Buchecha fala sobre funk ostentação e rixas no canal Love Treta da Rede Snack


O cantor lembrou ainda do nervoso ao ser entrevistado por Marília Gabriela

Rafael Cortez recebeu o cantor Buchecha em seu canal Love Treta, da Snack, maior rede multiplataforma brasileira de social vídeo. O funkeiro participou do quadro 5 perguntas e com toda a sinceridade respondeu à todas.

Buchecha, que está completando 25 anos de carreira, brinca que até hoje os fãs o pedem para cantar seus hitsantigos:

"O disco vira, né? A gente quer cantar outras coisas, mas as pessoas sempre pedem as antigas, Fico Assim sem Você,Só Love, Só Love, Conquista, Quero te Encontrar Nosso Sonho".

Ele conta a música Conquista (da dancinha com mãe no nariz) é uma das mais pedidas: "Não aguento mais, dor na coluna".

Sobre o funk ostentação, Buchecha diz que gosta: "É uma vertente diferente da minha, mas eu acho que eles contribuíram bem para chamar a atenção, porque o meu funk era alí no seu lugar, muito colocadinho . Esse funk chegou com os dois pés na porta, aí veio o Gumê, o Nego Blue, o MC Pikeno e Menor, Rodolfinho, essa galera toda".

Buchecha ainda se lembrou da primeira vez em que foi entrevistado por Marília Gabriela: "Cara, dava um suador, dava um pouco de medo. Aqueles olhões alí intimidam um pouco".

O cantor disse que a apresentadora o perguntou se ele já havia usado drogas e ele respondeu que não, a não ser que bebida seja droga: "A primeira vez que eu fui subir no palco pra cantar o rap do Salgueiro, num festival, eu enchi a cara porque eu fiquei muito nervoso. Deu certo, acabou que o rap do Salgueiro foi o que trouxe a gente para o cenário artístico.

Sobre confusões no meio artísticos o cantor contou que, recentemente convidou uma colega de profissão para gravar com ele:

"Mandei a música pelo Watsapp, ela leu e me ignorou. Depois de pouco tempo, a gente esteve junto em uma premiação, ela me víu e falou: 'Ah você aqui, vamos gravar e tal', eu respondi que sim. Aí ela mandou a música pra mim e eu fiz o egípcio também. Eu não vou gravar, ou a gente se ama, se respeita e se trata bem, não pode fingir, né? Eu não sou de fazer isso, mas acho que poderiam dizer sim ou não, mas agora, fingir que não viu e ignorar, não".

Se você quiser saber mais sobre o vídeo, clique aqui:http://www.youtube.com/watch?v=XJds7iExWcY&t=29s


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana