Band exibe a novela “Ouro Verde” a partir da próxima segunda-feira

 


Superprodução portuguesa, ganhadora do Emmy Internacional de melhor novela em 2018, será levada ao ar de segunda a sábado às 20h20

 

 

A partir da próxima segunda-feira (15), às 20h20, a Band exibe a novela Ouro Verde. A superprodução portuguesa, ganhadora do prêmio Emmy Internacional de melhor novela de 2018, foi gravada no Brasil, na Espanha e em Portugal.

Escrita por Maria João Costa e protagonizada por Diogo Morgado e Joana de Verona, a produção da Plural Entertainment foi transmitida com sucesso pela emissora portuguesa TVI em 2017. "Tivemos uma feliz combinação de elementos que agradaram a todos: uma história que apaixonou os portugueses, com uma narrativa moderna que agarrou o público, um elenco que conquistou, agregado a um colorido que o Brasil e o elenco brasileiro trouxeram à história", avalia Maria João Costa. 

No elenco, a participação de atores brasileiros como Zezé MottaSilvia PfeiferGracindo JúniorÚrsula CoronaPedro CarvalhoCassiano Carneiro Bruno Cabrerizo. A canção "Casava de Novo", do cantor Daniel, é o tema da novela.

A trama conta a história de Jorge Monforte (Diogo Morgado), dono do império Ouro Verde, uma empresa localizada na Amazônia e de grande expressão no mercado agropecuário mundial. Bilionário, ele acaba de adquirir uma importante participação no Banco Brandão Ferreira da Fonseca (BBFF), uma empresa familiar liderada pelo poderoso banqueiro português Miguel Ferreira da Fonseca (Luís Esparteiro), conquistando um assento no restrito conselho de administração da instituição. A novidade não é bem acolhida na família de banqueiros, que suspeita das reais intenções dele.

O que não passa pela cabeça de ninguém é que Jorge Monforte é a nova identidade de Zé Maria Magalhães (Diogo Morgado), dado como morto há 15 anos, que agora retorna para fazer justiça pela morte de sua família. João Magalhães (Paulo Pires), o seu pai, era diretor financeiro do BBFF quando estoura um escândalo envolvendo o banco em um complicado esquema de fraude e desvio de capital. João é usado como bode expiatório ao ser acusado pelo golpe. A investigação começa e o nome dele acaba no noticiário. Para se defender, João ameaça Miguel, dizendo que denunciará todos os esquemas sujos do banco se não o tirarem daquela situação. Miguel percebe que, vivo, João é uma bomba-relógio. É assim que um assassino vai até a casa dele para simular um suicídio. Acontece que a família dele, que tinha saído de casa, retorna à residência, surpreende a cena e acaba morta. Zé Maria, milagrosamente, sobrevive.

Depois de seis meses em coma, Zé Maria acorda, mas está muito confuso sobre a noite fatídica. Ao saber do ocorrido, Miguel fica apreensivo, com medo que ele se lembre de algo que possa comprometê-lo e finge estar preocupado com o rapaz. Quando Zé Maria decide retomar a sua vida, procura Miguel para arrumar um trabalho e cruza com o assassino da sua família, que ele não identifica de imediato. Nesse mesmo dia, ele esbarra ainda com Bia Ferreira da Fonseca (Joana de Verona), mas ele não sabe que ela é filha de Miguel. Há amor à primeira vista, mas Zé Maria tem outras preocupações, pois sua memória volta, ele junta as peças e descobre que Miguel é o mandante do crime que matou toda sua família.

Rapidamente, ele percebe que corre risco de vida e decide fugir, não sem quase ser morto pelo assassino e, por um acaso da vida, ser salvo por Bia. Zé Maria passa alguns dias com ela, eles se apaixonam perdidamente um pelo outro, até que o rapaz foge para o Rio de Janeiro. Os dois sofrem muito com a separação.

Já no Brasil, Zé Maria é roubado e fica sem o contato de Bia. É no Rio de Janeiro, num ímpeto de coragem, que Zé Maria acaba por salvar Januário Cavalcantti (Gracindo Júnior), um importante coronel com grandes propriedades na região da Amazônia, de uma situação de perigo. Este encontro improvável vai mudar a vida de Zé Maria. Alguns meses depois, Januário o contrata como peão na fazenda.

A relação entre os dois cresce e, quando o coronel morre, Zé Maria, agora já usando o nome de Jorge Monforte, herda toda a fortuna de Januário. Anos depois, mais poderoso do que nunca, graças ao crescimento do negócio do gado e da soja, e já com uma posição de peso no BBFF, Jorge decide que chegou a hora de voltar para casa e acertar as contas com o passado. Jorge quer limpar o nome do pai e vingar a morte de sua família. Seu objetivo é ver Miguel Ferreira da Fonseca na miséria, com o nome sujo nos jornais.

A sorte é lançada quando Jorge é chamado com urgência para ir a uma de suas fazendas, onde acontece um grande protesto ambiental contra o grupo Ouro Verde. Entre os manifestantes, Jorge identifica Bia, agora ativista ambiental, que não via há 15 anos. O coração de Jorge dispara ao vê-la e ele percebe que aquela paixão está longe de ter acabado. Como ele vai resolver o fato de ela ser filha do homem que ele está prestes a destruir? Isso é algo que ela não perdoará nunca. A verdade é que, se Jorge destruir a família Ferreira da Fonseca, de alguma forma, vai acabar fazendo com Bia o mesmo que o banqueiro fez com Jorge no passado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

Paramount Channel Programação Semanal 1º a 07 de abril