CASOS QUE MOBILIZARAM OPINIÃO PÚBLICA SÃO TEMAS DE “INVESTIGAÇÃO CRIMINAL – TOP CASES”

 
 
 
Produção local aborda trabalho de investigação em casos de crimes hediondos que ganharam as manchetes
 
 
Eloá Cristina Pereira Pimentel, caso abordado no primeiro episódio
 
A partir do domingo, 12 de maio, às 23h05, o Investigação Discovery revisita casos de grande repercussão que comoveram o Brasil com a produção localINVESTIGAÇÃO CRIMINAL – TOP CASES.
 
Em dez episódios semanais e com duração de uma hora cada, a série revive em detalhes os trabalhos de investigação em casos de homicídios. Fazem parte da produção crimes que mobilizaram a opinião pública e exigiram grandes esforços de detetives, delegados e promotores para que os respectivos perpetradores encontrassem a justiça. 
 
São dez casos, um por episódio, cujos bastidores são revelados a partir de entrevistas exclusivas com pessoas que neles trabalharam direta e indiretamente – como policiais, promotores e jornalistas –, além de pessoas próximas às vítimas.
 
Entre as investigações reconstituídas na série estão os assassinatos da adolescente Eloá Cristina Pereira Pimentel e da advogada Mércia Nakashima. Arquivos que fizeram parte do inquérito, da estratégia de acusação e da cobertura jornalística completam o panorama oferecido pela produção local assinada pela Medialand.
 
A seguir, as descrições dos três primeiros episódios de INVESTIGAÇÃO CRIMINAL – TOP CASES.
 
Episódio 1
Estreia: domingo, 12 de maio, às 23h05
Eloá Cristina Pereira Pimentel tinha apenas 15 anos em 2008, quando seu ex-namorado, Lindemberg Fernandes Alves, então com 22 anos, invadiu sua casa em Santo André (SP). Recusando-se a aceitar o fim do relacionamento com Eloá, Lindemberg manteve em cárcere privado a ex-namorada e uma de suas amigas, Nayara Rodrigues, então 15 anos. O drama durou dias e teve final trágico. O repórter Rodrigo Hidalgo, o delegado Sérgio Ludtza e Simone Duarte, amiga da família de Eloá, estão entre as fontes do episódio.
 
Episódio 2
Estreia: domingo, 19 de maio, às 23h05
Quando Nelson Yoshifusa chegou em casa na noite do dia 11 de novembro de 2011, ele não imaginava o cenário de terror que encontraria: suas duas filhas, Renata de Cássia Yoshifusa, de 21 anos, e Roberta Yuri Yoshifusa, de 16 anos, haviam sido mortas a facadas. O pintor Antônio Carlos Rodrigues da Silva Júnior, de 30 anos, que trabalhava para a família há mais de uma década, assumiu a autoria dos crimes após os esforços de investigação empreendidos.
 
Episódio 3
Estreia: domingo, 26 de maio, às 23h05
Em 2011, um corpo é encontrado dentro de uma mala na represa de Mariporã, no estado de São Paulo. O corpo é identificado como o de Magda Roncati, uma jovem que, por influência de seu ex-namorado, Jimmy, teria se envolvido no mundo da prostituição. A dançarina estava amarrada e com sinais de estrangulamento. Tem início um intenso trabalho da polícia para localizar o assassino e desvendar os detalhes do crime.
 
SERVIÇO
INVESTIGAÇÃO CRIMINAL – TOP CASES
Estreia: domingo, 12 de maio, às 23h05
Classificação indicativa: 14 anos
 
Caso das Irmãs Yoshifusa também é tema de um dos episódios

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

DUPLA DÁ VIDA NOVA A CASAS ABANDONADAS NA SÉRIE “ALISON E DONOVAN: REFORMANDO COM ESTILO”

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO