do mundo, a equipe utilizou um ROV (Remote Operated Vehicle), da Boxfish, que é um drone subaquático do tamanho de uma caixa de correio, capaz de ir até o fundo do fiorde.  "Fiquei encantado com a ideia e entramos nessa coprodução com a Alemanha e a Nova Zelândia, pois filmes e documentários ligados à natureza fazem parte do DNA da produtora", explica o sócio e diretor da GRIFA FILMES Maurício Dias


Primeiro programa- A tuatara, um réptil com terceiro olho

O programa de estreia retorna a um passado longínquo para falar sobre a tuatara. Sessenta e cinco milhões de anos atrás, um meteoro atingiu a Terra perto do México, matando quase toda a vida do planeta. 

A tuatara é um réptil raro que conseguiu sobreviver na Nova Zelândia e ainda hoje intriga a comunidade científica por sua aparência curiosa. Os dentes da tuatara são ossos pontudos e ela tem um terceiro olho na parte de cima da cabeça.  

Junto a uma equipe de pesquisadores, a série parte em busca destes animais para descobrir como eles sobreviveram à extinção em massa e quais são as ameaças que a espécie enfrenta hoje. Na trilha do desenvolvimento evolutivo, a produção percorre um caminho do Pacífico Sul aos estuários infestados de crocodilos do Norte da Austrália.


Ficha Técnica

Nova Zelândia Selvagem -  série inédita , no ar em seis episódios
Coprodução: GRIFA FILMES, Gebrueder Beetz Filmproduktion 
( Alemanha) e Making Moves ( Nova Zelândia)

Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br


Mailtrack Remetente notificado por
Mailtrack 24/10/18 10:40:05
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana