INVESTIGADOR COMPARTIHA SEU ARQUIVO PESSOAL DE CRIMES SOLUCIONADOS EM SÉRIE INÉDITA

 
 
 
Dono de memória fotográfica, Pat Postiglione revisita cenas dos crimes e narra processos investigativos que servem como referências a profissionais na ativa
 
 

Pat Postiglione em cena da série

Por 25 anos, Pat Postiglione foi detetive dedicado à elucidação de homicídios. Conhecido por sua memória fotográfica, ele guarda consigo detalhes das centenas de casos que ajudou a solucionar, convertendo-se em uma verdadeira enciclopédia do combate ao crime.

A partir de quarta-feira, 5 de junho, às 22h15, o Investigação Discovery revisita as lembranças de Pat com a estreia de MEMÓRIAS CONTRA O CRIME (Deadly Recall), série que parte dos depoimentos do protagonista para remontar o quebra-cabeças dos casos emblemáticos de sua carreira.

Em cada episódio de uma hora, Pat relembra um homicídio e narra as ações a ele relacionadas com suas próprias palavras – retornando às cenas dos crimes cuidadosamente reconstruídas pela produção e refazendo os percursos intricados das investigações, ele revive trabalhos complexos, que sempre tiveram como objetivo a justiça em honra das vítimas e em respeito aos familiares delas.

Pat diz que todos os casos ainda estão consigo, nas imagens que traz em sua memória – capaz de relembrar detalhes dos casos, ele enfatiza que a habilidade do investigador para encontrar e interpretar as evidências são elementos cruciais que fazem a diferença entre a solução de mais um crime ou mais um caso engavetado.

Colegas que trabalharam com ele também participam da série; são depoimentos que corroboram as memórias de Pat e aparecem junto a informações retiradas dos inquéritos, a falas de familiares e amigos das vítimas e materiais de arquivo  – entre fotografias, áudios e vídeos.

Cada prova, cada indício, cada vítima ainda vive na memória de Pat, em um arquivo que ainda hoje é visitado por investigadores na ativa que buscam aconselhamento. "Não sei se isso é um dom ou uma maldição", afirma Pat.

O episódio de estreia retorna a 1999, quando um corpo de uma mulher foi encontrado à beira de um córrego cercado por vegetação, próximo a Nashville. Embora o cadáver estivesse irreconhecível, a vítima foi posteriormente identificada como Christine Ullmann, uma jovem de 32 anos à época – o desaparecimento dela fora notificado havia dois meses, pelo namorado.

O corpo apresentava sinais de estrangulamento e, ao caminhar pelas imediações, Pat não apenas recolheu todas as evidências – um jornal, uma caixa de cigarros, um sapato e uma garrafa – como prestou atenção no exato local em que cada uma delas foi encontrada, de forma a reconstituir a cadeia de eventos que caracterizou o crime.

SERVIÇO

MEMÓRIAS CONTRA O CRIME (Deadly Recall)

Estreia: quarta-feira, 5 de junho, às 22h15

Classificação indicativa: 14 anos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Paramount Channel Programação Semanal 1º a 07 de abril