“THE CAVE”, DOCUMENTÁRIO QUE CONCORRE AO OSCAR(R) 2020, ESTREIA NA NATIONAL GEOGRAPHIC


O documentário conta a história de um grupo de médicas que lutam contra os bombardeios diários, a escassez crônica de suprimentos e a ameaça de ataques químicos em um hospital subterrâneo chamado "The Cave", na Síria devastada pela guerra

 

Um relato de coragem, resiliência e solidariedade.

Estreia exclusiva na segunda-feira, 3 de fevereiro às 21h, na National Geographic

 

Do renomado cineasta Feras Fayyad - duas vezes indicado ao Oscar® pelo filme "Last Men in Aleppo" - chega à programação da National Geographic em 3 de fevereiro, às 21h, The Cave, um relato comovente e cheio de coragem, resiliência e solidariedade. O filme é considerado um dos melhores do ano pelos veículos New York Times, Los Angeles Times, National Public Radio e The Washington Post. 

 

O documentário narra a história de uma Síria devastada pela guerra, onde a segurança e a esperança se encontram embaixo da terra, em um hospital subterrâneo chamado "The Cave". Ali, uma jovem pediatra, Dra. Amani Ballour, oferece esperança e tratamento a crianças e civis doentes e feridos da região da Guta Oriental. Em uma sociedade patriarcal e conservadora, que desvaloriza a mulher, a doutora Amani frequentemente é tratada com hostilidade por homens que se recusam a vê-la como uma médica capacitada. Mas ela não se deixa intimidar e dentro da "The Cave" junto com outras mulheres reivindicaram seu direito de trabalhar em pé de igualdade com seus colegas homens. Ali, arriscam a própria vida para salvar os pacientes e encontrar maneiras de sobreviver em um mundo de crueldade, injustiça e sofrimento. Para a doutora Amani e suas colegas Samaher e doutora Alaa, a batalha que lutam não é só pela sobrevivência, mas também para manter sonhos e esperanças para seu país e para as mulheres.

 

"Como cineasta sírio, cumpri minha missão jogar luz sobre o povo sírio e as atrocidades que continuam a ser cometidas na minha terra hoje", disse o diretor Feras Fayyad. "Na Dra. Amani eu vi esperança enquanto testemunhei seu desafio de ir contra os estereótipos e preconceitos que governam a nossa sociedade ao mesmo tempo em que atendia pacientes nas circunstâncias mais terríveis. Sua história precisa ser contada e sou grato à National Geographic por disseminá-la".

 

"Desde a estreia de The Cave no Festival Internacional de Cinema de Toronto, a Dra. Amani e sua equipe inspiraram críticos e espectadores com sua invencível valentia, sua compaixão e sua força diante de um perigo angustiante", disse Carolyn Bernstein, Executive Vice President, Global Scripted Content and Documentary Films de National Geographic. "Contar histórias extraordinárias e que reverberam nos outros está no coração do que fazemos e estamos incrivelmente orgulhosos de compartilhar The Cave com a audiência da National Geographic no mundo todo para chamar atenção para a crise humanitária na Síria".

 

O filme tem gerado diálogos e discussões em todo o mundo por meio da hashtag #StandWithDrAmani. Existe também um guia de debate desenvolvido para ajudar a fomentar o diálogo sobre os temas apresentados no filme e que podem ser acessados em www.StandwithDrAmani.com

 

A National Geographic Documentary Films se compromete a levar ao mundo documentários excepcionais que cubram histórias interessantes, provocativas e relevantes para toda a sociedade, feitos pelos melhores documentaristas do mundo, como "Antes que seja tarde", "Jane – a mãe dos chimpanzés" e "Free Solo", este último ganhador do Oscar® de melhor documentário em 2019.

 

Sobre The Cave

The Cave estreou no Toronto International Film Festival, em que ganhou o Grolsch People's Choice Award e, até o momento já figurou em mais de 30 festivais de cinema de todo o mundo, incluindo o BFI London Film Festival Mill Valley Film Festival, Savannah Film Festival e o International Documentary Film Festival Amsterdam. Desde seu lançamento, ganhou inúmeros prêmios da indústria, incluindo o International Documentary  Association Award e o Cinema Eye Award.

 

O documentário foi produzido pela Danish Documentary Films; Kirstine Barfod e Sigrid Dyekjær são as produtoras e Eva Mulvad, Pernille Rose Grønkjær e Mikala Krogh são as produtoras executivas. Para a National Geographic Documentary Films, os produtores executivos são Carolyn Bernstein e Ryan Harrington. Para o canal National Geographic, o produtor executivo é Matt Renner.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

TLC ESTREIA QUARTA TEMPORADA DE “OS BUSBYS + 5”

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada