Emoção em dobro no Futebol da Globo!


 

Campanha exalta a paixão da torcida, duplicada pela transmissão da Copa América e, pela primeira vez, da Copa Feminina

 

Acompanhar os jogos da Seleção Brasileira promove algo único: a união das torcidas de todos os times do Brasil, em voz e sentimento, que impulsiona os atletas da camisa verde e amarelo. E que, neste ano, promete ser ainda mais forte com a transmissão, na Globo, de duas importantes competições: a Copa do Mundo de Futebol Feminino, realizada na França entre 7 de junho e 7 de julho, pela primeira vez na TV aberta, e a Copa América, que este ano tem o Brasil como sede, entre os dias 14 de junho e 7 de julho. Com foco na emoção do futebol, a Globo lança o primeiro filme da campanha criada para anunciar a transmissão dos jogos, que reitera o compromisso da empresa com  a valorização do esporte e com a paixão dos torcedores, convidando-os a vibrar pelas jogadoras e jogadores que representarão o Brasil nos dois torneios.

 

O primeiro filme, batizado de 'Jogada Histórica', apresenta uma inusitada partida de futebol, montada com apoio de cenas de arquivo de diferentes jogos das seleções feminina e masculina. Como resultado, as duas seleções dividem o campo: da troca de passes entre Daniel Alves, Fabiana, Marcelo, Formiga e Neymar, sai um lindo gol de Marta. A narração de Galvão Bueno, detalhando os lances e exaltando os atletas, faz parecer que a partida de fato existiu – é o gostinho do que será vivido com a transmissão das duas Copas na Globo. Com direção de criação de Sergio Valente, Mariana Sá e Leandro Castilho e criação de Andre Paiva e Fabio Leão, a peça deve ser veiculada, nos intervalos da Globo, até o final do mês.

 

Na sequência da campanha, dois filmes de 30 segundos marcam os diferenciais de cada uma das competições. Para a Copa do Mundo de Futebol Feminino, o destaque é a evolução não apenas da prática do esporte entre as mulheres, mas também do mundo e da sociedade. Para ilustrar as mudanças, o trabalho faz um contraponto entre belíssimas jogadas da seleção feminina do Brasil e um decreto de lei, criado em abril de 1941, que proibia as mulheres de praticarem futebol de campo, salão ou praia, com a justificativa de que a prática era incompatível com a natureza feminina. Os movimentos pelos quais o mundo passou nos últimos anos fez a lei ser extinguida em 1979, para o bem de todos os apaixonados por futebol. Já com a peça da Copa América, o objetivo é ressaltar que o que está em jogo durante a competição é a oportunidade de ver os maiores jogadores do mundo em ação nos estádios brasileiros; a possibilidade de enfrentar os times adversários com a torcida brasileira em peso apoiando os atletas da nossa seleção; a chance de conquistar a competição pela nona vez; e, mais importante de tudo, de se emocionar com todas as torcidas juntas, aqui no Brasil.

 

Este é o primeiro ano em que a Globo exibe, na TV aberta, os jogos do Brasil na Copa do Mundo Feminina de Futebol. As partidas vão ser transmitidas pelo time de narradores e comentaristas da Globo, com reforço de Ana Thaís Matos, a primeira mulher a comentar um jogo de futebol na Globo, e reportagem de Carol Barcellos. A repórter acompanha as partidas de dentro de campo, enquanto outros repórteres homens ficam responsáveis pelas matérias de comportamento, fora de campo. Para a Copa América, realizada no Brasil, uma cobertura completa e aprofundada da competição está sendo prevista nas três plataformas do Esporte Globo. Na TV aberta, acontece a transmissão de todos os jogos do Brasil, além de outros quatro confrontos, de seleções como Argentina e Uruguai. SporTV e o Globoesporte.com exibem os 26 jogos do torneio. O time de repórteres que acompanha a seleção também já foi escalado com Tino Marcos, Eric Faria, Rafael Galindo e Julia Guimarães, acompanhando o dia a dia da seleção. Mauro Naves e Bárbara Coelho se alternam nos flashes ao vivo durante a programação da Globo. E dois outros repórteres, Richard de Souza, e André Hernan, se dedicam às seleções do Uruguai e da Argentina. A Globo também conta com equipes espalhadas em todas as cidades-sede da competição.

 

Confira o primeiro filme da campanha aqui: https://www.youtube.com/watch?v=HPxj6JwmeJw

 

FICHA TÉCNICA – Jogada Histórica

 

 

Direção de Criação:

Sergio Valente, Mariana Sá e Leandro Castilho

Criação:

André Paiva, Fabio Leão

Atendimento:

Carla Sá, Daniela Farina e Patricia D'Oliveira 

Produção Globo:

Jaqueline Couto, Fernanda Ribeiro, Alexandre Lourenço

 

 

Produtora: 

Santa Transmedia

Direção:

Indio San

Produção Executiva:

Renata Munaretto

Montagem:

Roberto Neto

Pós-produção e finalização:

Sivo Greven

Produtora de som:

Comando S

 

 

Locução:

Galvão e Flávio Faustinoni


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Paramount Channel Programação Semanal 1º a 07 de abril