"Fui criado para ser um homem machista", afirma José Loreto na GQ de fevereiro

Outra sugestão de título

"Paixão avassaladora que se transformou em amor e em família", afirma José Loreto à GQ sobre Débora Nascimento
No ar como o vilão de "O Sétimo Guardião", na TV Globo, o ator comenta seus infinitos papéis na dramaturgia e na vida pessoal, agora também como pai




(Foto da capa: Pedro Loreto)

Pai em tempo integral da Bella, que completa um ano em abril, ele afirma que participar do elenco do programa global "Amor & Sexo", comandado por Fernanda Lima, o fez repensar sobre esses assuntos. Para ele, sexo é assunto para ser falado nas escolas. "Percebi que fui criado para ser um homem machista e que era preciso desapegar de coisas que na adolescência eram lei. Precisamos de igualdade, dar voz aos gêneros, diversidade", exalta ele na entrevista à GQ. José Loreto é a capa e recheio da GQ Brasil de fevereiro. No ar como o vilão Eurico Júnior, de "O Sétimo Guardião", na rede Globo, o ator já foi namorador, gigolô, playboy, lutador e até dublador de Tarzan nas telinhas e telonas. Caiu no gosto do público na pele de Darkson, na novela-hit "Avenida Brasil" (em 2012), quando também conheceu o amor de sua vida, a atriz Débora Nascimento. "Foi um encontro de almas, paixão avassaladora que se transformou em amor e em família".

Além da dramaturgia, estar em movimento é outra de suas paixões. Seu foco vem do judô, que começou a praticar na adolescência. "Faço trilha, jogo vôlei, stand up, basquete, tênis, ciclismo, judô", resume sua rotina esportiva. O ator também fala sobre como lida com a diabetes (diagnosticado desde os 14 anos). "Fui fazer uma visita a crianças diabéticas em um hospital e me dei conta do quão pouca informação e falta de acesso as pessoas têm". Ele usa sua imagem para dar voz à essa parcela da população.

A revista traz na capa o ator José Loreto chega às bancas de São Paulo em 1º de fevereiro, e no dia 4 no restante do País. Para mais informações e acompanhar essa e outras entrevistas exclusivas, acesse: http://gq.globo.com/.

CAPA
Edição 92 - Fevereiro de 2019
Texto: Rosana Rodini
Fotos: Pedro Loreto (MGT) | Styling: José Camarano

OUTROS ASSUNTOS

A GQ de fevereiro ainda homenageia o Rio de Janeiro, com um ensaio com nomes da nova safra, que estão mudando o jeito de viver na cidade. A revista das Edições Globo Condé Nast (EGCN) ainda tem um guia sobre como conquistar músculos depois dos 40 anos, uma entrevista exclusiva com o novo secretário de Cultura de São Paulo, Ale Youssef, além de um guia sobre o Carnaval no Rio, São Paulo e Salvador. Por falar em Bahia, saiba porque esta capital é o destino da vez. O GQ Vozes apresenta o trabalho solo de Davi Sabbag (ex-Banda Uó) e, na moda, o Rio aparece com toda sua irreverência (e estampas tropicais) de novo com mais fotos de Pedro Loreto e styling de José Camarano, dando um tom clássico com alfaiataria em pleno Verão, além de um ensaio exclusivo com as primeiras peças de Virgil Abloh à frente da Louis Vuitton, que chegam agora em terras brasileiras.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Paramount Channel Programação Semanal 1º a 07 de abril