TV Escola estreia série no Dia Mundial da Criança

 

"A Esperança Transforma" vai ao ar a partir do dia 20 de novembro e será exibida simultaneamente em países por todo o mundo 

 

 

 

 

A partir de 20 de novembroDia Mundial da Criança, às 10h, a TV Escola estreia a série 'A Esperança Transforma', uma coleção de curtas-metragens que conta histórias inspiradoras. A série é um projeto colaborativo, capitaneado pela Sky e pela BBC e que reúne canais de televisão e mídia com programação infantil em todo o mundo. 

O lançamento será simultâneo em todos os canais que participam do projeto. "Seremos a única emissora brasileira e latina a participar dessa exibição mundial. O nosso objetivo é reunir forças para colocar em prática um projeto colaborativo, com um alcance global", afirma Fernando Veloso, Diretor Geral da TV Escola. 

"A Esperança Transforma" busca fortalecer crianças e adolescentes a partir de suas próprias capacidades e habilidades, propondo quatro vetores para a produção dos filmes: Pequenas Coisas produzem Grandes Diferenças; É importante ativar o Modo Compaixão; O Poder dos Porquês; e A Capacidade Mágica de Curar que a Humanidade possui. A série écomposta por 13 episódios de 5 minutos, destinados a crianças e adolescentes entre 3 a 12 anos.

No episódio de estreia, o canal exibirá o curta metragem 'Ouvindo o Silêncio', produzido pela própria TV Escola e baseado na vivência de crianças surdas do Instituto Nacional de Educação de Surdos. A exibição do projeto será sempre às terças-feiras, às 10h.

 

A ESPERANÇA TRANSFORMA

Estreia: terça, dia 20, às 10h

Exibição: todas as terças, às 10h

 

"Ouvindo o Silêncio": é a história de um pequeno grupo de crianças surdas, que frequentam as salas de Educação Infantil do Instituto Nacional de Educação dos Surdos/INES, no Rio de Janeiro. Elas estão aprendendo a falar em Língua Brasileira de Sinais/LIBRAS, ao mesmo tempo em que brincam e experimentam diferentes atividades, conhecendo algumas noções em várias áreas de conhecimento. Aprendem também a conviver com as diferenças e a ser solidárias e generosas com seus companheiros. 

O filme registra o dia em que terão uma grande surpresa, com a apresentação de um teatrinho de bonecos de papelão, representando alguns dos habitantes da Floresta Amazônica. Apesar de seu mundo silencioso, estas crianças surdas mostram sua capacidade de usar o mágico poder de cura, sendo generosas, cooperativas e solidárias com seus próprios coleguinhas ao reencenarem a peça, fantasiando-se, interpretando personagens e se divertindo juntas.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana