Selo Believe Films, produtora Maria Farinha Filmes e Videocamp disponibilizam filmes para serem assistidos a qualquer momento no período de quarentena



Ao todo são dez opções de filmes sobre a importância do brincar, relações humanas, justiça, educação e infância

Diversos países do mundo, incluindo o Brasil, enfrentam a pandemia de COVID-19 e, nesse momento é importante seguir as recomendações das autoridades de saúde e evitar deslocamentos e aglomerações. Como forma de mostrar o compromisso com o bem-estar coletivo, o Videocamp em parceria com o Believe Films - selo que reúne conteúdos para expandir a possibilidade de acreditar em um futuro positivo e possível para todas as pessoas - e as produtoras Maria Farinha Filmes e Participant Media disponibilizam uma listespeciadfilmepara serem assistidos como, onde e quando o usuário desejar, a partir desta quarta-feira, dia 25.

O Videocamp, plataforma que possibilita sessões gratuitas de filmes com potencial de impacto, sempre incentivou o encontro de pessoas para que juntos pudessem refletir sobre temas socialmente relevantes, entretanto, para seguir as regras de isolamento recomendadas, a plataforma abre a possibilidade dos usuários realizarem sessões individuais.

"Esse cenário de afastamento social é um momento difícil para todos nós. Aqui no Videocamp acreditamos na força dos filmes para transformar realidades, mas acreditamos principalmente na solidariedade, na empatia e na potência que somos enquanto pessoas e coletivo. Esse é o momento de nos cuidarmos, de cuidar dos outros, e essa lista de filmes para assistir a qualquer momento é a forma que encontramos, juntos com parceiros, de contribuir com a sociedade, ressalta Josi Campos", coordenadora do Videocamp.

Luana Lobo, uma das idealizadoras do Believe Filmes e sócia da produtora Maria Farinha Filmes, acredita que este é um momento de união e respiro: "De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o Brasil é o país mais ansioso do mundo. A arte conversa intimamente com os nossos desejos e medos e tem o poder de expandir o nosso imaginário coletivo de futuro. Por isso, nesse momento, unimos esforços entre a Maria Farinha Filmes, a Participant Media e o Videocamp para democratizar o acesso a uma curadoria de filmes inspiradores que podem nos ajudar a cuidar da nossa saúde mental", diz.

Para assistir aos filmes dessa listespecial , basta estar conectada (o) - ou se cadastrar - na plataforma. A seleção reúne filmes sobre a criança, infância,relações humanas, justiça o brincar e as culturas brasileiras. Confira, abaixo, o resumo e o período de disponibilidade dos filmes disponíveis dessa playlist.

• De 25 de março a 31 de março:
- A Juíza: A trajetória da juíza da Suprema Corte Americana, Ruth Bader Ginsburg, que aos 85 anos, construiu um legado que a transformou em um ícone inesperado da cultura pop.

- Longe da Árvore: Fala sobre família. A família que nascemos e a família que construímos. Um olhar corajoso na jornada de acolhimento e afeto das relações humanas.

- Mesa para todos: um convite a lutar em prol de uma alimentação de qualidade para todos.

• De 25 de março a 25 de abril:
- Tarja Branca: Documentário que revela a importância do brincar e do espírito lúdico em todas as idades e momentos da vida.

- Território do Brincar: Um passeio pela geografia de gestos infantis que habitam brincadeiras de diversas regiões brasileiras. Gestos que contam histórias, revelam narrativas, constroem uma linguagem própria do brincar e nos apresentam a nós mesmos.

- O Começo da Vida: O desenvolvimento de todos os seres humanos encontra-se na combinação da genética com a qualidade das relações que desenvolvemos e do ambiente em que estamos inseridos.

- Nunca Me Sonharam: Os desafios do presente, as expectativas para o futuro e os sonhos de quem vive a realidade do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil.

- Waapa: Propõe um mergulho inédito na infância Yudja (Parque Indígena do Xingu/MT) e os cuidados que acompanham seu crescimento.

- Terreiros do Brincar: Retrata a participação de crianças em vários grupos de manifestações populares em quatro Estados brasileiros, e a sua relação com um brincar coletivo, intergeracional e sagrado.

- Corações e Mentes (4eps): Cultivar o protagonismo na educação formal é fomentar o poder transformador que habita em cada estudante, educador, gestor e família.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada

DUPLA DÁ VIDA NOVA A CASAS ABANDONADAS NA SÉRIE “ALISON E DONOVAN: REFORMANDO COM ESTILO”