Telefonia fixa soma 38,7 milhões de linhas em novembro de 2018


Provedor  regional

Dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) informam que o Brasil apresentou 38.745.010 de linhas fixas em serviço no mês de novembro de 2018. Em comparação ao mês anterior, novembro registrou queda de 140.552 de linhas (-0,36%) e em relação ao mesmo mês de 2017, a redução foi de 1.936.349 de linhas (-4,78%).

Em novembro de 2018, as concessionárias da telefonia fixa registraram 21.950.736 de linhas fixas e autorizadas registraram 16.653.722 de linhas. Em comparação a outubro de 2018, as concessionárias apresentaram uma redução de 116.551 linhas fixas (-0,53%) enquanto as autorizadas apresentaram diminuição de 24.001 linhas (-0,14%). Em 12 meses, as concessionárias registraram redução de 1.682.980 linhas fixas (-7,12%) e as autorizadas perderam 253.369 linhas (-1,50%).  

Grupos

Em novembro, entre as concessionárias, a Oi possuía o maior número de linhas fixas, 12.392.150 de linhas (56,45%), seguida pela Vivo, com 8.658.330 linhas (39,44%) e pela Algar Telecom, com 741.871 linhas (3,37%). Nas autorizadas, a Claro registrou a maior participação de mercado, 10.512.124 de linhas fixas no País (63,12%), seguida pela Vivo, com 4.351.063 (26,12%), e TIM, com 868.383 (5,21%). 

Estados

Entre as concessionárias, em novembro, São Paulo registrou 8.834.604 linhas fixas (40,24%), seguido pelo Rio de Janeiro com 2.464.167 linhas (11,22%) e Minas Gerais, com 2.328.070 linhas (10,60%). Nas autorizadas, São Paulo apresentou a maior quantidade de linhas fixas com 5.599.570 linhas (33,62%), seguido do Rio de Janeiro, com 1.996.240 (11,98%), e do Paraná, com 1.557.129 (9,35%).  


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Paramount Channel Programação Semanal 1º a 07 de abril